terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

São muitas coincidências...

Editais de Araguari e de Patrocínio: expressões e resultados idênticos.

Ao que tudo indica, o edital de licitação do Carnaval de Araguari possui muitas semelhanças com o do Carnaval de Patrocínio (PatrôFolia 2011). Não tenho em mãos, ainda, uma cópia do edital completo daquela cidade, mas, analisando os resumos dos dois instrumentos convocatórios (foto acima), as semelhanças chamam a atenção.
Nos dois editais, temos o seguinte trecho idêntico: "COM EXPLORAÇÃO COMERCIAL DA ÁREA DESTINADA AO EVENTO, NA FORMA DE TÍTULO". Essas expressões não são comuns nesse tipo de edital. Pesquisando na internet, só encontrei esses dois casos. A exploração econômica, por si só, é algo não previsto legalmente para esse tipo de contrato de prestação de serviços. Desequilibra economicamente o contrato. Claro, em favor da empresa privada. Não sei como a Prefeitura conseguirá fundamentar legalmente a assinatura desse tipo de ajuste.
Ainda, a cópia parece ter sido feita de forma descuidada pela FAEC. A expressão "NA FORMA DE TÍTULO" refere-se, no edital de Patrocínio, a um trecho do termo de referência (um dos anexos). No edital de Araguari, ela não possui qualquer sentido lógico, uma vez que não existe o tal "TÍTULO I" no termo de referência da licitação.
Também, deve ser destacado o fato de a empresa ganhadora da licitação em Araguari, Cia. Fivela de Prata Ltda., ter sido, também, a vencedora da licitação para o PatrôFolia 2011.
Como diria Roberto Carlos (readaptado), são muitas coincidências...

7 comentários:

Anônimo disse...

é muita cara de pau. Devemos boicotar esse evento. Será que não cabe medidas legais para impedir esse roubo? Ou então o Prefeito vai passar de casa em casa recolhendo dinheiro pra pagar a divida dele que deve ser milionária com a Cia. fivela de prata. Se todo evento que eles fizerem tiver um prefeito caridoso como esse logo logo vai virar cia fivela de ouro

Alessandre Campos disse...

Como ocorreu na época da campanha eleitoral, que copiaram do site da Prefeitura de Cascavel um programa de governo, apresentando ao eleitor como sendo do Raul Belem. A prática da copia de documentos é recorrente entre a turma que assessora o prefeito atual. Com tudo isso, estão dando tiro no próprio pé, pois a credibilidade está indo para o ralo.

Aristeu disse...

Administrar.... Ai de mim ministrar.

Hojé é bom demais, ainda mais com patrocínio por perto.

Anônimo disse...

Carnaval, folia, festa, sexo, drogas, bagunça, algazarra e muito dinheiro público gasto...

Enquanto isso... pessoas morrem igual animais no horrendo pronto-socorro municipal, que oferece um péssimo e desumano atendimento...

Bosta de Araguari...

Anônimo disse...

era de esperar essa festança com dono de revista, dono de rádio, gente que só pensa em farra

Edilvo Mota disse...

Nos últimos dias ouvi inúmeros relatos:

- de servidores públicos municipais, dizendo que precisam levar, por exemplo, papel higiênico, açucar e pó de café da própria casa para as repartições;

- de fornecedores reclamando de atraso no pagamento de serviços prestados, desde dezembro.

Prioritário que esse tipo de problema seja sanado com urgência.

Simultaneamente, apuração de responsabilidades e tomada das providências cabíveis. Afinal, um governo que passou 4 anos ufanando por sua suposta capacidade gerencial (não menciono o quesito honestidade), não poderia ter deixado o tesouro municipal nesse estado de penúria.

Por outro lado, teria sido prudente não inverter tanto recurso público com festa de carnaval, quando setores primordiais purgam dificuldades e escassez.

Questão de prioridades...

Anônimo disse...

O dono do Fivela de Prata foi um dos "apoiadores"de campanha, ele tinha que receber o dinheiro de volta e fazer um pezinho de meia né.