RÁDIO KATIVA WEB

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Retirada de postagens por ordem judicial


Registro que, na data de hoje, foram retiradas do blog, por determinação judicial provisória, 6 postagens em que questionávamos a atuação do Ministério Público (MP) na cidade de Araguari.

A decisão, proferida sem ouvir o autor do blog, foi tomada pelo 1º Juizado Especial Cível de Araguari a pedido de André Luís Alves de Melo. O autor da ação judicial é promotor de justiça na cidade de Araguari, professor, mestre e doutorando em direito, articulista no site Consultor Jurídico.  
Obviamente, não abrirei mão do exercício pleno da liberdade de expressão. Irei me defender. Mais do que isso, encaminharei denúncias à Corregedoria-Geral do Ministério Público todas as vezes que entender que algum membro do MP não está atuando em conformidade com a lei. Vejo isso não somente como um direito meu, mas principalmente como um dever, na medida em que, para além da liberdade de expressão assegurada constitucionalmente, todo cidadão-contribuinte tem a obrigação, no mínimo moral, de exigir um controle efetivo dos gastos públicos, o que, a meu ver, não acontece nem em Araguari e, como os noticiários mostram, nem no restante do país. 

Um comentário:

Anônimo disse...

Então sr blogueiro, visto que estamos em ano político é claro que vão querer calar seu blog. Suas publicações estão deixando muita gente inquieta e não é um bom momento pra isso né? Recorrendo e se escondendo!! Eita povim custoso sô!

Postagem em destaque

Gabinete de Jair Bolsonaro abasteceu 'rachadinha' por meio da filha de Queiroz

Postagem nas redes sociais indicando que Nathália trabalhava no Rio de Janeiro no mesmo período em que estava lotada no gabinete de Jair Bol...