segunda-feira, 11 de junho de 2018

Concurso da Câmara: instituto contratado envolveu-se em suspeitas de irregularidades na realização de outras provas


A Câmara de Vereadores irá realizar concurso público para preencher diversos cargos (clique aqui). Para organizar o certame, contratou, sem licitação, o IDECAN – INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL, CULTURAL E ASSISTENCIAL NACIONAL. Conforme apurado pelo blog, a banca contratada envolveu-se em situações suspeitas na realização de outros certames.

Em um dos casos, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, atendendo a uma recomendação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, anulou o concurso para soldado, organizado pelo IDECAN (clique aqui). As seguintes falhas graves foram verificadas no concurso: 

"a não designação prévia das salas para a realização das provas e o atraso para o seu início; o descontrole por parte dos fiscais em relação à coordenação dos candidatos em sala; a divergência entre os nomes constantes nos cadernos de provas e respectivos gabaritos e a não concessão de tempo complementar aos candidatos, uma vez que o certame fora iniciado após o prazo estabelecido no edital."

Em outro, a Delegacia de Repressão ao Crime Organizado de Brasília (Deco) realizou a Operação Panoptes contra fraudadores de concursos públicos no Distrito Federal. De acordo com o site Metrópoles (clique aqui):
"O alvo é uma organização criminosa que agia cobrando dinheiro para garantir vagas no concurso do Corpo de Bombeiros e aliciando candidatos. Estão sendo investigados outros concursos realizados nos últimos cinco anos, entre eles o da Secretaria de Educação e exames da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
Também não está descartada a participação de funcionários de bancas organizadoras, como o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan) e o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção de Promoção de Eventos (Cespe/Cebraspe), que estão sendo alvos de busca e apreensão.
"
O IDECAN publicou nota informando que não foi  notificado sobre diligência relativa à Operação Panoptes e que presta serviços com qualidade e segurança (clique aqui).

Nenhum comentário: