quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Sobre candidatos oportunistas e candidatos paraquedistas

 Véspera de eleições é um período peculiar no qual cenas patéticas, cômicas, ridículas – pra não dizer odiosas – são habituais, freqüentes, rotineiras.

Enojado, vislumbro, dentre diversos outros, dois repugnantes grupos de pessoas mendigando votos: os crápulas “da cidade” e os picaretas “de fora”. Aqueles, denomino oportunistas. Estes, qualifico como “paraquedistas”.

Não dá dizer qual desses agrupamentos de indivíduos é o mais licencioso, reprovável, asqueroso.

Em meio aos candidatos oportunistas é possível encontrar: sanguessugas do erário público; ex-prefeitos caras-de-pau que fracassaram em seus terríveis mandatos; pessoas desprovidas de vocação política; entre outras figuras lastimáveis.

Os paraquedistas são nefastos pescadores de sufrágio. Inesperadamente aterrizam seus imundos pés em municípios. A população não os conhece; mesmo assim, eles têm a audácia de pedir – de quatro em quatro anos – alguns votinhos. A cena é esdrúxula, bizarra!

Os componentes dos supramencionados grupos tem em comum estas características: eles são imorais, corruptos, sujos; seus nomes constam em abjetos escândalos políticos; suas vituperiosas atuações, na maioria das vezes, são voltadas para benefícios próprios. Eles são egoístas; o bem-comum da sociedade fica em segundo plano.

Se você conhece alguém que se enquadra no perfil acima descrito, CUIDADO! Atente-se. Apure seu senso-crítico, pois ele é a maior arma para identificar e repelir os ímprobos candidatos oportunistas e os escusos candidatos paraquedistas.

Proteste. Faça imoderado uso da liberdade de expressão para alertar seus semelhantes sobre os riscos que advém da presença dos inaptos “aspirantes à políticos”.

Vote em quem já fez grandes realizações na sua cidade.

Vote em quem tem ficha-limpa.

Vote em quem manifesta bom caráter e vocação política.

___________________

* Rafael Kesler. Araguarino, 24 anos, bacharelando em Direito, licenciando em Letras, premiado por duas vezes consecutivas no renomado Concurso Nacional de Contos Abdala Mameri. Autor do blog: www.rafaelkesler1234.blogspot.com

Texto publicado no jornal Diário de Araguari no dia 04 de fevereiro de 2014.
(coluna publicada às terças, quintas e domingos)
Contato: rafaelkesler1234@hotmail.com

2 comentários:

Anônimo disse...

Candidato perfeito para Araguari: Precisa ser daqui, morar em Uberlândia,fazer pouquinho para nós, mais para outras cidades. Ele precisa ganhar votos nas redondezas. E quando morrer pedir para ser enterrado em Araguari porque alguém de sua família vai precisar futuramente viver da sua sombra para também ganhar votos e tapear o povo.

Anônimo disse...

com esses candidatos que se apresentaram, so mesmo votando em candidatos de fora, fala serio!