quarta-feira, 6 de junho de 2012

Mazelas previsíveis


Feriado prolongado. Nesse período, agravam-se os problemas na saúde pública. A falta de médicos em unidades de urgência e emergência é um das irregularidades mais comuns, sobretudo, nessas folgas. Morte de pacientes e filas intermináveis não são fatos raros. Alguns profissionais de saúde simplesmente "esticam" o feriado. Impunemente, descumprem escalas de plantão. Relegam os pacientes à própria sorte. Tudo isso escancarado nos noticiários. Sintomas inegáveis da má gestão da saúde pública. Doença que atinge Araguari e, com raras exceções, o país todo.

11 comentários:

Aristeu disse...

Façamos um Exército de Voluntários e que tenhamos tamanho efetivo para que façamos sentinela de fiscalização em cada unidade de saúde. Calma, não precisa ser neste feriado. Quer alistar?

Anônimo disse...

no feriado seu Aristeu se eles emendam feriadão

Antonia disse...

Realmente a questão é ainda maior, para não pagar horas extras aos funcionários descumprem e desrespeitam diretrizes do SUS, meu pai faz tratamento em uberlandia no Hospital do Cancêr como muitos outros cidadãos de Araguari e ontem as 17:00 quando liguei no hospital e confirmei que haveria atendimento na Sexta feira dia 8 de junho, liguei na secretaria de saúde para confirmar a viagem agendada para meu pai, tive uma desagradavel surpresa quando fui informada de que não averia transporte para Uberlandia neste dia e pior ainda sem sequer avisar o paciente, tratamento e consulta agendada naquele hospital é algo muito sério se perder um agendamento o paciente pode correr o risco de esperar meses depois para uma nova data, simplemente informaram que o veiculo estragou, lógico maquina quebra, porém como é obrigação da prefeitura realizar o transporte a mesma teria que contratar veiculos particulares em carater de urgência e não deixar o paciente sem locomoção, no caso do meu pai ele tem conmdições de pegar um coletivo e ir a Uberlandia e outros pacientes que nao tem esta condição nem fisica e na maioria das vezes nem financeira, se eu não tivesse ligado para confirmar amanha ficaria em minha casa esperando o transporte e perderia o tratamento isso é de uma falta de respeito, de gestão e compaixão pelas pessoas que dependem deste trasporte.

Edilvo Mota disse...

"Economia" com horas extras, depois do desperdício com desvios no TFD, fisioterapias fantasmas, marmitex superfaturados, pagamentos indevidos por manutenção não executada em mamógrafo e raio-x, chega a soar como acinte ao usuário do SUS.

Edilvo Mota disse...

"Economia" com horas extras, depois do desperdício com desvios no TFD, fisioterapias fantasmas, marmitex superfaturados, pagamentos indevidos por manutenção não executada em mamógrafo e raio-x, chega a soar como acinte ao usuário do SUS.

Antonio Marcos de Paulo disse...

Antonia, a secretária de Saúde, Iolanda Coelho, informou, acerca da ausência de transporte de pacientes para Uberlândia, que "a Portaria nº 55,que rege o TFD o munícipio de origem é responsável em fornecer transporte a partir de 50 km de distancia, distancia esta menor entre Araguari / Uberlândia.". Disse,ainda, que "todos os pacientes foram sim avisados, para que pudessem providenciar outro transporte.". Agradeço à secretária pelas informações.

Anônimo disse...

foi por poucos quilometros então, mas por que fornece transporte nos outros dias então ?

Anônimo disse...

uai agora a Iolanda deu pra cumprir a lei? demorô

Anônimo disse...

A Iolanda dando informações aqui no BLOG/ Tem certeza? Ah já sei! Ele deve ter ficado com vergonha da pasta dela ser responsável por 38% de reprovação. sendo a saúde o calcanhar de aquiles e um ninho de batedores de cabeça, faz sentido ela vir dar satisfações, ainda mais em ano eleitoral...

Antonia Arruda disse...

Bom eu não fui avisada Marcos apenas fiquei sabendo depois das 5 horas da tarde porque eu liguei para confirmar, não haviam até o momento me avisado será que esqueceram de avisar apenas em minha casa? ou avisaram aos outros depois que eu liguei e reclamei com os responsaveis por não nos ter comunicado? Em relação a responsabilidade da prefeitura de qualquer cidade é dar assistencia ao usuario e se a cidade não oferece algum tipo de tratamento a prefeitura tem sim que encaminhar para as cidades referências que aqui no caso é Uberlândia, ou será que tem como o paciente sem condições finaceiras e físicas de pagar transporte adequado até a referida cidade eu tenho uma idéia diferente sobre os principios e diretrizes do SUS.

Edilvo Mota disse...

Utilizar filigranas da lei pra escamotear descaso com o cidadão é um acinte.

Mas, chega a soar normal...