sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

A carapuça "cai bem"

Abre aspas para Márcio Marques, coluna Em Resumo, Gazeta do Triângulo, 20/01:
"Em Araguari as coisas são muito interessantes: o excesso de ‘puxa-sacos’ é muito grande . Literalmente essas pessoas enojam os verdadeiros e sérios profissionais de imprensa araguarina. Creio que para se relatar, falar ou escrever alguma coisa nos veículos de comunicação, tudo deve ser minimamente apurado e constatado e não somente pensar nos próprios interesses, diga-se financeiros, para “mamar nas tetas” da administração municipal e deixar Araguari em segundo plano. Tenho a convicção de que as verdadeiras empresas de comunicação de nossa cidade também pensam como este colunista e repudiam tal atitude de uns poucos gatos pingados que ainda olham para seu umbigo e esquecem que a mais prejudicada nesses ‘joguinhos’ de interesse é a nossa querida Araguari. E tenho dito...".


Pitaco do Blog
O sapatinho de cristal só cabia no pezinho da Cinderela. Já a carapuça trazida pelo colunista vai cair bem na cabeça de muita gente da imprensa de Araguari. Não vou citar nomes para não tornar esse pitaco muito extenso. Parabéns, Márcio! Você acertou na mosca, ou melhor, nas moscas.

5 comentários:

Aristeu disse...

Eu tenho aqui em casa um gato pingado. Como dá trabalho...

EFGoyaz disse...

Para mim, essa imprensa a que o Márcio Marques se refere está entre as piores coisas de Araguari. É um problema seríssimo, que precisa ser resolvido. Isso no rádio e nos jornais. Pessoas que usam de má fé e subestimam a inteligência das pessoas para "vender" suas notícias.

Anônimo disse...

Se é aquele que até já adjetivou o Marcão de ILUMINADO... A coisa tá feia mesmo!

Anônimo disse...

bom seria andre franco,publicar que são meios de comunicaçao que ganha verba da prefeitura.
para ficar mais claro para nois.
e disser se o jornal que saiu a materia e neutro em relaçao a administração ou esta tmb no bolo.


marcos lopes cunha.

Anônimo disse...

O Waldir Brasileiro vestiu a carapuça, ficou magoado, será que é ele ?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk