sábado, 14 de julho de 2012

Demóstenes, Cachoeira e Araguari?

Ex-senador Demótesnes Torres, em foto extraída do Portal G1


De acusado a acusador. Com o mandato cassado, Demóstenes Torres deixa o cargo de senador. Irá reassumir suas funções de procurador do Ministério Público do Estado de Goiás. Agora terá a função de investigar e acusar as quadrilhas que atuam naquele estado, inclusive a chefiada pelo seu amigo Carlos Cachoeira.
Esse fato aparentemente nada tem a ver com a cidade de Araguari. Entretanto, por mostrar que as redes de corrupção já se enfronharam em órgãos estatais importantes, como o próprio Ministério Público, demanda uma certa reflexão por parte dos araguarinos.
Como tem sido a atuação dos promotores de justiça na cidade? Alguns desses membros do Ministério Público são pessoas próximas demais de integrantes do governo? Há sinais de leniência de promotores com certos atos praticados por agentes políticos da cidade? Dependendo das respostas dadas as essas perguntas, saberemos se, também, em Araguari, existem sinais de que organizações criminosas conseguiram invadir instituições relevantes para fiscalizar a fiel execução das leis. 

Um comentário:

Aristeu disse...

Eu quero um araguarino Carlinhos Jordão, por exemplo.