domingo, 11 de dezembro de 2011

O paciente vai morrer? Não posso fazer nada!

No mesmo documento em que denunciou irregularidades em gastos nos pagamentos de refeições e de serviços de manutenção do mamógrafo, a ex-diretora administrativa do Pronto Socorro Municipal afirmou, também, que, por diversas vezes, comunicou aos seus superiores a constante falta de recursos materiais necessários ao bom funcionamento daquela unidade.
Numa dessas conversas, avisou, via telefone, ao então secretário-adjunto, Rodrigo Póvoa, que a situação no PSM estava insustentável naquele momento e que havia um paciente morrendo por falta de recursos materiais. Imediatamente, o então secretário passou o aparelho telefônico para a servidora Iolanda Coelho Costa, atual secretária de Saúde, que, segundo consta do processo administrativo, teria afirmado à denunciante: "O paciente vai morrer? Não posso fazer nada!". Ainda, segundo a denúncia, o paciente somente recebeu os devidos cuidados porque a denunciante conseguiu, junto ao Dr. Nelson, interná-lo na UTI do Hospital Santo Antônio.

18 comentários:

Colenghi disse...

Já disse várias vezes que o Novo Modelo reinventa-se no seu pior. À cada "enxadada" que se dá me surpreende mais o tipo de "minhoca" que aparece.
Alguns aplaudiram quando foi anunciado que uma certa servidora de carreira assumiria a Secretaria de Saúde no começo do ano de 2010.Hoje a opinião de todos é que foi a pior gestão que a Saúde já teve e o processo de deteriorização vai se estendendo e complicando-se mais.
Nada foi feito, apenas discussões sobre a mudança ou não do PS Municipal, que vergonhosamente tomou noticiários regionais envergonhando Araguari. Mamógrafo que ganhou ares de repercussão nacional enquanto nossas mulheres ficavam sem o vital exame de mamografia.
Existe um discurso vazio nessa administração sobre humanização da saúde, mas depois de ler esse trecho do depoimento que o Marcos transcreveu percebo que humanizar a saúde para esse grupo é não dificultar o trabalho da morte.

Edilvo Mota disse...

O depoimento e as atitudes não me causaram surpresa alguma...

Edilvo Mota disse...

Em 2007, durante reunião com a Curadoria da Saúde, do Ministério Público, após minha exposição sobre algumas dificuldades pontuais de encaminhar pacientes do Pronto Socorro para internação, nos hospitais locais mesmo durante seu plantão, ouvi do diretor da Santa Casa a seguinte ironia:

"Secretário... paciente do SUS é problema seu!"

Se alguns profissionais de saúde pensam assim, o que podem esperar os pacientes que dependem exclusivamente do SUS ?

Aristeu disse...

Em Eclesiastes, e no Hospital das Forças Armadas, está escrito: "O Altíssimo deu-nos a ciência da medicina para ser honrado em suas maravilhas."
Do jeito que está Deus está envergonhado.

Rafael Kesler disse...

Aí pergunto: "onde está a realização do bem comum??? Finalidade precípua do nosso Estado!"

Rafael Kesler disse...

Aí pergunto: onde está a realização do bem comum, finalidade precípua do nosso Estado?

Francielle Silva Duarte disse...

Esse é o tipo de pessoa que o Novo Modelo mantém em cargo tão importante em nossa cidade?
Será que essa pessoa que ia deixar o paciente morrer, tem filhos, pais, irmãos. Será que ela usa o SUS?
Essas pessoas que estão na saúde hoje, sabem o que significa compaixão, ou melhor, sabem o que é ser humano, pelo menos? sabem o que é coração?
Vocês que cuidam tão mal da nossa saúde, dormem tranquilamente à noite, perdem perdão à Deus?
Isso é tão forte que chego à duvidar que essa pessoa fez isso com outro ser humano, talvez alguém leu errado, talvez seja um equívoco.

SUS Humanizado disse...

