terça-feira, 29 de novembro de 2011

Engenheiros da UFU emitem Laudo Técnico que libera o uso de parte do “Hospital Municipal”

Pronto Socorro Municipal pode vir a ser transferido para prédio anexo ao “Hospital Municipal”

A Prefeitura recebeu ontem, segunda-feira, 28, o Laudo Técnico sobre o prédio do “Hospital Municipal”, elaborado por engenheiros da UFU (Universidade Federal de Uberlândia), o qual aprova o prédio anexo, destinado à instalação de “Pronto Socorro”, concordando com a ocupação e uso do mesmo para fins de Pronto Socorro. No entanto, o Laudo condena partes do prédio principal, do “Hospital” em si, como, por exemplo, o sistema de gás, que não considera próprio para uso.
Segundo a Secretária de Desenvolvimento Tereza Cristina Griep, uma Comitiva formada por representantes da Prefeitura de Araguari e técnicos da Vigilância Sanitária Estadual terá audiência hoje com o Dr. Cléber Eustáquio Neves Procurador da República, em Uberlândia para tratar, em conjunto, da liberação do alvará de funcionamento.
Segundo a Secretária do Planejamento, tão logo a Prefeitura receba o “Alvará de Funcionamento” o Pronto Socorro Municipal será transferido para o prédio do “Hospital Municipal” para dar lugar à construção de uma UPA no valor de dois milhões de reais no terreno onde hoje se localiza o Pronto Socorro.
Transcrito do Correio de Araguari, edição de 29/11/2011.

Pitaco do blog
Mais um capítulo da novela. Engenheiros da UFU liberaram parte do prédio do HM. A liberação diz respeitos às condições físicas das instalações. Há a necessidade, ainda, de uma liberação jurídica. Vale lembrar que tanto o prédio quanto os equipamentos não podem, ainda, ser utilizados devido a irregularidades na construção das instalações e na aquisição dos aparelhos lá estocados.
Vou repetir aqui o que já falei para algumas pessoas, inclusive integrantes do atual governo, a "birra" do prefeito em transferir o Pronto Socorro Municipal (PSM) para o prédio do HM só contribuiu para atrasar a implantação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Essa conversa de que a UPA só poderá ser construída no local onde está atualmente o PSM é "conversa para boi dormir". O administrador não pode ficar preso a soluções únicas. É preciso trabalhar com alternativas também viáveis. Enquanto não se desenrola a situação, a cidade continua sem UPA e sem um PSM decente.
Tem mais um detalhe: instalações, sozinhas, não resolvem o problema da saúde. É preciso gestão. De que adiantam prédios novos se não tivermos médicos e equipamentos ou se o dinheiro da saúde continuar servindo para engordar o lucro fácil de empresas privadas? Ou se muda a forma de gerir o sistema ou, daqui a 10, 20 ou 100 anos, a sociedade estará discutindo esses mesmos problemas.

6 comentários:

Anônimo disse...

Que a administração decida dar um UP ao UPA. Com certeza a esperança é a ultima que morre, e que morra a esperança e não os pobres cidadãos que tem identidade somente na época de pleito eleitoral Mas falando em esperança, com a Campanha " DÊ DIGNIDADE NÃO DÊ ESMOLA", o prefeito dará o ponta pé inicial na Campanha, voltando atrás na decisão do VALE ALIMENTAÇÃO, e passará a pagar o que está na LEI MUNICIPAL, os R$50,00. Será!? Como eu disse no inicio a Esperança é a última que morre! BOM DIA, ARAGUARI! Cidade de água boa, povo hospitaleiro e trabalhador, o que falta é uma boa administração para o alto valor de impostos arrecadados. Sem ofensas, pensando apenas no bem estar de nossos filhos, netos, bisnetos.

Edilvo Mota disse...

Em 2005, ocupando o cargo de secretário municipal de saúde, providenciei junto à empresa WHITE MARTINS um TESTE DE ESTANQUEIDADE da rede de gases do Hospital Municipal.

O laudo apresentado pela empresa atestava inúmeros vazamentos na rede, construída embutida na parede, contrariando as modernadas técnicas de arquitetura hospitalar e consideranto a rede imprópria para uso.

Imediatamente, comuniquei o fato ao prefeito municipal, através de ofício, anexando o laudo e sugerindo que fosse acionada judicialmente a empresa responsável pela obra, para correção.

Inobstante algumas manifestações anônimas de abilolados, ora lotados em cargos comissionados, jamais me omiti no exercício de função pública.

Os fatos estão todos devidamente documentados.

Anônimo disse...

Edilvo, que triste isso. O ex prefeito de 2005 quedou inerte quanto ao Hospital Municipal. Mesmo tendo em mãos a quantidade de leitos necessarios para o funcionamento do estabelecimento hospitar, deixou aquém instalando menos numero de leitos. Enfim, construi um elefante branco, mesmo contando com estrutura de engenharia não consertou vazamentos, ou sequer usou material de primeira evitando a deterioração. Tenho certeza que voce usou de boa vontade e principalmente de boa fé quando Secretario de Saúde, mas o que falta em nossa cidade é um bom gestor no Poder Executivo. Uma pena que um prefeito que ficou 8 anos no Poder não conseguiu fazer o Hospital Municpal funcionar e logo após entra outro prefeito, que deu esperanças aos Araguarinos, pois grande administrador dos próprios negócios, e também não tem o menor ânimo de fazer o tão esperado Hospital Público funcionar. E isso não é privilégio de grandes centros Urbanos, haja vista que a estimada Estrela do Sul, cidade de menor porte, há décadas possui um. Não quero fazer comparações, mas através desse apelo, bom será a população rogar a Deus por melhores administradores da coisa pública.

Aristeu disse...

O hospital parece ser uma bomba com triplo efeito: estilhaçou o prefeito passado, o presente e o futuro.

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 29 de novembro de 2011.

Prezados e-Leitores,

Impressionante mesmo é a estanqueidade garantida contra gases e "sólidos", exarada e GARANTIDA pela White Collar & CIA iLTDA...

VAZAM "sólidos" para todo lado, e somente atingem o POVÃO.

Daqui há 10 anos, continuaremos. Não trata-se mais de Novela. Já tornou-se um Seriado, e daqueles onde o bandido sempre se sai bem...

DEVE SER BOM DEMAIS TER AMIGOS INFLUENTES !!!

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

garliene arts disse...

#Espanto Tecnicos da UFU aprovou parte do Hospital Municipal pra uso ....SOCORROOOO se esta condenado parte do hospital , MEU DEUS é o fim mesmoooo >>>>TEM QUE LIBERAR TUDO ou NADA, meu Deusssss como pode isto, tratar as pessoas com saúde delicada PELA METADEEE ..... SO ARAGUARI MESMO =S
*>>>>Se foi proibido liberar a outra parte do Hospital devido a problema de gases....>>>Coloca todo mundo em risco, funcionarios e usuarios do hospital.....ISTO É GRAVE ......=(
*>>>>Fazer ocupação forçada do Hospital Municipal ....>>Isto é GRAVE e não justifica o erro anterior =((
*>>>> O Hospital foi embargado >>>O predio é imprestávellll (Dr. Rogerio Fernal )foi dito em uma rádio hoje.
*>>>>Thereza Christina Griep Ouvindo vc no Rádio>>>Como assim esgoto com problema no fundo do hospital??? E ainda assim vc tb dizendo do problema dos gases >>>ISTO É GRAVE forçar uma entrada como pronto socorro .....=S>>> Escolha outro local pra abrigar o Pronto Socorro ...>>>Este predio esta condenado a estrutura =S