terça-feira, 29 de novembro de 2011

Hospital Municipal de Araguari, MG, não pode funcionar como hospital

'Para ser hospital teria que demolir e construir novamente', diz vice prefeito.
Laudo técnico condena partes do prédio principal.

Hospital já foi inaugurado três vezes (Foto:
Reprodução TV Integração)

A liberação do Pronto Socorro do Hospital Municipal de Araguari só deverá ocorrer no início de 2012 após a expedição de um alvará de funcionamento pela Vigilância Sanitária e de adaptações na vidraça, instalação de cortinas e limpeza do local, segundo o vice prefeito do município, Juberson dos Santos Melo. O laudo técnico elaborado pelos engenheiros da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) foi emitido nesta segunda-feira (28). O documento aprova o uso temporário do prédio anexo, destinado ao Pronto Socorro, no entanto, condena partes do prédio principal, como o sistema de gás e a rede de esgoto. Apesar de ter sido inaugurado três vezes, em 2003, 2006 e 2008, o hospital nunca entrou em operação.
“O que conseguimos neste momento foi o amparo para usar o prédio de forma temporária. O laudo não viabiliza a possibilidade de um dia vir a funcionar como hospital. A justiça deve definir o que será possível funcionar no local, talvez parte administrativa da Prefeitura, por exemplo. Para ser hospital teria que demolir e construir novamente”, disse o vice prefeito.
Clique aqui e leia o restante da reportagem no Portal G1


Pergunta do Blog
O vice-prefeito Juberson dos Santos Melo disse: "Para ser hospital teria que demolir e construir novamente".
Então, pode-se perguntar: onde estava o atual vice-prefeito à época da "construção" do "Hospital Municipal"?

6 comentários:

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 29 de novembro de 2011.

Prezado Marcos,

E pela forma que está sendo conduzido este imbróglio, não é de se duvidar que os "Responsáveis Solidários & Coniventes" se elejam, reelejam e repitam os mesmos procedimentos...

NA MAIOR CARA DE PAU !!!

#inhambúNaCapanga

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Edilvo Mota disse...

Na época da construção do hospital, o atual vice-prefeito estava confortavelmente instalado numa cadeira da Câmara Municipal de Araguari, como vereador eleito (Legislatura 2001-2004) e era líder do governo Marcos Alvim.

Anônimo disse...

Taí.

Ele era vereador!
Devia mesmo era ficar calado, ao invés de dar margem à comprovação do seu desserviço à cidade.

Lamentável. Araguari, a cidade da piada pronta.

(e aguardem que a patota tá voltando! - agora com doutores e mais puxassacos de plantão)

Aristeu disse...

Vamos bater o martelo: Não serve pra hospital, mas serve pra fazer um presídio para políticos ou é pequeno demais?

Anônimo disse...

Eh por que so agora o prefeito decidiu correr atras do funcionamento de Hospital Municipal. Sera que por que ELE CONSEGUIU ACABAR COM A SAÚDE DA CIDADE.OU POR QUE AS ELEIÇÕES DE 2012 ESTÃO CHEGANDO?

Anônimo disse...

Juberson;

Você poderia ter aprendido com os erros, porém, apenas se tornou ainda mais aberto a práticas sórdidas e hipócritas. Você continuou com promessas e emagogias; não deu conta de manter uma única linha de comportamento dentro do governo e quando achamos que faria algo bom e honroso, seja, quando da entrevista que, de forma contundente e pesada, você condenou a administraçao governo Marcos Coelho. Sou um que, por muito tempo acreditou e confiou no seu potencial. Reconheço que potencial você tem, no entanto por muitas vezes preferiu seguir o caminho torto e lamacento da política. O Governo que você faz parte está destruindo nossa Araguari! Não estarei mais onde você estiver!