quarta-feira, 20 de maio de 2015

Faltam água e papel higiênico em posto de saúde



As reclamações contra falhas na gestão da cidade não param. Hoje, ouvi uma cidadã questionar, em uma emissora de rádio, a falta de papel higiênico e de água (pra beber) no Posto de Saúde do Bairro Amorim. Vejam bem! A reclamação não é sobre a saúde pública em si mesma. É a respeito da ausência de itens essenciais em qualquer órgão público, especialmente naqueles que atendem a dezenas de pessoas diariamente. Se faltam água e papel higiênico, o que se pode esperar do atendimento de uma unidade de saúde?

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu já passei por um problema no bairro Goiás, eu não ia reclamar, mas como abriu caminho, além de não ter àgua e papel, passei problema com vacinas. Fui 14:30 com minha filha, a técnica da dentista me atendeu, me avisou que a menina da vacina estava tomando café. Aguardei, quando ela voltou, disse que não poderia vacinar minha filha porque já ia embora. Engraçado, fui para o Independencia, vacinei minha filha e lá vacina até 16:30. Porque a UBS goiás só vacina até as 14:00?