"Existe um discurso vazio nessa administração sobre humanização da saúde, mas depois de ler esse trecho do depoimento que o Marcos transcreveu percebo que humanizar a saúde para esse grupo é não dificultar o trabalho da morte."
O blog divulga informações fora de contexto viabilizando apenas o criticismo e valoriza apenas opiniões de pessoas que por algum motivo perderam benefícios e estão levando o processo para o lado pessoal.
Não houve tal citação e acho que provas deveriam ser notadas antes de divulgarem conversinhas e disse-me-disse. Conversas de rádio peão não deveriam ser levadas em conta.
Acontece é que nova secretária está tentando trabalhar e falta apoio de alguns e existe uma má vontade em relação à pessoa da nova gestora, que apesar dos percalços se mostra capaz e muito humana SIM! As melhoras já são visíveis, inclusive a conquista da mudança do Pronto-socorro para a ala do hospital municipal já em março.
Como advogado o blogueiro deveria filtrar mais suas informações e procurar fontes sérias, não frustradas.

Anônimo disse...

Com essa secretária de saúde nós só veremos esse tipo de coisa acontecer, pois ela é uma pessoa do mal. Faz graça só pra quem ela quer, é dissimulada e qdo está perto de mta gente desfarça sua personalidade e vira uma pessoa boazinha. Tatentando enganar as pessoas pra ver se consegue permanecer no cargo que roubou da sua amiga Iara.
Qto as irregularidades vão continuar acontecendo, pois agora mais que nunca quem manda e desmanda é ela. E assim as pessoas continuam morrendo!! PIOR SAÙDE DE TODOS OS TEMPOS.

Anônimo disse...

Engraçado como denúncias importantes no universo político sempre são de ex-alguma coisa. Ex-diretora do PSM só trouxe à baila as denúncias sobre irregularidades na gestão municipal de saúde após perder o cargo, para o qual sequer era qualificada, pois ao que consta ela não possui formação acadêmica na área de saúde. Trata-se de funcionária administrativa, cuja aompetência sempre foi lidaar com hecursos humananos, muitas vezes tratando mal colegas lotados em diversos órgãos municipais que procuravam o setor onde ela trabalhava para resolver problemas. Nessa atual administração, ela foi disponibilizada à SMS para resolver questões na área de RH e sentiu-se dona do poder, caiu nas graças dos poderosos de plantão. Com certeza porque falava a linguagem deles e recebeu como recompensa a direção do PSM e quando lá esteve encobriu os desmandos até ser exonerada do cargo. Ela então criou sua própria versão, tentando ser vítima da situação. Será que foi só isso mesmo?

Anônimo disse...

Para o mentiroso ai de cima


A Mirian sempre foi muito educada e atenciosa com todos, uma pessoa muito competente e querida na secretaria de saude.

Anônimo disse...

A Mirian saiu por não compactuar com tantas irregularidades. Foi sua postura ética que a fez sair do Pronto-Socorro. Agora vcs vão ter que explicar na justiça a aplicação do dinheiro na manutenção de mamógrafo que estava parado, do raio X que estava parado, compra superfaturada de marmitex, sem falar do dinheiro do TFD.
Acham que vão escapar da justiça! Instâncias superiores já foram acionadas, pode até demorar, mas os responsáveis vão ter que a justiça cedo ou mais tarde.

Anônimo disse...

Gente vamos parar com demagogia,esta euqipe so esta lá no comando porque a Eunice determinou,agora que força que ela,tem sobre o prefeito eu não sei,mas poso afirmar que a sua reeleição como vereadora foi a pior coisa para a cidade e o Marcfão foi,só ele não vê,mas a cidade ja viu.POIS ELA MANDA E DESMANDA NELE.

Dilson Martins disse...

O atual governo infelizmente tem deixado o termo humano e seu real sentido fora da sua interação com os servidores públicos da prefeitura.

A inexplicável demora na conclusão das denúncias feitas pela colega já depõe a seu favor. A falta de respeito, desmerecimento e a perseguição aos que agem com coragem e honradez dentro do serviço público ainda são marcantes em nosso país e os gestores da prefeitura de nossa cidade têm agido para conosco como verdadeiros algozes.

Parabéns Mirian!
E viva a liberdade de pensamento e expressão!

Anônimo disse...

o dilson vc voutou a trabalhaar no sindicato para o tiaaozinho????

Mirian Lima disse...

