sábado, 17 de maio de 2014

Blatter e a preguiça tupiniquim

Blatter, presidente da FIFA, disse que falta vontade de trabalhar ao brasileiro
 (Folha de S. Paulo, 17/5/2014)

Senhor Joseph Blatter, somos mesmo um bando de preguiçosos. Apesar de sermos esses seres "macunaímicos", trabalhamos o suficiente para, com o fruto do nosso suor, encher o bolso de dirigentes da FIFA (inclusive o seu) e de políticos e empresários desonestos, todos faturando alto com a Copa de 2014. O senhor pode-se considerar um cara de sorte. Como dizia um velho bordão humorístico: "brasileiro é tão bonzinho!". A maioria do nosso povo é pacífica e nem tem ideia do que rola por baixo dos panos nessas negociações entre a FIFA e os políticos brasileiros. Se a população "soubesse da missa a metade", com certeza o senhor não teria condições de colocar os pés no chão brasileiro. Aliás, nem haveria Copa nem o suado dinheiro público iria para o para os ralos das prioridades invertidas e da corrupção.

2 comentários:

Anônimo disse...

É Auditor.

E ainda temos que tolerar um "ídolo" disparar:

#somosTodosMacacos

e ser copiado pela imensa maioria dos nossos "representantes culturais".

Macacos?! Somente se for mico. Sagui.

Reza a Lenda, que macaco ( velho ) não põe a mão em cumbuca. Pois os velhacos daqui, metem a mão, roubam seu conteúdo, a cumbuca, e até o lugar onde ela estava.

Em seguida, também metem as mãos no peito, e soltam:

ROUBEI SIM. PROVE. E DAÍ ?!

Ser um economista suíço e tomar a banana das mãos de macacos realmente é jogada das mais fáceis.

É o honroso trabalho dele.

...

Anônimo disse...


Presidente da FIFA deve usar a renda obtida com a Copa do Mundo para aumentar eleitorado e conseguir se reeleger no ano que vem.

Reza a Lenda, que o fim justifica os meios.

Lesa a Renda, que quando mais de um(a) BANDIDO(A) se utiliza - compartilhando - dos mesmos meios para justificar fins semelhantes, não basta que estas mesmas pessoas pratiquem delitos, ainda que unidas por tempo expressivo, para que se configure o CRIME DE QUADRILHA. A lei torna necessária a intenção específica de união para cometer crimes.

Isso que é fomentar a qualificação e legalização das sociedades, visando retirar da informalidade, as atividades criminais eventuais...

http://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,europa-se-rebela-contra-blatter-e-pede-fim-do-reinado-do-suico,1509425

...