quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Mudança de local do Carnaval 2013

Abre aspas para a coluna Radar, Gazeta do Triângulo, 14/02:
EM OFFSomente na tarde da última terça-feira 12, a coluna tomou conhecimento sobre uma movimentação entre os moradores da região central contra a realização do Carnaval 2013 na avenida Theodolino. Representantes desse movimento procuraram o Ministério Público e pediram a interferência da justiça.

Pitaco do Blog

Não vejo nada de absurdo nesse movimento e na decisão que determinou a alteração do local do Carnaval 2013. 
Os moradores e comerciantes da região teriam-se  organizado pacificamente para a defesa de seus interesses. Nada mais legal e legítimo que isso. Afinal, a Avenida Teodolino Pereira é uma área residencial e comercial, não sendo legalmente um setor de diversões. Essa mudança de uso pode-se dar excepcionalmente e de forma justificada.
Igualmente, a intervenção do Ministério Público não pode ser questionada. É função da instituição defender interesses sociais e coletivos. Se o Promotor viu a possibilidade de o evento causar danos aos participantes ou à coletividade, deveria agir dessa forma, acionando o Poder Judiciário, a quem cabe dar a última palavra sobre o assunto.
Essa confusão toda deve servir de aprendizado. A partir dela, o município deve repensar o seu plano diretor, regulando melhor o uso dos espaços públicos. Criar um setor específico para diversões é medida que se impõe. Concretizando isso, todos irão se beneficiar. Garante-se o direito à cultura e à diversão de uns sem prejudicar o interesse dos demais.

Nenhum comentário: