quinta-feira, 26 de abril de 2012

Propagando a corrupção

A coluna do ex-prefeito Miguel de Oliveira, Gazeta do Triângulo, 21/04, toca em temas polêmicos. Neste post, abordo aquele em que o colunista fala dos gastos com publicidade às vésperas do processo eleitoral. Concordo com as indagações feitas por ele. De fato, a Prefeitura tem realizado gastos vultosos e estranhos com publicidade e propaganda. Já questionamos isso aqui várias vezes. Estranhamos a postura aparentemente muito branda do Ministério Público diante da utilização de recursos públicos para cultuar a imagem do atual prefeito.

Saboreiem o belo e provocativo texto do colunista e extraiam suas próprias conclusões:

Política IV – Propagando a corrupção
Prega-se nesta cidade de forma tão escancarada o uso do poder econômico (estão vivendo à custa dele?) que a qualquer hora penso que o Ministério Público poderá chamar alguém para se explicar, tamanha é a ênfase com que defendem o uso do dinheiro e a preponderância dos mais abastados.
Participaram ou estariam participando de algum esquema? Conhecem o mapa da mina? Experiência própria?
Estou pensando em requerer à Municipalidade e Legislativo informação detalhada de nomes e valores que se paga a guisa de publicidade. Jornais serem pagos por centímetro quadrado de espaço com divulgação legal e institucional é correto. Agências de publicidade, também. Mas será que no meio de tudo isso estariam outros recebendo? Existem? Se existem, vamos apurar quem, as razões etc.
Parece-me que é obrigatória a divulgação desses pagamentos. Estão publicando? De forma sintética ou analítica?
Jornalismo investigativo. Dará certo em Araguari? Será que a cidade comporta e alguns suportam? Ou vamos regredir à época da intimidação física, ditatorial e coronelismo?

2 comentários:

Aristeu disse...

Corrupção - Quem esteve lá, participou, com certeza, sabe mais que eu.

Anônimo disse...

Cá entre nós, o Miguel de Oliveira, fala muita asneira. Vive cutucando a atual administração e falando de suas experiências políticas (que pra mim não teve grande êxito, como todas).É o sujo falando do mal lavado, até parece que ele não participou de grandes esquemas quando foi prefeito.