terça-feira, 5 de junho de 2012

Prefeitura confirma realização de concurso e espera liberação do TCE/MG para marcar nova data para provas


Já foram prestados os esclarecimentos solicitados pelo TCE/MG, que poderá revogar a liminar que suspendeu o concurso

Dr. Dejair Flávio de Lima, Secretário Municipal de Administração

 Na última sexta-feira, 01, a Prefeitura foi surpreendida com a decisão do TCE/MG (Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais) que determinou a suspensão do concurso público que seria realizado no domingo, 04. A suspensão deu-se na antevéspera do concurso, sem tempo hábil para suficiente divulgação da medida, levando a Prefeitura a recorrer à imprensa local e regional, inclusive televisada, para avisar aos candidatos sobre a suspensão do concurso.

O Secretário de Administração, Dr. Dejair Flávio de Lima, disse que a Prefeitura já prestou as informações e esclarecimentos necessários, esperando-se que o concurso seja liberado em breve, não obstante haver uma sobrecarga de trabalho no TCE/MG, que suspendeu liminarmente concursos públicos de outros 36 municípios mineiros, tendo que examinar o mérito de todos eles, inclusive o de Araguari.

O Secretário Dr. Dejair Flávio de Lima fez questão de explicitar que se trata de simples suspensão, em caráter provisório, e não de cancelamento definitivo do concurso, assegurando que a Prefeitura vai realizar concurso público para preenchimento de cargos tão logo haja a liberação por parte do TCE/MG.

Foram feitas 4.409 inscrições para os cargos em geral, sendo 11 deficientes físicos. Todo o dinheiro referente às inscrições está depositado em conta bancária da Prefeitura, podendo ser devolvido integralmente caso haja o cancelamento do concurso.

Transcrito do Correio de Araguari, 05/06

Pitaco do Blog
Eis o outro lado da notícia. Digamos que é uma versão positiva do fato.
Um reparo. A Prefeitura não pode, ainda, confirmar a realização do concurso. Se pudesse, por que não teria fixado logo a nova data das provas? O concurso está suspenso. O Tribunal poderá considerar satisfatórias ou insatisfatórias as medidas tomadas pelo município. Logo, conforme o caso, o concurso poderá prosseguir ou não. Se for autorizado o prosseguimento, haverá a necessidade de se abrir novos prazos para as diversas fases.

Nenhum comentário: