sábado, 17 de setembro de 2011

Saúde pública: fortalecimento da rede de atenção a urgências

Rede de atenção a urgências é fortalecida em 8 Estados
Por AE
São Paulo - O Ministério da Saúde está dando mais um passo para a expansão da rede Saúde Toda Hora. Desta vez, oito Estados - Bahia, Goiás, Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo, Rondônia, Pernambuco e Rio de Janeiro - terão serviços de urgência e emergência ampliados.
O governo federal autorizou a construção de cinco novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAS 24horas) e o repasse de R$ 12,6 milhões, por ano, para o custeio de outras seis UPAs prontas para o atendimento à população. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU/192) também foi ampliado com a habilitação de novos carros, são duas ambulâncias e outras três motocicletas.
As novas UPAs serão instaladas nos municípios de Caçador (SC), Araguari (MG), Americana (SP), Osasco (SP) e Ji-Paraná (RO). A unidade Osasco terá porte III, com estrutura de até 20 leitos e capacidade para atender até 450 pessoas por dia. Já as UPAs de Ji-Paraná e Araguari serão de porte II, com até 12 leitos e capacidade para atender 300 pacientes e as de Americana e Caçador, terão de porte I, com estrutura de até 08 leitos e capacidade para atender até 150 pessoas por dia.
Modelo - As UPAs oferecem assistência em situações de emergência durante 24 horas por dia, todos os dias da semana. Elas funcionam como unidades intermediárias aos hospitais e ajudam a desafogar os prontos-socorros, ampliando e melhorando o acesso dos brasileiros aos serviços de emergência no SUS. As unidades também atendem integradas ao SAMU 192. Ao atender um chamado de urgência, os atendentes do SAMU prestam o primeiro atendimento ao paciente e o encaminha para as UPAs ou para os hospitais da rede, nas situações mais graves.
Custeio - O Ministério da Saúde também autorizou o repasse de R$ 12,6 milhões para custeio e manutenção de seis UPAs. Duas no Rio de Janeiro e uma no Recife têm Porte III e receberão, cada uma, recursos anuais de R$ 3 milhões. Já as UPAs de Formosa (GO), Votuporanga (SP) e Araraquara (SP), têm porte I e receberão, cada uma, R$ 1,2 milhões por ano. Os repasses são efetuados diretamente do Fundo Nacional de Saúde para os Fundos Estaduais ou Municipais de Saúde.
SAMU 192 - O Ministério da Saúde também autorizou o repasse de recursos para custeio de veículos do SAMU 192 em três estados: Bahia, Santa Catarina e Pernambuco. As cidades de Gaspar (SC) e Ibicoara (BA) receberão R$ 150 mil, por ano, cada uma, para custeio de uma ambulância de suporte básico (USB). Já a capital de Pernambuco, Recife, receberá R$ 252 mil, para custeio de três motocicletas, as chamadas motolâncias. As informações são do Ministério da Saúde.

Transcrito da Veja on line.

Um comentário:

Aristeu disse...

Urgente mesmo é uma tomada de medidas profiláticas de combate aos virus e bactérias da epidemia nacional banalizada por corrupção.