sábado, 30 de junho de 2012

Raio-x quebrado novamente

Pronto Socorro Municipal, funcionando provisoriamente no prédio do
 "Hospital Municipal" de Araguari (foto capturada no Portal G1)

Abre  aspas para uma usuária do SUS em Araguari:
"Fui agora ao departamento de Raio X do Hospital Santo Antônio e fiquei estarrecida com o que vi. Segundo informações o aparelho de Raio X do Pronto Socorro esta quebrado e os pacientes que dele necessitam estão sendo encaminhados para o Hospital Santo Antônio. Até aí tudo bem... Se o pessoal do hospital tivesse sido notificado dos encaminhamentos. As atendentes não sabem o que fazer e inúmeras pessoas com dores, torções, fraturas numa pequena sala de espera... Sem informações e sem esperança de um atendimento digno e humano! Um absurdo!"

Pitaco do Blog
Os aparelhos de raio-x e mamografia do município quase sempre estão parados. A falta de utilização desses equipamentos traz prejuízos à população e aos cofres públicos. Ora a população fica sem os exames (como no conhecido caso do mamógrafo), ora sofre transtornos, tendo de se deslocar do PSM para o Hospital Santo Antônio para realizar um simples exame de raio-x, conforme relatado pela usuária do SUS. O prejuízo aos cofres públicos fica claro quando, mesmo possuindo os aparelhos, o município paga terceiros pela realização dos exames. É como ter um carro zero na garagem e alugar um outro veículo. É jogar dinheiro fora por falhas de gestão.
Além disso, tivemos os casos mal resolvidos do aparelho de mamografia guardado em um depósito sem as devidas condições de conservação e o pagamento por serviços de manutenção não realizados. No primeiro caso, mesmo autuado pela Gerência Regional de Saúde, o município não apurou responsabilidades pelo armazenamento inadequado do equipamento. No segundo, apesar de caracterizadas irregularidades no pagamento por serviços não prestados, até o momento nem a comissão processante do Executivo nem a Comissão Legislativa de Inquérito concluíram seus trabalhos. Apenas a servidora que, corretamente, fez a denúncia sofreu as consequências, perdendo o cargo de confiança no PSM.
Na minha opinião, passou da hora de o Ministério Público do Estado de Minas Gerais tomar uma atitude mais efetiva em relação a essas falhas constantes na saúde pública. Essa instituição, na condição de fiscal da lei e defensor dos direitos do cidadão, tem o dever de agir, instaurando processos administrativos e judiciais a fim de reparar prejuízos e punir os responsáveis. Não podemos aceitar que agentes públicos pagos com o dinheiro dos nossos tributos fiquem em silêncio diante de tantas deficiências nos serviços de saúde do município.

6 comentários:

Anônimo disse...

além de problemas de raio x quebrado,o aparelho de mamografia não funcionando, a secretaria de saude terá que enfrentar um grande problema que o novo coordenador da vig sanitária esta perseguindo funcionários dentro da visa, voces só escuta gritos do novo coordenador com funcionários dentro da sala, fiquei sabendo que os funcionários perseguidos entraram com mandato de segurança no ministério publico, e um processo no ministério do trabalho,contra o mesmo.

Anônimo disse...

realmente semana passado o coordenador da visa estava gritando com uma funcionaria porque ela foi ao banheiro e ele pensou que ela teria indo embora, a menina saiu chorando e desesperada foi embora. que situação os funcionários da visa agora não podem mais usar o banheiro. obs:podem sim só com autorização do coordenador.

Wellington Colenghi disse...

Prezados anônimos:
Se a situação encontra-se nesse nível, apenas lamentar e choramingar no blog, nada resolve. Sugiro que procurema justiça do trabalho joguem uma ação de danos morais em cima dessa pessoa que segundo vocês, se tornou um tirano. Desapeguem-se de gratificaçõezinhas e horas-extra ou alguma vantagem e façam valer sua dignidade. Fiz isso e não me arrependo, não fiquei só chorando anonimamente no blog.

Anônimo disse...

Tem gente na secretaria de saúde que anda se lamentando por deixado um emprego em Brasília acreditando em mais 4 anos gritando com funcionário sob a proteção de Nicinha. A coligação de Raul caiu como uma bomba e tem gente preocupada com reabertura de CLI no próximo mandato.

Anônimo disse...

ela nao deixou o emprego em Brasília, foi demitida por abandono do mesmo jeito que a saúde em Araguari tá abandonada, mais se o Raul ganha ela dá um jeito de arrumar outra boquinha ela é esperta, e o Raul quando foi vereador protegeu essa cambada da secretaria lembra?

Anônimo disse...

que CLI que nada depois que ganha todo mundo esquece de moralidade e só pensa no bolso, nao foi esse governo que ia consertar os erros do governo do Alvim e nao éra essa camara que ia modernizar a fiscalização, acorda povo esse povo tudo é igual