sábado, 2 de junho de 2012

Bancada da Bola é contra a cobrança de taxa de R$ 2,00 para a final da Copa


 Nesta semana o Presidente da Liga Araguarina de Futebol, João Paca, disse que será cobrada entrada dos torcedores no Estádio Sebastião César da Silva no próximo domingo para acompanhar o primeiro jogo da decisão da Copa Araguari. O fato não repercutiu bem nos corredores da Câmara Municipal até porque João Paca não informou aos Vereadores o porque da cobrança, via ofício, para que cada um analisasse a situação.

O detalhe é que a entidade recebe dinheiro público para a realização de campeonatos amadores. A Prefeitura paga: taxa de arbitragem, premiação, custeios da LAF com pessoal, estão inclusos no projeto que os nobres Vereadores votaram neste ano, no valor de R$ 93 mil reais. Por isto, a informação de cobrança de entrada de torcedores caiu como uma bomba no legislativo araguarino. Por que a LAF está cobrando?  Outro detalhe: para que fins será utilizado esse dinheiro? Tendo em vista que a Prefeitura já repassa este valor à entidade, deixando claro que os jogos serão gratuitos aos munícipes, que no entendimento dos Vereadores é uma forma de lazer que os cidadãos têm no fim de semana.O Jornal Correio de Araguari entrou em contato com três Vereadores diretamente ligados ao futebol local,,apurando que a informação repassada a eles, de cobrança de entrada, gerou surpresa e estranheza. O Vereador Giuliano Tibá do PTC disse: - ‘Eu não vejo motivo para a cobrança, até o mesmo se posicionar para que essa taxa’.Outro Vereador que conversou conosco foi Rafael Guedes, do PMDB, que disse  – “Olha, é estranho essa situação, porque nós votamos aqui (Câmara Municipal) uma subvenção à entidade para vários fins, inclusive dando condição para todos participarem do futebol amador. Esse dinheiro serve para pagar os custos da competição, então os torcedores não têm que pagar nada, nós já repassamos o dinheiro à LAF justamente pra isso’’.Para finalizar o Presidente da Câmara Municipal de Araguari, Rogério Bernandes Coelho, disse que - ‘Eu vou cobrar uma posição do Presidente da LAF por essa atitude de cobrança de taxa para os torcedores assistirem à final’. Uma pergunta fica no ar novamente: por que dessa cobrança de entrada de torcedores no próximo domingo? E por que a Liga não informou aos Vereadores que seriam cobradas taxas em jogos finais de campeonatos realizados pela entidade? Não caberia um aditivo se isso fosse colocado antes pelo Presidente João Paca?

 A taxa sugerida pelo Presidente da LAF, João Paca, é  de R$ 2,00 para que os torcedores possam assistir a final de domingo entre Novo Horizonte e Mauá.

 Até o fim desta matéria, nós não conseguimos falar com o Presidente da LAF, João Paca, mas o espaço está aberto para esclarecimentos.

Transcrito do Correio de Araguari (clique aqui para ler direto na fonte).

Pitaco do Blog
Mais um absurdo praticado em Araguari. A Liga Araguarina de Futebol recebeu uma subvenção de 93 mil reais para o custeio de competições (pagamento de árbitros e outras despesas). Mesmo tendo recebido recursos públicos, a LAF arrumou outra fonte de renda, tungando os apaixonados torcedores araguarinos que lotam diversas praças esportivas nas manhãs dominicais.
Esse não é um caso isolado. O município repassa dinheiro público a entidades privadas para a realização de eventos com fins lucrativos. Ora, o fim lucrativo não é compatível com o interesse público de, por exemplo, fomentar a prática de esportes e oferecer lazer à população. É o caso, por exemplo, da subvenção de 50 mil reais dada à  45ª Exposição Agropecuária de Araguari e da Feira Comercial e Industrial de Araguari, evento com finalidade lucrativa (venda de animais e de implementos agrícolas, cobrança de ingressos, etc.).
Eu até poderia parabenizar os vereadores pela atitude. Mas não o farei. Essa atuação ainda é muito tímida. Se eles aprovaram a subvenção, têm agora todas as condições de fiscalizar, com eficiência, esse gasto. Basta requisitar o processo à Prefeitura e verificar quais as condições exigidas da LAF para receber o dinheiro público (se é que a Prefeitura fez alguma exigência nesse sentido). Uma das funções do vereador é justamente fiscalizar. Jogar para a plateia, fazendo beicinho, não adianta.

Um comentário:

Aristeu disse...

Dois reais? Aí eu fico sem pipoca.