sexta-feira, 5 de abril de 2013

Terra sem lei



Em Araguari, tudo é normal. Nada mais assusta. O megaevento do dia da posse do prefeito saiu de graça. O município, ao que tudo indica, foi generoso com empresa contratada para realizar o Carnaval 2013. O responsável pela saúde pública, de acordo com o Ministério Público, proibiu o fechamento de estabelecimento que não cumpria regras mínimas de higiene. Pessoas sem vínculo com a Prefeitura agem como se fossem funcionários públicos, tendo acesso a informações e repartições públicas. Alguns agentes públicos recebem adiantamentos de dinheiro sem dar explicações à sociedade. Agente político acumula cargos ilegalmente na Prefeitura e no Estado sem nenhuma espécie de controle interno.

Ninguém presta contas de nada. Ninguém exige o cumprimento das leis. O que vale é a "política" (entre aspas e com "p" minúsculo). Terra sem lei. Dominada há tempos por uma classe política sem vergonha.

6 comentários:

Edilvo Mota disse...

Isto é opção dos próprios cidadãos.

A maioria prefere a comodidade da omissão. Alguns espertalhões vivem de sugar as tetas da viúva, independente do governo de plantão, adulando deus e o mundo.

Meia dúzia se manifestam. E são sempre rechaçados com o bordão "é intriga da oposição".

Ironicamente, são os mesmos bundões, omissos e coniventes com tanta falcatrua, que fazem beicinho com a famosa e triste piadinha dos "três B's"...

Anônimo disse...

Governo da mudança? Não, governo da decepção! Infelizmente...

Anônimo disse...

Isso tudo já era esperado desde o resultado das eleições, agora é amargar longos 4 anos de completo retrocesso e indignação. Com tanta coisa ilegal e imoral feita de forma escancarada que o Ilustríssimo prefeito vem fazendo logo seremos noticia no cenário nacional. É uma vergonha.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o comentário do Senhor Edilvo. Tem gente lá que meteu o pau no atual prefeito na época da eleição e agora está lá, sentado atrás de uma mesa ganhando seu salário e de boca fechada, tecendo elogios ao mesmo. Não sei quem é pior, se é quem contrata ou se é quem se presta a essa situação.

Anônimo disse...

Cadê o Concurso, cadê a solução do Hospital Municipal. Só ficam ai viajando na faixa e gastando nosso dinheiro. Forma-se comissões de um bando de puxa sacos pra fazer nada em Belo Horizonte. E ainda falam "são todos especialistas" só se for de puxar saco. Resumindo, conversa pra boi dormir.

Anônimo disse...

...Sei que o tema que falarei a seguir não tem muito haver com os comentários acima e que não tenho hábito e nem tãopouco a perspicácia dos nobres comentaristas deste blog,porém ao receber meu carne do IPTU fiquei chocado com os valores, principalmente das taxas! afinal pra que tanta taxa?que diferença tem entre taxa de limpeza e conservação? e se existe porque nunca vi uma pessoa varrer a rua do meu imóvel?Assim fica façil,os pobres pagando impostos e taxas e alguns "doutores" da cidade nunca pagaram um ano de IPTU!e mais pra vai esse dinheiro arrecadado...?