quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Falta de confiança no MP


Conversando com algumas pessoas que exercem o controle social da Administração Pública, percebi ser comum nelas o sentimento de desconfiança nos membros do Ministério Público de Minas Gerais que atuam em Araguari. Não confiavam no trabalho da promotora Leila Maria Correia de Sá e Benevides. Agora, questionam a atuação do promotor André Luís Alves de Melo. Por isso, mudaram a estratégia. Passaram a enviar pedidos de investigação diretamente à Procuradoria-Geral de Justiça, em Belo Horizonte, na esperança de verem resultados práticos das inúmeras denúncias de atos suspeitos praticados por agentes públicos municipais.

Nenhum comentário: