quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Dra. Mirian e a doença crônica...

DRA MÍRIAN LIMA E A DOENÇA CRÔNICA...

... DO MEU INTERIOR?

Sou araguarino genérico, conforme definição do Edilvo Mota, mas isto não impede que meu princípio ativo se assemelhe aos araguarinos de marca maior. Cheguei à Cidade Sorriso, diziam os perseguidores Sorrincho, novinho, descalço, descamisado, famélico e galguei, não foi mole não, uma posição mais digna ao ser humano. Obrigado, Araguari!Não há necessidade, no momento, de pontuar motivos de amor por esta mãe de leite. O assunto é outro, mas o exílio de hoje não é uma pena capital, pois nós degredados acompanhamos, na velocidade da luz, a vida na aldeia distante e querida – lugar da nossa nascente onde manará, Deus falou, Leite e Mel.No esfregar, alguns chamam de clique, da nossa Lâmpada Maravilhosa, ilumina-se a nossa bola de cristal, outros chamam de tela, e então não ficamos apáticos com o calvário da Funcionária Pública, à qual condecoro Alto Padrão, Mirian Lima. Dá pra escutar o clamor de ensandecidos: “Crucifiquem-na! Ela não tem rabo preso? Não existe isto! Deve ser uma bruxa. Vamos queimá-la”.Na doença crônica da corrupção que assola todo o Reino, ela apontou com o dedo limpo, na humilde aldeia, composta de artesãos de queijo, as artimanhas do Senhor Ratão, através do Pajé, Ministro da Saúde.Seria nossa nova Ariadne? Aquela que, por um fio de amor, ensinou Teseu como sair do Labirinto desenrolando um novelo pelo caminho de entrada, assim que ele matasse o Minotauro? O Minotauro e o labirinto eram a blindagem do rei de Creta, pois o mesmo não queria dividir a ilha, em formato de queijo mineiro proibido, com os legítimos irmãos. Aquilo sim era um presente de grego.Aos Quarenta Ladrões a Mírian, deve ter se tornado a pedra da caverna e a senha “Corram-te-Sésamos” já correu e é de domínio público e notório.Ali Mamá vai precisar de quatro patas de coelho pra que te quero, mas não há de contar com a sorte, mas com o desinteresse provocado pelo lenga-lenga vestido de toga.Nesta corrida a tartaruga, faça-se justiça, perderá porque o povo votante da platéia irá a outro espetáculo mais emocionante – O “Palanque das Promessas”, onde a mentira vive, no mínimo, quatro anos.Atrás de um simples marmitex, com sabores majorados, existe um Lobo-Mau que não se satisfaz com o Chapéu da Vovó ou com o que tem no mato e na cartola, pois seu instinto imutável é caçador.Atrás de um mamógrafo há uma grande teta sinalizando um câncer, mesmo inoperante e empoeirado, indigno de manutenção da nota periódica real.Doutora Mírian Lima, além de chata você amola, papel cumprido. Pode até sair de cena, pois o fio da meada começa na sua aldeia e a outra ponta já atravessou campinas e planaltos, vales e sombras, palácios e casebres...Não quero falar do seu perfil, mas chamo-a simplesmente de Doutora por ter o grau máximo em Indi”gestão” Pública.Vamos aguardar, mas o que tudo indica é que com o tempo e à falta de memória/participação, vão nos convencer que tudo isto é um conto da carochinha....E fomos felizes para sempre.

Leia esta crônica e outras obras de arte do Aristeu Nogueira Soares no blog Palavras Emendadas.

9 comentários:

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 26 de janeiro de 2012.

Prezados e-Leitores,

A Servidora Pública Mirian de Lima não ficará sem NORTE nesta empreitada.

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Edilvo Mota disse...

Reconforta-me o espírito constatar que não foram em vão as inúmeras horas dedicadas em sala de aula, no curso de Gestão Pública.

Dentre todos, em especial à turma da qual MIRIAN LIMA fez parte.

Horas intermináveis nos sábados modorrentos, calorentos, sonolentos. Horas a fio falando sobre GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS e ELABORAÇÃO E GESTÃO DE PROJETOS.

Porém, mais que a grade curricular (extremamente importante e valiosa) reconforta, isto sim, saber que das salas de aula, vez ou outra, alguns alunos alçam vôos solos e sólidos, e vão mundo afora colocar em prática a teoria.

Esta é a recompensa maior e a verdadeira paga de qualquer professor que se preze.

Parabéns, MIRIAN LIMA...

EDILVO MOTA
Araguarino genérico

Anônimo disse...

Muito bem colocada esta cronica.

Anônimo disse...

"Nesta corrida a tartaruga, faça-se justiça, perderá porque o povo votante da platéia irá a outro espetáculo mais emocionante – O “Palanque das Promessas”, onde a mentira vive, no mínimo, quatro anos."

Muito bom!

Aristeu disse...

Obrigado, mas foi também de coração. Elogio de anônimo é igual sorriso de carrasco - A gente não vê, mas pode existir.

Aristeu disse...

Obrigado por compartilhar. Seja tu quem fores o teu voto pode contabilizar lucros e dividendos para toda a sociedade.

Dilson Martins disse...

Aristeu,
PARABÉNS CARA! MANDOU BEM PRÁ CARAMBA!

Mírian, ainda nesta semana teremmos boas novas!
Fiquem com Deus e, Aristeu, continue assim!

Inês disse...

Parabéns Mirian Lima.Atitude forte e correta.Conte com as mulheres limpas e honestas de Araguari.

MARIA ISABEL disse...

PORQUE NINGUEM FALA DO ENVOLVIMENTO DA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO NO AFASTAMENTO DA SERVIDORA MIRIAN LIMA