terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

VERGONHOSA CÂMARA MUNICIPAL

Rafael Kesler*

Com as sinceras e efusivas palavras de sempre, digo com veemência: é deprimente visitar sessões legislativas da desordenada Câmara Municipal de Mediocrenopolis.
Nós chegamos ao pequeno e antigo prédio, acomodamo-nos em precário e desconfortável assento.
O espaço é apertado, sufocante; não há lugar disponível nem mesmo para 1% dos mais de 80 mil cidadãos mediocrenopolenses.
O ambiente é defasado e decepcionante; recinto totalmente inapropriado para abrigar sede do PODER LEGISLATIVO.

***

O horário de início da reunião legislativa é ilógico e o habitual atraso ou injustificada falta de alguns vereadores são fatos absolutamente insultuosos para com o público presente.
A maior parte da discussão de projetos de leis é implacavelmente entediante e os pejosos discursos de alguns edis no plenário demonstra o quanto seus déficits de vocação política são manifestos, evidentes.
Insensatos vereadores que deveriam elaborar leis de grande relevância e utilidade municipal, preguiçosa e desleixadamente apenas propõem inócuas mudanças de nomes de ruas ou tragicamente aprovam desnecessário aumento de imposto ou “debatem”, de maneira infrutífera, temas sem nenhuma importância político-social.
Freqüente e ridiculamente, edis utilizam a tribuna para manifestar esdrúxulos e eleitoreiros atos de clientelismo, politicagem, politiquices, etc (neste contexto, homenagear “apadrinhados” é fato bastante corriqueiro).
Há certo clima de algazarra na bizarra reunião.

***

Alguns vereadores ociosos, improfícuos e inabilidosos não fazem nada (a cena é absurda); estes são – geralmente – desprezível bando de políticos corruptos e despreparados.
Legisladores mediocrenopolenses, obrigatoriamente, deveriam buscar o bem da coletividade, o aprimoramento da saúde, da educação e da infraestrutura local nas mais diversas áreas. Lamentavelmente, ao invés disso, o que solicitam são patéticas, diversas e dispensáveis “pausas de 10 minutos” para um cafezinho ou para gozar o ócio; desperdiçando precioso tempo que poderia ser usado em prol de impactantes propostas de benefícios para a sofrida e subdesenvolvida Mediocrenopolis.

***

O site da Câmara Municipal mediocrenopolense é tragicômico, repleto de textos mal escritos; uma verdadeira “pérola”!
Há uma seção onde constam informações sobre cada edil. Com Português deplorável, lá você pode vislumbrar o quanto a maioria dos vereadores fazem pouco (ou nada) pela cidade Medíocre.
Entretanto, a pior mazela desta Casa Legislativa é o infame conchavo que a grande maioria dos vereadores fazem com o abjeto Prefeito. Dessa forma, ficam gravemente maculadas as estruturas e atribuições do órgão, que não fiscaliza o Poder Executivo de forma satisfatória.
Há, digamos, um “excesso de harmonia entre Legislativo e Executivo”. Este impiedosamente domina aquele. Em decorrência disso, quem sai perdendo é a pobre e desamparada população.
Comissões Legislativas de Inquérito (CLI’s) são empurradas rapidamente para o “arquivo” por causa da submissão de covardes vereadores perante o ignóbil Prefeito. Tudo que este solicita é atendido servilmente.
Mediocrenopolis é uma cidade sem infraestrutura e devastada pelo caos, pela corrupção e pela incompetência governamental.
A saúde é medíocre, a educação lamentável, as ruas esburacadas, as repartições públicas sucateadas, a devassidão administrativa é verdadeiramente abundante...
Aquele que assassina, que trucida brutalmente a cidade? O prefeito.
Os cúmplices do crime? Subservientes e ordinários vereadores mediocrenopolenses.
___________________

*Araguarino, 24 anos, bacharelando em Direito, licenciando em Letras, premiado por duas vezes consecutivas no renomado Concurso Nacional de Contos Abdala Mameri. Autor do blog: www.rafaelkesler1234.blogspot.com
Texto publicado no dia 25 de fevereiro de 2014 no jornal Diário de Araguari.
(coluna publicada às terças, quintas e domingos)
Contato: rafaelkesler1234@hotmail.com

13 comentários:

Anônimo disse...

SABIAS PALAVRAS DESSE LIXO QUE É A POLITICAGEM DE ARAGUARI.

Anônimo disse...

PQP, mas que lixo de cidade sô, ainda bem que deve ficar longe de Araguari

Gustavo disse...

essa não é a criança que apoiava o prefeito?

Anônimo disse...

Pertinente,mas agressivo chamar uma cidade de medíocre... É o eterno complexo de vira-latas, que acaba contribuindo para piorar a imagem da cidade. Se quer fazer denuncia, atentar os cidadãos para as verdades que ocorrem, ok... É válido e absolutamente importante. Mas, eu, como cidadã araguarina que vivo fora dai, senti um incômodo enorme com o termo que vc usou, a ponto de qse achar 'mediocre' (apesar de tudo) o seu texto.

Anônimo disse...

Palavras muito oportunas, um prefeito que não faz nada, um legislativo que não faz nada e uma população que não pressiona, não cobra, não busca mudar. Um governo que poucos são favorecidos e que todos nós pagamos a conta.

Anônimo disse...

Rafael...não sei se você está lembrado,mas eleição passada você brigou com "meio mundo" em favor desse Prefeito.Pense melhor nas próximas eleições...poise foram VOCÊS que colocaram ele lá !!

Anônimo disse...

Realmente ele apoiou essa merda de prefeito pois ele acreditou que o mesmo pudesse fazer algo para nossa cidade com a maioria da população também acreditou, mas não é pq ele apoiou que ele iria continuar apoiando todas essas cagadas da prefeitura isso mostra que ele ta do lado do povo, quanto ao que disseram q foi agressivo chamar a cidade de medíocre me descreva a cidade em outra palavra! Vai piorar a imagem da cidade??? Quem é que liga pra imagem??? Estamos preocupados é com o tanto de
políticos sem vergonha que colocamos para administrar essa cidade o povo brasileiro preocupa muito com "IMAGEM" foda-se imagem queremos é educação para nossos filhos, e uma saúde no minimo decente essa cidade não esta medíocre a palavra certa seria "esta um lixo" e se a população não abrir o olho vai ficar cada vez pior ao invés de preocupar com imagem da cidade preocupe em fazer algo para melhorar essa situação para que a cidade volte a ser cidade soriso

Anônimo disse...

Um clássico caso de cabo eleitoral decepcionado, assim como 120 mil habitantes que assistem de boca aberta o dinheiro do povo ser gasto com shows, festas e empreiteirinhas de fundo de quintal que ganharam mais de 100 licitações de janeiro de 2013 a fevereiro de 2014.

Anônimo disse...

Parabéns pelo texto Rafael.
Retratou com primor a experiência ímpar de se frequentar uma sessão da câmara municipal brejo alegrense.
Deve ser por isso, que antes de súbita vontade em ser vereador e de poupudo pagamento na casa dos dez mil reais, praticamente nenhum dos edis sequer uma vez frequentou a casa sentado no lugar do público.

Riberto de Sousa Junior.

Anônimo disse...

UBERLÂNDIA-MG, 26 de fevereiro de 2014.

Prezado Kesler,

Ó ... depois, se for "ameaçado"... digo, homenageado com a MOÇÃO DA MEDIOCRIDADE, e a CHAVE DA CELA... digo, da Cidade, não exite em recebê-las.

Estaremos lá, novamente, perfazendo o "quorum vos unum esse volemus". E os Edis também. Espero.

Atenciosamente,
O Antônimo, agora com preguiça de assinar as próprias postagens.

Anônimo disse...

Esse cara era um puxa saco do prefeito... o que foi ta decepcionado agora tadinho!!! podre esse texto...

Anônimo disse...

A maioria desses que se sentiram incomodados com as sábias e realistas palavras do jovem escritor deve MAMAR nas tetas da politicagem.
Araguari é uma bosta mesmo.. sô..

Anônimo disse...

Eu dou o desconto para as pessoas que não o conheciam e não sabiam de suas verdadeiras tensões. Tem pessoas que são ótimas na arte de falar, mas serviço, não sai nada. Algum tempo atrás eu ouvi um certo secretário dizendo que tinha que demolir a Upa. Coitado! Só porque foi o Marcos Coelho que fez, ele é engenheiro. Quem casou com a viúva tem que assumir os filhos. Cria vergonha vai terminar as obras do Marcão.