segunda-feira, 15 de abril de 2013

Maus profissionais na Saúde Pública


Maus profissionais na Saúde Pública
A saúde pública agoniza Brasil afora. Uma das causas desse problema é acumulação ilegal de cargos públicos por médicos e outros profissionais de saúde. Vê-se, com frequência, casos de profissionais que afirmam trabalhar até mais de 80 horas semanais no serviço público (o equivalente a dezesseis horas diárias de segunda a sexta). Como ninguém pode estar em dois lugares ao mesmo tempo, alguns desses maus profissionais costumam faltar ao serviço (plantões, inclusive).

Revolta gradual
Aos poucos, esse assunto vai revoltando parte da população. Reportagens televisas têm contribuído para jogar luz sobre as trevas. Tivemos casos de médicos que fabricaram digitais de silicone para “bater o ponto” no serviço do SAMU. Existem, ainda, casos de profissionais que afirmam dar expediente, no mesmo dia, em cidades separadas por centenas de quilômetros.

Transcrito da coluna Matutando, jornal Observatório, 12/04.

Nenhum comentário: