sábado, 6 de setembro de 2014

Caso Sertran: vereadora suspeita da atuação do procurador-geral

 
Voltou a ser assunto na Câmara a contratação da Sertran, sem licitação, para prestar os serviços de transporte coletivo. Desta feita, a vereadora Eunice Mendes (PMDB), atualmente a única que vem fazendo oposição ao Executivo, quer saber informações sobre a legalidade da atuação do procurador-geral do município, Leonardo Borelli, por ocasião da primeira contratação da Sertran, ocorrida em agosto de 2013. Na sessão de terça (2/9), a vereadora solicitou à Presidência daquela Casa o envio de ofício ao prefeito Raul Belém, pedindo informações sobre a legalidade dos atos praticados pelo procurador-geral na condução da Dispensa de Licitação nº 057/2013, que originou a referida contratação (vide imagem acima).
 
Conforme este blog informou, o procurador-geral teve participação destacada na contratação. Rápido e onipresente, assinou documentos da alçada da Secretaria de Administração, aprovou o próprio parecer, etc. Além disso, consoante demonstraram as escutas da Operação Tarja Preta, o procurador teria chamado o representante da empresa para assinar o contrato já em maio de 2013, ou seja, três meses antes da rescisão do ajuste com a empresa Expresso Cidade de Araguari. Isso, se confirmado, demonstra que todo o processo que precedeu à contratação da Sertran foi, na verdade, uma peça de ficção. Pode, aliás, indicar a existência de alguma relação espúria entre a empresa e agentes públicos municipais.
 
Para saber mais sobre o assunto, clique aqui e aqui.


8 comentários:

Anônimo disse...

Ate que fim alguem enxergou a verdade, vai fundo coisas viram a tona.

Anônimo disse...

Vereadora, faça jus aos votos recebidos da população que lhe deu a oportunidade de ocupar essa cadeira; investigue mesmo, vai fundo,tenho certeza de que terá apoio de todo pessoal que espera esclarecimentos sobre tal fato.

Anônimo disse...

D. Eunice ta no caminho certo, pegue a ponta do novelo, mas primeiro pergunte quem foi o responsavel que infiltrou esta empresa aqui em Araguari? Ja notou que a tal licitaçao demorou tanto, sera por alguma razão? Vai fundo tem muita coisa ai.

Anônimo disse...

D Eunice, farei uma vizita ao seu gabinete, voce vai ficar de boca aberta pode acretitar.

Anônimo disse...

Bom a coisa pegou, a licitaçao do dia de hoje 09/09 a coisa pegou, O TRIBUNAL DE CONTAS SUSPENDEU A LICITAÇAO e agora Jose como fica?

Anônimo disse...

Ei... Anônimo(a) das 22:35hs, que tal "e agora RAUL José, como fica?" ?!

- Belém, Belém, nem vem que não tem ?!

...

Anônimo disse...

Hei anomino 11:02, sabe que não sei, eu nao tava la. So sei que quem continua é a empresa que estar ai,como sempre e posso falar: ja ouvi uma frase assim " Nao existe homem que me tira daqui" Bom podemos levar a serio esta frase, ta dificiiiiiiiil.

Anônimo disse...

pera ai, deixa eu enterder direitinho: contrato em maio 13? Como? SE nesta epoca nao se falava em tirar a expresso cidade, mais ja existia contrato com outra empresa?Se nao me falha a memoria os fucionarios tinha entrado de greve neste mes mas por falta de pagamentos,e ai nao tinha esta conversar de colocar outra empresa. A ta entendi existia bola de cristal para ver o futuro, entendi agora. Deve ser igual aquele BOM NEGOCIO, então vamos negociar.