Esclarecimentos:

No dia 09 de agosto de 2011 formalizei documento na Procuradoria Geral do Município. Fui comunicada verbalmente da destituição do cargo no dia 10 de agosto de 2011 período da tarde, momento que solicitei a Gestora que o fizesse formal, pois poderia inclusive caracterizar que eu estava abandonando meu posto de trabalho. Recebi comunicado formal no dia 11 de agosto de 2011, após o almoço, imediatamente dirigi a Secretaria de Administração onde me apresentei, para os fins de direito. Portanto não cabe aqui que: "denúncias importantes no universo político sempre são de ex-alguma coisa. Ex-diretora do PSM só trouxe à baila as denúncias sobre irregularidades na gestão municipal de saúde após perder o cargo". Podendo facilmente confirmar, pois os documentos devidamente protocolados estão no processo.
Quero esclarecer também que conforme foi noticiado em uma emissora de rádio da cidade onde o repórter afirma que eu continuo trabalhando normalmente "segundo informações que ele mesmo apurou pessoalmente" quero dizer que: Desde o dia 11 de agosto de 2011 até a presente data, Eu Mirian de Lima, funcionária Publica Municipal, concursada no cargo de Analista de Pessoal, desde 1º de abril de 1996, estou à disposição da Prefeitura Municipal de Araguari, ressaltando que por várias vezes compareci a essa Prefeitura Municipal para saber acerca do meu retorno, sem sucesso.
Quanto ao julgamento de não ser qualificada para ocupar o cargo na saúde, sou Gestora Pública por formação, a qual devidamente qualificada para exercer sim essa função até porque se trata de uma diretoria administrativa e não técnica, que aliás vale dizer que a diretoria técnica no período em que lá estive era muito bem representada pela Enfermeira Soraya, a qual sempre trabalhou com muita competência, eficácia e eficiência. Bem como a diretoria Clinica representada por Médicos, primeiramente médico Sergio de Abreu e quando sai médico Rogério da Cruz.
Aproveito para agradecer a todos e dizer que esse processo, no que depender de mim não irá parar em arquivo morto, estou disposta ir às ultimas instancias. Nesse espaço faço um apelo a todos que puderem estar comigo nessa caminhada, (esse processo não é objeto para prejudicar qualquer pessoa, pois até o momento a única pessoa que foi punida eu mesma "por ser a Delatora") Porém tem como objetivo levar a informação dos fatos que realmente aconteceram e que a JUSTIÇA seja feita.
Ressalto que somente estou pronunciando acerca desse tema agora, porque tive a postura de não interferir de nenhuma forma na condução do processo e que tudo que escrevi é fato da mais pura verdade, de lá não retiro uma só palavra. (JUSTIÇA!!!)

Mirian de Lima

Edilvo Mota disse...

Dilson,

sua forma de agir também merece reconhecimento.

Durante minha gestão na Secretaria de Saúde, testemunhei o trabalho ferrenho do Sintespa (de cuja diretoria você fazia parte) em defesa dos servidores municipais: na questão da incompatibilidade entre supervisor de controle da dengue e equipe, na discussão do turno de 6 horas para os agentes de controle de endemias, na cobrança pelo Plano de Cargos e Salários e noutros assuntos correlatos.

Tivemos momentos de divergências? Sim. Porém, jamais deixamos, de ambas as partes, de agir com a devida civilidade e respeito, mesmo nos momentos mais tensos. Debatemos, às vezes de forma contundente até, mas sem perder de vista o necessário respeito mútuo.

Isto tem nome: DEMOCRACIA.

Justamente por agir de forma democrática é que pessoas como eu, você, Mirian Lima, Wellington Colenghi, Zimiro, Antonia Arruda, Antonio Marcos de Paulo, Aristeu Nogueira, Janis Peters Grants, Glaucio Henrique Chaves, Marcus Vinicius, Paulo Cesar Moraes, Sandra Ferreira e outros não precisamos ter receio de manifestar publicamente nossas opiniões.

Somos poucos? Sim. Mas agimos como cidadãos de verdade.

Dilson Martins disse...

Edilvo Mota,

Falamos de nossos passados com a cabeça erguida e a consciência tranqüila. De terem sido nossos erros e falhas em prol de um único projeto; você: A saúde da cidade de Araguari; eu: O bem estar dos servidores públicos da prefeitura de Araguari.

Continuo com o mesmo propósito e creio que você também. Divergir é salutar e nos faz parar e pensar. Divergir com respeito, inteligência e humildade nos leva à convergência.

Obrigado, não pelo apoio e sim, por ser um bom ouvinte, um parceiro respeitoso e humilde.