segunda-feira, 15 de abril de 2013

Shows superfaturados


Nesta semana, foi deflagrada a Operação “Máscara Negra”, que investiga corrupção e desvio de verbas em diversos estados brasileiros. Mais de 150 promotores e 1.300 policiais participaram da ação. Buscas e apreensões aconteceram em municípios dos estados da Bahia, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Rondônia e São Paulo. Entre as principais irregularidades apuradas, encontram-se as suspeitas de superfaturamento no pagamento de shows musicais por diversas prefeituras.

De acordo com o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, um dos locais onde foi realizada a operação, a Prefeitura de Guamaré gastou mais de R$ 6 milhões em festas. Já a de Macau chegou à cifra de R$ 7 milhões entre 2008 e 2012.

As irregularidades na contração de shows e eventos não são propriamente uma novidade no país. Há dois meses, ganhou notoriedade a contratação da cantora Ivete Sangalo para realizar um show na inauguração do Hospital Regional de Sobral, no Ceará. O Estado pagou 650 mil reais pelos serviços da artista. Dias após a inauguração, parte da fachada do hospital simplesmente desabou.

Embora não seja alvo dessa investigação, o município de Araguari também tem gasto dinheiro público com esse tipo de evento. As festividades do Carnaval deste ano, por exemplo, custaram aproximadamente 500 mil reais aos cofres públicos. Suspeitas de irregularidades em contratações e de favorecimento a uma determinada empresa ainda estão sendo investigadas pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais. 

Transcrito do jornal Observatório, 12/04.

3 comentários:

Anônimo disse...

Poderiam incluir Araguari.
Nossa cidade com certeza se encaixa na investigação. Não precisa procurar muito.

Leandro Cezar Maniezo disse...

Quanto custou o Show do Milionário e José Rico? Soube de fontes seguras que o show do Roupa Nova é em torno de R$85.000,00. Bem se vê a diferença entre shows pagos por particulares e pela prefeitura.

Aristeu disse...

Em ARaguari tem artistas de sobra. A gente exporta e não usa.