quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Coincidência

Ao que parece, um membro do Ministério Público do Estado de Minas Gerais e um jornalista araguarino estão preocupados com o que ocorre na gestão pública do Distrito Federal. Ambos fizeram referências muito parecidas aos gastos com a reforma do Estádio Nacional de Brasília. 

Em um documento enviado ao Conselho Nacional do Ministério Público, o promotor de justiça André Luís Alves de Melo, da 1ª Promotoria da Comarca de Araguari, referindo-se à minha pessoa e ao órgão onde trabalho, insinuou:

Na coluna Radar, Gazeta do Triângulo, edição de 10/10, Adriano Souza de Oliveira, jornalista e assessor legislativo na Câmara de Vereadores de Araguari, publicou nota com trechos semelhantes aos da manifestação do promotor:

 

Nenhum comentário: