sábado, 6 de setembro de 2014

Assessor da Prefeitura usa redes sociais para debochar de cidadãos

 
O Assessor de Orçamento da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Habitação da Prefeitura de Araguari (PMA), Marcos Lander Martins Carrijo, vem usando das redes sociais para debochar de pessoas e entidades que tentam fiscalizar a gestão pública da cidade. Desviado de função (o que é ilegal), talvez por não saber o que seja um orçamento público, o assessor vem atuando na Assessoria de Comunicação da PMA, onde, em vez de levar à população informações de interesse público, vale-se do cargo para atacar os que ousam discordar das inúmeras suspeitas de irregularidades que pairam sobre as condutas dos atuais governantes.
 
No trecho acima, extraído do Facebook, em tom de escárnio, o assessor chama a Associação do Direito e Cidadania de Araguari (ADICA) de "dona chica". Em outro ponto, ao se referir a este blogueiro, insinua, maldosamente, que as denúncias enviadas ao Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE/MG) são "sem pé nem cabeça". Postura normal vinda de quem só enxerga outra parte do corpo dos seus padrinhos políticos.
 
Na verdade, essas manifestações costumeiramente infelizes do tal assessor mostram a cara do governo Raul Belém. Primeiro, porque escancaram a falta de critérios na escolha dos assessores do prefeito. Parece que o requisito essencial para exercer certos cargos na PMA é a capacidade de bajulação do indivíduo. Vale lembrar que, em ambientes de apadrinhamento, compadrio e filhotismo, típicos do patrimonialismo tupiniquim, pessoas inúteis e de caráter duvidoso costumam ser as mais privilegiadas. Segundo, porque mostra que, além de escolher mal, o prefeito parece não fiscalizar a atuação dos seus subordinados. Ao que tudo indica, o tal assessor usa as redes sociais durante horário de expediente para, a partir de computadores públicos, achincalhar pessoas em vez de distribuir informações relevantes, de interesse público.
 
Mas, o problema vai além. A conduta do assessor demonstra a total certeza da impunidade. Isso fica claro nas suas palavras. Além de tentar induzir as pessoas a acreditar que a Prefeitura necessita contratar advogados para se defender de denúncias supostamente infundadas enviadas ao TCE/MG, ele escancara a certeza de que os seus superiores, mesmo se "pegos com a boca na botija", jamais serão punidos.
 
Se você teve a paciência de ler este post até agora, lamento dizer: o assessor tem grandes chances de estar certo. Nem tanto em relação ao TCE/MG, instância onde, apesar da demora inerente ao devido processo legal, as denúncias têm sido recebidas e investigadas, redundando, ao menos, em multas aos que praticam irregularidades na gestão da cidade. Essa certeza de impunidade deve ter brotado na mente do tal assessor ao assistir à atuação leniente da Câmara de Vereadores e da Curadoria do Patrimônio Público do Ministério Público em Araguari, órgãos que, no papel (uma tal de Constituição Federal), deveriam fiscalizar, com eficiência, os atos do Executivo. A culpa, portanto, não é só dele. É do ambiente de impunidade onde vivemos. 

13 comentários:

Anônimo disse...

Marcos Antonio vamos fazer uma campanha de arrecadação de alimentos, roupas , dentre outros, vamos arrecadar dinheiro para cuidar de idosos, mendigos, acredito que seu tempo será muito melhor aproveitado do que ficar procurando erros e falhas na gestão atual de Araguari , todo ano sera a mesma coisa, o próximo será assim , o próximo do próximo , muda pra cá , vamos viver a realidade, vamos fazer algo produtivo , você é uma pessoa que deve estar precisando de amor e carinho, quem sabe você ajudando mais as pessaos que precisam e usando seu tempo pra isso você ficara bem.
Que Jesus te abeçoe, porque mente vazia é oficina do diabo ....

Anônimo disse...

Anônimo(a) das 13:52hs, vamos lá ?!

Inicialmente, o nome correto do advogado e auditor aqui é Antônio Marcos, pegou no tranco, ou terei que desenhar ao seu fraco raciocínio ?!

E nos finalmentes, o conteúdo de sua postagem é a cara da sociedade que aceita calada o "muda pra cá , vamos viver a realidade, vamos fazer algo produtivo".

Por favor, convide-me também a fazer parte da GANG, do time da hora.

A realidade que diz aí, é justamente a desgraçada realidade daqueles que põe a tarja aos olhos, preta mesmo, e tem a oportunidade de fazer algo útil à coletividade, e sucumbem à tentação do ilícito imune e impune, sabedores e confiantes de que a fiscalização do Legislativo é inexistente, e a do Judiciário, inoperante.

"acredito que seu tempo será muito melhor aproveitado do que ficar procurando erros e falhas na gestão atual de Araguari , todo ano sera a mesma coisa, o próximo será assim , o próximo do próximo , muda pra cá ".

Esta é a frase mais NOJENTA, RIDÍCULA, COERCITIVA, ANTIPÁTICA e ASQUEROSA que já li no contexto Araguari, e justamente neste Blog.

Em tempo, e sobre outra matéria, uma foto, Jesus que abençoe o tal Gestor, da foto, com tantos incompetentes ao seu lado.

Dinamitou seu alicerce político:

http://gazetadotriangulo.com.br/tmp/noticias/prefeito-afirma-que-vai-pedir-todos-os-cargos-em-dezembro/

Antonio Marcos de Paulo disse...

Anônimo das 13h52, em consideração à sua desconhecida pessoa, penso que devo algumas explicações.
Primeiro, acredito que tentar passar informações às pessoas sobre a gestão pública é algo importante. Veja bem: falei de coisa pública. Não me interessa o que as pessoas fazem na vida privada. É isso que estou tentando fazer.
Segundo, o objetivo é criar um espaço de reflexão. Veja o caso d post. Falei de uma pessoa que ocupa um cargo, mas trabalha em outro setor (desvio de função). Daí, poderíamos pensar: 1) o cargo de assessor de orçamento é necessário? 2) é correto um agente público esculachar os cidadãos a quem deveria defender e representar?...
Terceiro, eu trabalho no serviço público há mais de 30 anos, mas, mesmo assim, não sou tão pessimista quanto vc. É claro que as coisas não mudarão da água para o vinho. Óbvio: a corrupção não irá acabar. Mas, podemos pelo menos diminuir essas mazelas.
Quarto: é bom que fique claro: se reduzirmos esses desvios (apadrinhamentos, cargos desnecessários, etc.), poderá sobrar recursos para outras finalidades mais nobres, como saúde e educação.
Quinto, sobre essa questão de ajudar às pessoas, eu penso, primeiro, tratar-se de uma questão pessoal ou, se quiser, um tema pra ser tratado entre a pessoa e Deus. Não é preciso postar na internet as nossas boas ações. Deus selou a mão de todos os homens para tornar seus atos inconfundíveis. Logo, a prestação de contas é com Ele, mais ninguém.
Por fim, essa questão de mente vazia não deve se aplicar à minha pessoa. Eu procuro sempre manter a minha ocupada com coisas boas. Se, no meu trabalho e aqui no blog, os gestores, repito, DA COISA PÚBLICA não me dão motivos para elogiar, a culpa, sinceramente, não é minha.
Abçs.

AGEU CESAR disse...

Antônio Marcos, concordo contigo e digo mais, essa fraseINFELIZ é típica de quem tem culpa no cartório e com suas investidas cobrando apurações pode ser que essa pessoa "ANÔNIMA" esteja diretamente relacionada nos excandâlos. Pessoas que seguem esse tipo de conselho que essa pessoa ANÔNIMA te deu é que dão combustível as ROUBALHEIRAS com suas OMISSÕES...

Aristeu disse...

Antonio Marcos, a sua mente, além de não ser vazia, fico a imaginar como cabe tantas coisas. Este negócio de ficar entre você e Deus as suas atitudes caritativas é um ledo engano, eu, mesmo distante, também sei de um pouco. Sei o quanto dá vontade de desistir, mas a gente dorme e Deus nos recoloca no caminho de anunciar e denunciar.

Anônimo disse...

É tem pessoas que realmente gosta de fugir ou mascarar. Voce Antonio Marcos estar no caminho certo, tem que mostrar a realidade, pois se ninguem mostrar entao se dar segmentos sempre para viver na sujeira e podridão. Assim tive-se muitos Antonio Marcos em Araguari, pois se não mostrar a verdade estaria compactuando com toda esta sujeira. Parabens pelas palavras certas escritas, voce se mostrou que não é um covarde como muitos por ai.

Anônimo disse...

E aí "Aqui é Assim Mesmo ", vai chupar a resposta ou quer que embrulhe?

Anônimo disse...

E um absurdo, vi uma postagem dentro do observatorio de Arguari no facebook, onde um internauta Faz a pergunta DE QUEM E ESTA REVISTA. O Tal do LANDER parte para o atque contactando o dono da revista , que pelo que consta e seu chefe direto na Secretaria de Planejamento, falando em processos e tudo mais, uma revista grandiosa , pelo que foi postado de um secretario do atual prefeito, pela agressividade faz-se entender que algo muito pecaminoso assombra os possíveis proprietários do folhetim social de mais ou menos 172 paginas.

Junior disse...

Essa atual gestão é uma gastança só, esse ANÔNIMOS provavelmente são "gente fina" que fazem parte da fatia do bolo, que comem e lambuzam igual a PORCOS no chiqueiro.

Anônimo disse...

Antônio Marcos, tenha certeza que todos seus leitores te apoiam porque conhecem seu trabalho em prol de melhora as coisa nessa cidade, quem "apela" e escrevem futilidades para você, com certeza é um "deles" ou, então, é alguém que já desistiu da vida! E está precisando de ajuda, é uma pena que não diz quem é. Admiramos você e seu trabalho, continue!

Anônimo disse...

Esse Marcos lan der fica o dia inteiro no Facebook caçando sarna e enchendo o saco . Vai caça serviço ohh cargo de confiança cara de pau. Vc faz deboche com as pessoas e vive mamando nas tetas da prefeitura. Vira homem . Vai procurar um cabo de enxada. Pq gastar seu pessimo português pra defender gente que elegemos e não vale nada como vc.

Anônimo disse...

Desde o início em situação que todos compreendiam como irregular, e faturando alto até o final da Gestão, salvo se o Chefe do Executivo também lhe passar o sabre ao pescoço, sem o "resgatar" logo em seguida, como me parece procedimento previsível a todos.

Nunca na história dessa Comarca um AssCom se empenhou tão eficientemente a um Aspone.

Tomara que esta turma faça bom uso dos Profissionais de Psicologia Municipais antes do término da Gestão, pois teremos um monte de enlouquecidos furiosos infestando o mercado de trabalho, quando do final de mais uma enorme mamata.

Claro que isso não acontecerá. Já estarão com o pé de meia feito.

Alguns, com um par.

...

Anônimo disse...

hehehe,

http://gazetadotriangulo.com.br/tmp/colunas/radar/

De sabre, a um canivetinho de roça, destes que pica fumo, se limpam unhas, capa porco, tira bicho-de-pé, ranca miíase e em seguida - passa na blusa - e vai chupar aquela laranja docinha do pomar, até que a pesada e amarga charge do dia 16/09 valeu.

Mas será que o algoz do capuz acabará com nosso terror ?!

...