terça-feira, 23 de julho de 2013

Contratação irregular de servidores

Contratação irregular
A Prefeitura continua com seus atos estranhos. Depois de o servidor Marcos Lander trabalhar durante 3 meses de forma irregular na Prefeitura (ele era servidor estadual e, até 1º de abril, não havia sido nomeado para exercer cargo no município), o questionamento da vez é em relação ao senhor Silvio Vieira. O blog Voz de Araguari (www.grupovozdearaguari.blogspot.com.br) informa que a cessão desse servidor estadual (professor) ao município foi negada. Dessa forma, questiona a legalidade da sua “contratação” para ocupar cargo comissionado na Prefeitura Municipal.

Não é novidade

A contratação de servidores de forma irregular está se tornando comum na gestão atual. O Correio Oficial do dia 21/06 publicou a contratação, como empregado temporário lotado no Pronto Socorro Municipal, do médico Idson Fernandes Brito (PCdoB / MG), que ocupa atualmente o cargo de prefeito de Lassance-MG (cidade que fica há um pouco mais de 500 km do nosso município).  A acumulação de cargos ou empregos públicos por prefeitos é proibida pela Constituição Federal. A irregularidade pode caracterizar, inclusive, ato de improbidade administrativa. É preciso que o Ministério Público atue, com o rigor necessário, para colocar fim nesse rosário de irregularidades praticado pelo governo Raul Belém. 

Transcrito da coluna "Matutando", jornal Observatório, 23/07

Um comentário:

Anônimo disse...

Como faz falta nosso Saudoso Promotor de Justiça Dr. Sebastião.