quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Levou uma sumida grande


Uai, sô, o ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro não apareceu pra explicar ao Ministério Público a movimentação de R$ 1,2 milhão/ano em suas contas nem o depósito de R$ 24 mil na conta da futura primeira-dama, Michele Bolsonaro. Será que ele ficou com medo de ser espremido pelo promotor durante a audiência?
Clique aqui e leia a matéria.

Nenhum comentário: