quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Tarja Preta Araguari: ex-secretário estaria atrapalhando a atuação dos investigados

Em conversa interceptada pelo MP/GO em 23/05, o então suprocurador do município Marcel Mujali
reclama da interferência do ex-secretário de Administração (fonte:www.diariodegoias.com.br)

Em conversas captadas pelo Ministério Público do Estado de Goiás, o então subprocurador do município Marcel Mujali afirma ao advogado Tomaz Chayb, suposto integrante de organização criminosa que atuava em Goiás, que o então secretário de Administração Luiz Gonzaga Barbosa Pires estava reclamando de que o "sistema" usado na licitação estava sendo um fracasso. Concluiu que o secretário estava fazendo oposição. Disse ainda que "terão que conversar com o Prefeito para acalmar RAUL."

Coincidentemente ou não, o secretário foi exonerado do cargo em 12/09 (clique aqui). A alegação é de que Gonzaga teria saído por questões particulares. Ele foi, então, substituído pela servidora Mirian de Lima, que tomou posse em 20/09.


3 comentários:

Edilvo Mota disse...

A menos que ele (Gonzaga) me provasse pessoalmente o contrário (e duvido que conseguisse fazer), este é um cidadão araguarino acima de qualquer suspeita.

Como homem, pai de família, professor, amigo, conselheiro, etc, etc, é uma das figuras mais corretas que conheci ao longos dos meus 54 anos. E embora com modesto histórico pessoal, tive a oportunidade de conhecer muita gente decente na vida.

O currículo de LUIZ GONZAGA BARBOSA PIRES como profissional na iniciativa privada, como professor na Universidade Federal de Uberlândia (onde ocupou quase todos os níveis da administração universitária) e na Unipac, como consultor, auditor o credenciariam, caso vivéssemos num país politicamente decente, como candidato natural a prefeito de sua cidade natal (Araguari).

Infelizmente, como ocorre sistematicamente, a presença de pessoas desse naipe na amarfanhada, corrupta e suja gestão pública brasileira, acaba ceifando talentos e deixando à míngua a coisa pública. Definitivamente, a mistura de água cristalina com óleo de peroba não costuma mesmo dar liga.

Perdeu Araguari, com sua saída. E não era de se esperar nada diferente desta personalidade no caso em tela, senão "atrapalhar" esquemas.

Meu respeito, sempre, mestre...

Aristeu disse...

Uai? Perdeu como? A Mirian Lima, que entrou, não é ficha-limpa e heroína?

Edilvo Mota disse...

Prezado Aristeu, um grande time é a soma de talentos. A saída de Gonzaga é um grande perda, mas não coloca em cheque a lisura de Mirian Lima.