sábado, 10 de dezembro de 2011

O hilário Correio I

Abre aspas para a coluna Em Foco, Correio de Araguari, 08/12:

"O POVO

O povo tem o direito de saber onde, como, quanto, quando e tudo mais sobre a destinação do dinheiro público. O CORREIO sempre se ocupou muito especialmente da divulgação das realizações do Poder Público e dos respectivos gastos, pensando estar prestando o mais legítimo serviço público."

Pitaco do Blog
Na última edição, o Correio se superou. Reconheceu que presta "o mais legítimo serviço público".
Nós aqui do blog já sabíamos que o Correio é um legítimo órgão público. Só falta, agora, incluir os donos da empresa formalmente na folha de pagamento da Prefeitura.
Só há uma ressalva. Talvez o Correio esteja confundindo serviço público com servir-se do dinheiro público.
Lastimável, em pleno século XXI, vermos órgãos de imprensa nas prateleiras de supermercado, vendeno "linhas editoriais" a preço de banana.

2 comentários:

Iconoclasta disse...

"Talvez o Correio esteja confundindo serviço público com servir-se do dinheiro público"

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
KKKKKKKKKKKKKKKK

Eles acham que ainda enganam o povo como antigamente, onde as informações da política local eram restritas nas ondas da AM.
Será que ele conhecem internet? Redes Sociais, Blogs? Gerações modernas na sua interatividade virtual?...

Aristeu disse...

Quem compra O Correio é a mesma coisa de bitributado?