terça-feira, 15 de março de 2016

Conselheiros do Tribunal de Contas do DF sofrem ameaças



Fiscalizar a gestão pública com o rigor necessário tem seu preço. E não é baixo. Conselheiros do Tribunal de Contas do Distrito Federal foram ameaçados de morte. Por quê? Possivelmente porque determinaram que militares (policiais e bombeiros) devolvessem valores recebidos indevidamente dos cofres públicos. Os militares, ao se transferirem para a reserva (um espécie de  aposentadoria), declaravam que iriam residir em outros estados para receber uma indenização de transporte (pagamento das despesas com transporte de mudança e passagens para o militar e seus parentes). Mas, conforme o tribunal apurou, muitos desses policiais embolsaram a indenização pela mudança, mas nunca foram ao local de destino.

Clique aqui e leia a matéria completa no G1.



Um comentário:

Anônimo disse...

Toda vida os militares foram beneficiados principalmente na época da ditadura, quando eles recebiam aumento os civis principalmente os aposentados da RFFSA não recebiam. Eu sei porque meu avô nunca recebeu, só falavam em época de política do erro mas nunca pagaram. Será que essa indenização é muita alta e porque só eles tem direito. E quem é que devolve dinheiro neste país. Se o pobre ficar com um real do governo eles descontam no pagamento.