segunda-feira, 22 de abril de 2013

Varejeira na refeição e falta de medicamentos no PSM


Circula na internet informação de que uma servidora da Saúde teria sido transferida do Pronto Socorro Municipal (PSM) após denunciar irregularidades naquela unidade. Junto com a informação, foram veiculadas fotos de comida estragada (com varejeira) servida aos funcionários e de um aviso noticiando a falta de um medicamento básico (dipirona sódica, conhecida como Novalgina). Até quando iremos presenciar esse tipo de situação na saúde pública de Araguari?

Transcrito da coluna Matutando, jornal Observatório, 19/04.


3 comentários:

Edilvo Mota disse...

A própria servidora confirma o fato.

Lamentável que os métodos, tão antiquados quanto calhordas, se repitam.

Anônimo disse...

Vi as fotos, são horríveis. Além da novalgina existia orientação por escrito de economia de anestésico. Dá pra acreditar. O paciente chega e é informado que como o anestésico está em falta ele tem que aguentar calado e sentir dor sem reclamar. Um absurdo.

Rafael disse...

Guardem minhas palavras.
Esta administração será a pior que Araguari já viu.
Coitados os que votaram nesses "muleques" para assumir a prefeitura. Uns garotos filhos de papai e festeiros sem experiência administrativa nenhuma, "des"governando uma cidade desse porte. Tenho pena da minha terra e do meu povo. Aliás, tenho pena da minha terra e só de metade do meu povo porque a outra metade esta tendo o que merece. Como já me disseram uma vez. "Cada povo tem o governo que merece".