quarta-feira, 20 de maio de 2015

"Burrocracia" na marcação de exames


Pra quê simplificar se eu posso complicar. A frase se encaixa como luva em uma conduta da Secretaria de Saúde de Araguari. É o que se percebe nesse requerimento feito pela vereadora Eunice Mendes. Segundo ela, para realizar exames, os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) têm que retornar à unidade de saúde para apanhar o respectivo pedido. Por quê? Porque no momento em que o exame é solicitado, a Secretaria fornece ao paciente apenas um "papel provisório", que não serve para marcar o exame. Com isso, nem seria necessário dizer, ocorre uma demora adicional na realização dos exames. Dependendo do diagnóstico, isso pode fazer grande diferença. Claro, no caso, o prejuízo é do usuário do SUS.

Um comentário:

Anônimo disse...

Na verdade o problema vai além....você é redirecionado ao posto para marcar a consulta com o especialista, chegando lá você descobre que tem uma ou duas vagas e que já foram preenchidas. Isso já podia ser alertado no momento que a secretaria nos entrega o pedido. E outra gente, Araguari cresceu, e a quantidade de vagas? Quantos anos teremos que esperar por um especialista. Se for grave morre mesmo.