sexta-feira, 21 de novembro de 2014

AS VÍTIMAS DA "CORRUPÇÃO DE PRIORIDADES"

De acordo com a Prefeitura,  nos últimos meses, 77% dos recursos destinados à expansão e melhoria da iluminação pública foram gastos com o aluguel da decoração natalina. Apenas 33% dos recursos foram efetivamente empregados extensão de redes elétricas e instalação de pontos de iluminação pública,

"Uma criança de apenas cinco anos teve parte do corpo queimada após se envolver em um acidente nesta sexta-feira, 5. O caso ocorreu no interior de uma residência, situada na rua Araxá, bairro Jóquei Clube.
De acordo com o 53º Batalhão de Polícia Militar, o imóvel não detém energia elétrica e a iluminação é feita de maneira improvisada. Na ocasião, era início da noite quando o menino esbarrou em uma lamparina movida a querosene, tendo o corpo tomado pelas chamas. O fogo somente foi contido com a ajuda do tio do garoto ao acionar uma mangueira."
Vocês se lembram dessa notícia? Ela foi publicada pelo Gazeta do Triângulo no dia 9 de setembro deste ano. Sabem o que há por trás dela? A residência dos pais da vítima não possuía energia elétrica porque, por demora da Prefeitura, não foram instalados pontos de iluminação pública no local. Sem postes, não é possível realizar as ligações residenciais de energia elétrica. Essa demora foi reconhecida, inclusive, pelo próprio Secretário de Planejamento, Orçamento e Habitação (Seplan), Nilton Eduardo Castilho, em entrevista à Rádio Vitoriosa.
Agora, existem outras mazelas por trás do fato. A Prefeitura, que não foi diligente para oferecer iluminação pública próximo à residência dessa família, é o mesmo órgão que pretende, agora, gastar aproximadamente R$ 491 mil com o aluguel da decoração natalina. Isso será feito com os mesmos recursos oriundos da contribuição de iluminação pública (CIP) que nós lhe pagamos.
Para piorar essa indigesta situação, a própria Seplan publicou no Correio Oficial o demonstrativo dos gastos dos recursos auferidos com a CIP. Preparem-se!  Nos últimos meses, o Município gastou R$ 372.653,19 (trezentos e setenta e dois mil, seiscentos e cinquenta e três reais e dezenove centavos) com "ampliação e modernização dos serviços de iluminação pública". Estranhamente, desse valor, apenas R$ 85.653,19 (oitenta e cinco mil, seiscentos e cinquenta e três reais e dezenove centavos) foram efetivamente gastos com a expansão da rede de iluminação pública. O restante, ou seja, a maioria desses recursos (R$ 287 mil), correspondente a 77% do total, foi usada para alugar a decoração natalina de 2013.
Como se vê, a "corrupção de prioridades" é um esporte praticado com bastante desenvoltura pelos nossos governantes. As vítimas dessas inversões de prioridades são reais. Têm nome e endereço. Da mesma forma que a Prefeitura contribuiu, com sua omissão, para que essa criança sofresse queimaduras, continuará contribuindo, ao lado dos também omissos Estado e União, para o aumento dos casos de assaltos, estupros e homicídios praticados em ruas escuras. Em compensação, os cidadãos araguarinos, incluindo as vítimas que conseguirem sobreviver aos efeitos dessa "corrupção de prioridades", poderão usufruir da beleza das luzes de Natal. 
Clique aqui e leia a reportagem no Gazeta do Triângulo.
Clique aqui e veja o edital de licitação visando ao aluguel de decoração natalina.
Clique aqui e veja como foi gasto o dinheiro que a Prefeitura arrecadou via acréscimo da CIP nas contas de energia elétrica.


Nenhum comentário: