sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

"Novo Modelo" em ação

Praça Getúlio Vargas(foto extraída do Gazeta do Triângulo)


Praça Manoel Bonito durante a reforma (foto de Gláucio Henrique Chaves)
 A derrubada de árvores continua na cidade. Parece que alguns integrantes do "Novo Modelo de Administração" não têm muito apreço pela natureza.
Desta feita, nem as mangueiras da Praça Getúlio Vargas escaparam. A justificativa? Ouça do próprio secretário Cândido Arruda, em entrevista ao Gazeta do Triângulo:
Temos um laudo feito pela bióloga da secretaria de Meio Ambiente que viabiliza o corte. Há o risco dos frutos caírem atingindo os carros e mesmo os pedestres, e a prefeitura neste caso, deverá indenizar essas pessoas. Vamos substituir por outras árvores,”.
Cada um que tire suas próprias conclusões.

14 comentários:

EFGoyaz disse...

Essas árvores são umas assassinas. É um perigo. Queria entender pra onde vai toda essa madeira que essa administração anda comendo pela cidade.

Aristeu disse...

É o cão chupando manga, só pode.

Anônimo disse...

No meu ver isso é um crime. Não entendo como alguém não faz alguma coisa contra isso. Mesmo que plantem outras árvores vai demorar muito pra que cresçam e deem sombra e frutos como as que estavam lá. Quando vi que estavam derrubando mais árvores, fiquei indignado. E por que começaram a reformar a praça se não podia ser terminada antes das festas de dezembro?
Não tenho nada pessoal contra esse governo mas acho que deveriam de estudar melhor cada caso antes de fazer uma intervenção num momento errado como o que foi feito nessa praça.
Que Deus possa olhar pela natureza pois pelo que eu estou vendo o governo de Araguari não tem esse compromisso.

Anônimo disse...

A culpa é da Bióloga!

Leandro Cezar Maniezo disse...

A Praça Manuel Bonito está insuportável em dias quentes. Realmente, vai demorar décadas pras árvores crescerem novamente e até lá, dá-lhe sol nos miolos! Hoje (02/12) teve gincana do meio-ambiente nesta praça devastada. Fiquei pensando qual o intuito de tal evento. Pra mim uma palhaçada, um monte de coisinhas comuns demais, inúteis, que nada melhoram o meio ambiente. Como sempre um monte de estudantes eufóricos, correndo pra lá e pra cá tentando realizar umas provas esquisitas, fazendo árvores de natal com material reciclável (diga-se geração de lixo, pq tudo vai acabar no lixo mesmo). Um monte de lixo, copos descartáveis, caixinhas de sucos, milhões de plásticos e papéis espalhados pela praça e ruas. NENHUMA ação efetiva sobre a redução de lixo, consumo consciente, arborização urbana, tratamento de esgotos. Só mesmo aquela coisa fantasiosa e frases feitas do tipo: "Plante uma árvore, plante uma vida", "A natureza depende de nós". Ações e eventos totalmente insignificantes numa cidade que está dizimando as árvores, destruindo nossas praças!

Renato disse...

o governo coelho não olha pelo nosso povo,e vai olhar pela nossa natureza, o meu Deus olhar por nós,Amen.....

Anônimo disse...

Mais uma atitude sem noção do novo modelo, é indignante ver o vazio sem essas arvores, nós taxistas nos abrigavamos sobre a boa sombra que aqui tinha , agora estamos sem lugar pra ficar, torrando sob o sol quente.

Iconoclasta disse...

Apresento pra vcs o "Novo Modelo" de destruição!

Edilvo Mota disse...

Se a culpa for do arquiteto, temos o GLAUCIO HENRIQUE CHAVES pra bode expiatório

Anônimo disse...

Manga na cabela delles

Leandro Cezar Maniezo disse...

Acredito que o corte dessas árvores não seja apenas por uma reforma radical nas praças e nos ambientes urbanos. Alguém está levando de graça essa madeira pra queimá-la seja de que forma for. Esse uso ilegal de madeiras vem desde o início do (des)governo do Sr. Coelho, quando do corte dos eucaliptos. Alguém sabe ou conhece de alguém ligado ao governo que tem algum negócio/empresa/atividade que utilize madeira? Isso tudo é um crime que precisa ser investigado!

Edilvo Mota disse...

Caro Leandro,

a pergunta que fica no ar, sempre sem resposta é...

QUEM VAI INVESTIGAR??

Aposto 01 caixa de cerveja que a Câmara Municipal não investiga.

Pablo disse...

É um absurdo o que está acontecendo nessa cidade. Esses cortes desenfreados e CRIMINOSOS de árvores são inadimissiveis.

A grande maioria da população araguarina repudia esses cortes, mas mesmo assim o Palácio (ou seria melhor 'Palhácio'?) não dá a mínima, e dá-lhe motossera.

Como diz um grande amigo: Esse não foi um bom ano para ser Sibipiruna em Araguari.

Temos que planejar alguma coisa para não deixar que Marc Rabbit e seus asseclas cortem essa mangueira da Getúlio Vargas.

Aliás, como já disseram muitos aqui, os cidadãos que pagam impostos aumentados em grandes proporções, estão fritando sob o sol escaldante ao invés de aproveitarem uma aconchegante sombra. Sem falar na idade daquelas árvores.

Não sou nenhum ambientalista, como esses que a gente está cansado de ver na televisão, mas quando vejo esse tipo de canalhice, esse corte indiscriminado de árvores, sinto uma revolta muito grande.

Esse Novo Modelo serviu apenas para evidenciar como um governo pode ser um lixo, por que em matéria de canalhice, mau-caratismo, dissimulação, picaretagem, politiquisse, incompetencia e ineficiencia (dentre infinitas outras coisas), esse Novo Modelo é um Colosso.

Feio fica para o vice-prefeito que é, ou pelo menos era (a essa altura já nem sei mais) do PV. Aliás esse é outro que desapareceu.

Aos advogados do blog, nosso grande mestre Marcos pode nos ajudar, não seria possível ajuizar uma Ação Popular, devido esses cortes?

É triste ver que o verde da cidade aos poucos se esgota, e o pior é ouvir parte da imprensa dizer que isso é modernidade.

Luto pelas vitimas das motosseras do Novo Modelo de "Administração".

Anônimo disse...

E se a gente fosse lá pra praça e impedíssemos pessoalmente os cortes, poderíamos até chamar a imprensa. Talvez a gente consiga salvar algumas árvores ainda.