terça-feira, 6 de novembro de 2018

Sócio da empresa investigada por propagação de fake news na campanha de Bolsonaro ganha cargo em comissão

Marcos Aurélio Carvalho, sócio da empresa AM4 Brasil Inteligência Digital, que prestou serviços à campanha de Jair Bolsonaro à Presidência e é investigada pela propagação de fake news no WhatsApp, foi nomeado para cargo em comissão no grupo de transição do Governo Federal. 


A nomeação foi publicada no Diário Oficial de ontem (clique aqui):


Marcos Aurélio receberá R$ 9.926,00 (nove mil, novecentos e vinte e seis reais) por mês (clique aqui):


A participação como sócio-administrador da empresa pode ser vista abaixo (clique aqui):


De acordo com o site do Tribunal Superior Eleitoral - TSE (clique aqui), a empresa AM4 Brasil Inteligência Digital é a que mais recebeu recursos da campanha de Bolsonaro (R$ 650 mil):



A empresa está envolvida no esquema de envio em massa de mensagens via WhatsApp durante as eleições, investigado pela Polícia Federal e TSE (clique aqui).


Nenhum comentário: