quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Garota de oito anos pede ajuda para fazer cirurgia de ouvido





Fonte: Linha Dura Araguari (clique aqui)



Pitaco do Blog

A garotinha necessita realizar uma cirurgia no ouvido. Detalhe: há um ano, o repórter já havia noticiado a necessidade desse tratamento. De lá pra cá, nada mudou. Esse é mais um dos indícios de que a qualidade da saúde pública independe de quem sejam os governantes do momento. É sempre ruim. É preciso mudar esse quadro triste.

9 comentários:

Anônimo disse...

E essa mãe está esperando o quê? Ainda não deu um jeito de atravessar para Uberlândia e conseguir um recurso para filha, já que viu que em Araguari isso já virou descaso. Nessa selva de pedra é cada um por si e Deus por todos minha filha!

Anônimo disse...

Não sou uberlandense, porém tenho cadastro no PSF, UAI, UFU. Faço consultas, exames de rotina e ate alguns mais complexos, tratamento e tudo pelo SUS, sem muita dificuldade . Claro que tive que por um tempo ficar por lá, mas valeu a pena, tenho muito que agradecer a cidade de Uberlândia que me acolhe e na questão de saúde tenho mais é que lhe parabenizar. o Hosp. Munic. então! É coisa de primeiro mundo.

Antonio Marcos de Paulo disse...

Anônimo das 20h30, essa é a realidade de um número crescente de araguarinos. Têm sido relatados casos de araguarinos que transferiram seus benefícios do INSS para Uberlândia para poder comprovar domicílio lá e receber atendimento na rede pública.
O que mais me revolta no atendimento da saúde em Araguari (inclusive pra quem tem plano de saúde) é o fato de os médicos (nem todos) não darem um encaminhamento para solucionar os casos. Alguns desses profissionais ficam cozinhando os pacientes em Araguari apenas para garantir algumas internações e consultas. Não dizem, logo de cara, que em Uberlândia existem outras soluções para o problema (cirurgia, por exemplo).
Veja o caso dessa garotinha. Pode até parecer que a mãe dela está agindo devagar. Entretanto, a lentidão é do sistema, que vai empurrando o problema com a barriga. Com o agravamento das doenças, o tratamento fica muito mais oneroso para a sociedade e mais sofrido para o paciente.

Anônimo disse...

Antonio Marcos, essa é a realidade de todas as cidades circunvizinhas a Uberlândia, todos em busca de um melhor serviço de saúde. Eu particularmente também adotei aquela cidade, hoje tenho duas moradias, dois endereços fixos e fiz mais, transferi meu título para lá, a partir do momento que os governantes da minha cidade não conseguem me oferecer uma saúde pública descente também não merecem meu voto. Amo minha pequena, linda, tranquila e aconchegante cidade, mas para isso preciso me amar primeiro e cuidar do meu físico. Os profissionais da saúde aqui são claros e precisos, quando eles vêem que não tem solução eles mandam as pessoas correrem em busca de recurso, ou seja, correrem para Uberlândia!

Rafael Kesler disse...

Uberlândia e Araguari possuem quase a mesma idade.

Porém, em se tratando de desenvolvimento, Araguari caminha a "passos de tartaruga", enquanto Uberlândia, gigante, poderosa, acelera velozmente rumo à excelência.

Araguari e Uberlândia... Estranhos contrastes!

Aqui, em Reriguery-Hell City, políticos ruins, desde tempos remotos, só prejudicam a população...

Anônimo disse...

Mas carnaval popular que nem Araguari Uberlândia não tem, vai ver se lá vai ter Cristiano Araújo por exemplo? bando de invejosos do melhor governo que Araguari já teve

Anônimo disse...

Anônimo das 23:27 - Inveja de um governo "fusado" desse? Onde só se vêem reclamações? Uberlândia não se preocupa em jogar dinheiro fora com festa popular. Sabe porquê? Lá se investe em saúde,PSF,UAIs, em um hospital municipal que serve de modelo para qualquer país. Que aliás, devem-se "tirar o chapéu" pro Odelmo. Um hospital de primeiro mundo ele deixou no seu governo. Vá conhecê-lo, pra depois falar em inveja de governo festivo. Verá que seu comentário foi infeliz. E se algum dia você também precisar de recurso, vai pra lá também, será bem acolhido.

Anônimo disse...

"Falou (escreveu) o que não devia/sabia, ouviu(leu) o que não queria/gostou."...."Quem conversa demais dá bom dia a cavalo" não é mesmo Anônimo das 23:27

Anônimo disse...

Anonimo das 22:52 o anonimo das 19:47 disse que o anonimo das 20:39 acredita que o anonimo das 02:26 e os outros anonimos de toda hora vão continuar engolindo esse governinho e vão votar nos piorzim candidatos que a cidade tiver