RÁDIO KATIVA WEB

sexta-feira, 16 de março de 2012

Projeto de lei que denomina Armazém de Cargas é aprovado

Prédio receberá o nome do geógrafo Alexandre Campos,
figura importante na defesa da preservação histórica em Araguari
 


Foi aprovado na última terça-feira, dia 13, o projeto de lei que dá a denominação de Armazém da Educação Alexandre Jairo Campos de Souza, prédio do armazém de cargas integrante do conjunto da antiga Estação de Ferro Goiás. O nome é uma homenagem ao geógrafo que faleceu em um acidente na BR-050 em dezembro.

Alexandre Campos integrava a equipe técnica da Divisão de Patrimônio Histórico da Faec - Fundação Araguarina de Educação e Cultura, onde desenvolveu diversos projetos de incentivo à preservação do patrimônio local.

.
Alexandre Campos deixou um importante legado na área de preservação do patrimônio histórico em Araguari

A aprovação do projeto foi motivo de alegria para os familiares. Tia de Alexandre, Soneide Maria Campos conta que o sobrinho morou com ela durante oito anos, tempo em que ela acompanhou suas conquistas profissionais de perto. “Ele não atuava somente na Faec, ajudava em outras áreas, passou um período na Educação. O Alexandre me contava os projetos que ele tinha, da alegria de poder prestar o seu serviço à comunidade. Ele não queria benefício próprio,” ressaltou.

O geógrafo, formado pela Universidade Federal de Uberlândia participou de centros de estudos culturais, elaborou trabalhos sobre a ferrovia no Triângulo Mineiro e Goiás, educação patrimonial, realizou projetos, inventários de acervos culturais, publicou artigos sobre a preservação do patrimônio local, dentro outros.

Para sua tia, a escolha é motivo de alegria. “Quando eu vejo esse retorno, quero agradecer em nome do Alexandre. Sei que se ele estivesse vivo iria sugerir o nome de outra pessoa. O reconhecimento é o principal de tudo isso. Um rapaz de 30 anos, que terá o nome em um prédio inteiro. Quantos outros nomes de educadores poderiam ter sido escolhidos, mas ele fez por merecer,” ressaltou.

Preservar a história de Araguari é, para Soneide Campos, uma das mensagens mais importantes deixadas pelo sobrinho. “O Alexandre cativou as pessoas com seus ideais, estava muito a frente de seu tempo,” destacou.

A inauguração do Armazém da Educação acontecerá no dia 31 maio, às 19h, e terá apresentações da Viola de Arame e banda Lísias. Segundo a secretária de Educação, Eunice Mendes, a compra do mobiliário será encaminhada para licitação. “O espaço terá divisórias para não alterarmos a parte arquitetônica,” explicou.

O Projeto “Armazenando Educação” leva turmas de escolas da cidade para um passeio no conjunto da Estação da Estrada de Ferro Goiás. De acordo com a secretária, Alexandre deixou boa parte do projeto encaminhado, inclusive o material de educação patrimonial que é trabalhado com os estudantes. “Ele amava aquele espaço. Deus o levou, mas estamos tentando sensibilizar as pessoas para dar prosseguimento aos sonhos dele,” concluiu. 

Transcrito do Gazeta do Triângulo, edição de 15/03

Pitaco do Blog
Parabéns à Prefeitura pela restauração do Armazém de Cargos. Maiores elogios ainda pela escolha do nome do Alexandre Campos para designar este importante legado histórico dos ferroviários. Afinal, ele foi um dos maiores defensores do patrimônio histórico e cultural da cidade. Não o conheci pessoalmente, mas só ouvi elogios à pessoa e ao profissional que ele foi. Os familiares e amigos dele devem se sentir orgulhosos por terem convivido com um ser humano tão especial e que tanto se preocupou em deixar, para as futuras gerações, um parte da bonita história das ferrovias e da própria cidade.

2 comentários:

Unknown disse...

Justa homenagem...

Dilson disse...

Existe agora algo positivo nesta administração! Prefeito, não é tão difícil assim agradar o povo.

Postagem em destaque

Caiu na rede....