domingo, 29 de abril de 2012

Hospital Municipal: impossível entender

Vamos ver se entendi. O governo Marcos Alvim recebeu dinheiro para construir um Hospital Municipal, mas entregou à população um "elefante branco". Os governos anterior e atual gastaram dinheiro público tentando consertar o prédio. Não conseguiram. Recentemente, o governo Marcos Coelho simplesmente invadiu, sem a devida autorização, o "elefante branco", transformando parte dele num Pronto Socorro provisório. Ainda, recebeu dinheiro para construir uma Policlínica, já quase  pronta, mas informa que irá adaptá-la, entregando-a à população na forma de um Pronto Socorro também provisório. No meio disso, o governo atual ainda pretende demolir o prédio do antigo Pronto Socorro, que, apesar de antigo, foi feito para funcionar como Pronto Socorro. Desisto! Não entendi nada! E você?

2 comentários:

Edilvo Mota disse...

Do "Observatório":

Thereza Christina Griep disse...
Esclarecendo um pouco mais.

O Contrato realizado entre municipio e governo federal em 2006 não foi cumprido, isto já foi detectado e está sendo apurado pelo Ministerio Publico Federal, provavelmente ou o Ex. Prefeito Sr. Marcos Alvim terá de reembolsar o governo federal, ou os cofres da prefeitura municipal terão de arcar pelo mal uso do dinheiro publico.

Quanto a transferencia do Pronto Socorro para o Hospital Municipal tenho a lembra-los que infelizmente os problemas relativos a saúde não são privilegios somente de Araguari, e sim do Brasil que vive um caus em todo o país quando o tema é saúde. Porem uma coisa é fato, o antigo prédio do pronto socorro não atende as necessidades da nossa população. Isto é uma realidade.

Não existe banheiro adaptado para cadeirantes no Pronto Socorro e as dependencias do mesmo já não atendem mais a uma população de 110 mil habitantes. Em contra partida a isto temos um prédio de quase 2 mil metros quadrados pronto porem sem utilidade nenhuma e a populaçao tendo de ser atendida em um local sem um minimo de estrutura fisica.

Os problemas referentes a estrutura do hospital, caso seja de curiosidade de alguem posso pontualos posteriormente, mas a mesma atenderá com melhores condiçoes a população.

Com certeza esta transferencia trará beneficios a toda populaçao e tambem ao setor de saúde que encontra-se tão deficitário.

A transferencia do Pronto Socorro está programa para dia 01/08, e não 01/07 como foi divulgado no jornal Gazeta.

17 de junho de 2011 15:38

Aristeu disse...

Esta enrolação toda pode ser caracterizada como Omissão de Socorro.