quarta-feira, 16 de maio de 2018

De olho na teta pública


Enquanto uma organização criminosa atuava dentro do poder público, muitos araguarinos continuavam (e continuam) batendo boca nas redes sociais. É a eterna briga entre os que arrumaram e os que perderam uma "boquinha". Muitos desses prostituídos fingem não saber que o tráfico de influência que lhes permite ficar mamando no erário é um dos crimes investigados pela Operação Hoopoe. Já que eleger deputado será difícil (honesto, então, quase impossível!), o negócio é continuar fazendo politicagem à espera do próximo revezamento nas tetas públicas.

Um comentário:

Anônimo disse...

Já sei dessa frase pronunciada por alguém próximo se fulano não ganhar para deputado para prefeito é certeza. Desde que não seja com meu voto e nem com o da minha família, não desejo isto para Araguari.