terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Vieno: um bairro abandonado pelo poder público


"Lagoas" formadas em ruas do Vieno, demonstrando o estado de abandono em que vive o bairro.
Um governo ineficiente penaliza toda a cidade, mas os moradores de alguns setores sofrem mais do que os de outros. Esse sofrimento é vivido, diariamente, pelos cidadãos do Bairro Vieno. A presença do poder público não é sentida naquele bairro. Quer uma mostra disso?
Recentemente, os ônibus do transporte coletivo deixaram de circular pelo. Motivos? Segundo o representante da empresa Expresso Cidade de Araguari Ltda., enquanto as vias estiverem intransitáveis, os ônibus não voltarão a trafegar pelo bairro. O povo? Parodiando o deputado Justo Veríssimo, personagem criado por Chico Anísio, pode-se dizer que "o povo é apenas um detalhe".
Pior: violando o direito à informação, os representantes da empresa só avisam aos usuários do transporte coletivo que os ônibus não vão mais ao bairro quando eles já estão dentro do veículo.  Eu mesmo presenciei os transtornos sofridos pela população do Vieno na tarde do dia 30/12. As pessoas tinham que descer no Bairro São Sebastião e completar o percurso a pé.
Hoje, retornei ao bairro. Constatei que, apesar das más condições das vias, a atitude da empresa é injustificável. É possível, sim, circular pelas suas ruas. Esses transtornos (vias enlameadas) eram previamente conhecidos pela empresa quando da contratação. Logo, eventuais aumentos de gastos com manutenção de veículos deveriam estar previstos nas planilhas de cálculo da empresa. Caso não tivesse condições de prestar os serviços, não deveria ter assumido a obrigação perante o município.
A respeito desse assunto, surgem algumas dúvidas que deveriam ser esclarecidas pelas nossas autoridades:
1º Por que as ruas daquele bairro não foram tempestivamente cascalhadas? Sendo mais generoso com a Administração, por que não foram cascalhadas pelo menos as ruas por onde transitam os ônibus do transporte coletivo? Por que não foram criadas rotas alternativas para amenizar o prejuízo da população?
2º Quem comanda o serviço transporte coletivo na cidade? É a Secretaria de Trânsito e Transportes? Ou é a empresa Cidade de Araguari? Será que a banana está comendo o macaco?
3º Como o serviço não está sendo prestado corretamente (ao que parece, por decisão exclusiva da empresa), será que a Prefeitura irá tomar as medidas necessárias para exigir a execução do contrato de concessão?
4º Se as ruas estão intransitáveis e se o transporte coletivo não passa, como é que os carnês do IPTU conseguem chegar às residências do Vieno?

11 comentários:

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 3 de janeiro de 2012.

Prezado Marcos,

Em suas análises consta A QUEM e QUANTO é repassado pela Prefeitura à referida Empresa de Transporte Urbano em Araguari ?!

Temos os mitos de que a população não usa o transporte coletivo por VERGONHA ( andar de jardineira é a morte ! ), pelo preço da passagem, por itinerários absurdamente inadequados ( IR À PÉ É MAIS RÁPIDO ), e ainda o pequeno detalhe do Vale Transporte, benefício ainda desconhecido na Praça...

E agora, os coletivos não tem sequer trilhas a seguir.

Os repasses estão em dia ?!

Se começarmos a esmiuçar seu 2º questionamento aí - que é a de muitos cidadãos, teremos mais surpresas!

MAS QUE BOBAGEM NÉ ?!

Afinal, o que mais se pode esperar de uma Cidade Surpresa ?! Mais mitos ?!

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Dilson Martins disse...

Sr. Peters Grants;

Os Carnês do IPTU vão chegar e, ainda mais salgados!

Nós servidores quanto à questão do "benefício" do vale transporte, na sua grande maioria, prefere o seu valor proporcional em dinheiro!

O discurso lá atrás justificava o investimento, a criação do projeto de lei em prol do servidor ou, será que fomos embrulhados?

É! Fomos usados, colocados como beneficiários de um presente, onde, ficamos apenas com o embrulho.

Aliás, nós, povo de Araguari, pagamos:
Por limpeza e não temos!
Pagamos por socorro médico e não temos!
Pagamos a remuneração de pessoas para planejar, pensar, criar, resolver e/ou amenizar os males e as necessidades essenciais da cidade e não temos!

Ou, será que estou errado?

Iconoclasta disse...

ANIVERSÁRIO!!!

Estamos comemorando mais um ano das muitas mentiras do Novo Modelo.

Vejam a data da matéria no jornal oficial da prefeitura:

Prefeitura Municipal: asfaltamento do
Bairro Vieno será feito pelo Batalhão Mauá

04-Jan-2011

Recursos para realização da obra já estão em conta corrente da Prefeitura - Ordem de serviço será emitida nos próximos dias.

O Prefeito Marcos Coelho prepara a emissão de ordem de serviço para asfaltamento de parte das vias públicas do Bairro Vieno, a qual deverá ser entregue ao 11º Batalhão de Engenharia e Construção nos próximos dias. Segundo Marcos Coelho, os recursos para o início das obras já estão em conta corrente da Prefeitura, no total de duzentos e noventa e sete mil e cem reais, sendo R$ “295.300,00” do Ministério das Cidades, mais R$ “2.800,00” que a Prefeitura vai pagar a título de contrapartida.


Mas como que é?

"os recursos para o início das obras já estão em conta corrente da Prefeitura"

Link da matéria completa:http://www.correiodearaguari.com/correio/index.php?option=com_content&task=view&id=3464&Itemid=29

Anônimo disse...

Bem que o Tiaozinho poderia conseguir mais esse beneficio pro servidor, que é de transformar os passes em dinheiro, esse transporte de coletivo em Araguari é muito precario e ineficiente.

Isso não é lei nao Marcos?

Anônimo disse...

04-Jan-2011
Faz um ano ué! O dinheiro está rendendo juros, agora vão poder asfaltar pelo menos 3 ruas. hahahahhahahahahahaha

Aline R S Santos disse...

Concordo plenamente com o artigo e todos os comentários ,realmente é um bairro esquecido mas sabe; em época de eleição todos estão lá,prometendo como sempre e para que continue tudo igual o povo até hoje não aprendeu o valor de um voto e continua votando sem analise nenhuma,precisamos que todos entendam o valor de um voto para que essa realidade possa ao menos começar a mudar.

Antônia disse...

Trabalho como leiturista da cemig e ano ultimo mês meu serviço quase não pode ser feito feito, visto no dia anterior ter chovido o dia todo cheguei em casa com "lama" da cabeça aos pés, desta forma penso como é a vida dos moradores ou sofrem com apoeira da seca ou com a lama da chuva e agora nem o transporte coletivo vai ao bairro, e os politiqueiro sjá começaram a fazer falsa propaganda nas "emissoras" locais não tem nem vergonha disso.

Leandro Cezar Maniezo disse...

E por falar em chuvas copiei algumas pérolas da coluna EM FOCO do Correio de hj, 05/01:

"CHUVAS
Chuvas torrenciais provocam tragédias em Minas Gerais. Araguari e todo o Planalto Central estão a salvo, mas, ainda que sem tragédias, sofrem prejuízos. Em Araguari obras foram paralisadas devido à intensidade das chuvas, como, por exemplo, as várias frentes de serviço de asfaltamento que estavam em curso, além de não permitir o início de grandes obras, como a recuperação do grande corredor viário formado pelas Av. Hugo Carlos Dorázio, Teodoreto Veloso de Carvalho, Mato Grosso e Cel. Belchior de Godoy.

ESTRADAS
Mais de quatro mil quilômetros de estradas cortam os 2.700 km² do território de Araguari. Da ponte Quinca Mariano à divisa com Indianópolis viaja-se mais de 100 km. A Prefeitura patrolou todas as estradas rurais de Araguari, algumas com obras de encascalhamento, drenagem de enxurradas etc. Está quase tudo perdido pela força das chuvas.

PATRULHA MECANIZADA
A Prefeitura está preparada para refazer tudo, com sua patrulha mecanizada nos trinques, com manutenção adequada, pessoal treinado etc. Mas chove, chove muito. Nada se pode fazer, a não ser esperar."

Chuvas? Sempre elas, atrapalhando o trabalho das obras nesta cidade! Quando faz sol ninguém lembra que as obras precisam ser feitas!

Estradas patroladas e serviço perdido? Isso significa incompetência e falta de planejamento. Quer dizer que muito mais dinheiro público foi jogado fora? Também está mais que provado que apenas o patrolamento das estradas rurais não resolve o problema, ao contrário, piora ainda mais, pois elas viram um lamaçal intransitável, muito pior q antes do patrolamento. Preciso ensinar como se faz a recuperação de estradas rurais?

Patrulha mecanizada? A prefeitura está preparada pra refazer tudo novamente? Mas é claro, as chuvas não deixam. Se refizerem tudo novamente como fizeram antes vaii ficar tudo igualzinho, pois não adianta apenas passar a máquina nas estradas, é necessário bem mais que isso: jogar cascalho, compactar, fazer canais de drenagem eficientes, etc, etc, etc...

Anônimo disse...

A culpa não é do fotografo,
A culpa é da CHUVA gente...............

Anônimo disse...

O transporte coletivo na cidade é uma vergonha, não tem onibus, não tem horário, não tem abrigo para passageiros nos dias de chuva e sol, não tem nada, os onibus são velhos e não tem entrada para cadeirantes, o que já é lei em algumas cidades, e tem mais quando vão acabar com aquele cartão postal lamentavel que é aquele ponto do mercado parece mais rodoviária de favela.

Anônimo disse...

BAIRRO VIENO, não foi abandonado poder público, porque ele nunca existiu, ou seja para que haja ação tem que ter PODER e se é praticado a ação, tem que ser PÚBLICA E NÃO DE FAIXADA (HIPOCRISIA) do poder que se diz PÚBLICO mas de PÚBLICO somente tem o povo (as formiguinhas) que vive para pagar os IMPOSTOS direto e indireto com finalidade de sustentar a MÁQUINA ADMINISTRATIVA (que se diz pública).