quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Políticos não conseguem doutrinar multidões anônimas

Diversas manifestações contra a corrupção estão sendo realizadas no país. A marcha realizada no último dia 7 de setembro, com 25 mil participantes em Brasília, foi a primeira. Ato semelhante está agendado para o dia 20 de setembro, no Rio de Janeiro, e já conta com quase 30 mil adesões no Facebook. O feriado do dia 12 de outubro, ao que tudo indica, também será movimentado. Estão previstas manifestações, por exemplo, em Belo Horizonte, Brasília, Florianópolis, São Paulo e Recife.
A intensificação de atos de repúdio à corrupção foi um dos temas da entrevista dada ao site Contas Abertas por Roberto Romano, professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e especialista em ética. O entrevistado abordou a questão ética no Brasil, apontando algumas das raízes da corrupção. Eis aqui a resposta do professor a uma pergunta específica sobre o significado dessas manifestações:
Contas Abertas – As recentes manifestações contra a corrupção realizadas e as próximas que estão planejadas mostram que o sentimento de inevitabilidade da corrupção está mudando?

Roberto Romano - Com certeza é indicação de mudança. Desde a revolução da informática, há circulação de informações inéditas no Brasil. O que nossos políticos não perceberam até agora é que as mídias sociais, como o twitter e facebook, não servem para fazer cabeça de rebanho eleitoral. Por mais que escrevam e falem, os políticos não conseguem doutrinar multidões anônimas, como o ocorrido nas marchas.
Há multidões cada vez mais ponderáveis que tem acesso a informações. Você não tem mais aquele âmbito do segredo. É fantástico. Quantas ações similares ou piores do que a feita pela Jaqueline Roriz já ocorreram? Hoje, por meio eletrônico, temos uma arma de mobilização social contra isso.
E tem outro fato. Quando existem quadrilhas, mesmo de políticos, há concorrência e há pessoas que foram preteridas. Nunca se tem certeza de que o fato delinquente vai cair no esquecimento e no segredo. Alguém vai filmar, vai gravar e vai denunciar e isso cai no plano público.
As manifestações contra corrupção, junto com o Ficha Limpa, são demonstrações ainda muito frágeis de que a cidadania pode modificar o sistema. Mas para isso, o pior caminho é o do moralismo. Esse é o caminho da seita. É preciso estudar meios de efetivamente atenuar a corrupção mudando as instituições e a pratica social, mas não podemos pregar sermão em terra vazia.
Clique aqui e leia a entrevista na íntegra.
Imagem capturada em http://30ealguns.com.br/2011/02/santo-andre-e-a-corrupcao/

15 comentários:

Colenghi disse...

Marcos,
bem que poderíamos usar o Facebook para tentar organizar uma manifestação contra a corrupção e má administração aqui em Araguari; temos o feriado de Proclamação da República. Podámos ver nossos contatos no grupo do Face e quem sabe fazemos algo?

EFGoyaz disse...

É muito bom ler isso. Fica cada vez mais claro e nítido que esse blog e seus leitores estão num caminho muito saudável. Não precisamos temer ameaças e esperneios dos donos do poder e dos seus mandatários. Estamos cada vez mais fortes pra varrer os pulhas de Araguari da prefeitura, da câmara, do judiciário, etc.

antoniaarruda disse...

concordo também gostaria de participar, acho que é hora de sairmos de tras do computador e irmos para as ruas, temos que plantar uma idéia, tenho certeza que muitos a seguirão.

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 14 de setembro de 2011.

Prezado Colenghi,

Observe a quantidade de novos adeptos à escrita e exposição de ideias...

O hábito iniciou-se no Orkut, passou para o Face e está sendo cruzado por clippings em diversos links de Blogs.

Uma verdadeira TEIA de informações. ON-LINE.

Podemos nos manifestar à vontade, sempre tendo ciência dos limites morais e legais, dentre eles, o "Princípio do Contraditório e da Ampla Defesa".

Com a prática, acabamos assimilando leituras muito produtivas, dentre elas, as que reportam à OAB local e ao MP.

E nós sabemos muito bem, que toda e qualquer manifestação para exatamente por ali...

A questão agora é aprendermos a dar continuidade dali em diante, acompanharmos procedimentos e Processos, COBRAR ATITUDES, e lograr êxito em alguma DEMANDA.

Trata-se de uma postura DEMOCRÁTICA que exigirá um comprometimento bem maior do Cidadão.

Não há espaço para o ANONIMATO.

É DENUNCIAR, ganhar a causa, ou se ferrar mesmo! Na Justiça, e fora dela.

Caso contário, continuaremos a ser um bando de "neófitos" românticos, sonhadores com uma Araguari melhor.

Sejamos lúcidos: É MUITO COMPLICADO!

Fonte de uma descrença, legal:
http://www.correiodearaguari.com/correio/index.php?option=com_content&task=view&id=2258&Itemid=26

Alguém tem alguma noção sobre o resultado prático desta ação popular aí ?!

ABSOLUTAMENTE NADA, né ?! Nem arranhou.

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

garliene arts disse...

"É preciso estudar meios de efetivamente atenuar a corrupção mudando as instituições e a pratica social, mas não podemos pregar sermão em terra vazia."

P.S >>Assim somente assim com a verdadeira união popular em prol de uma VERDADE SOBERANA.
A idéia antoniooaaruda já esta plantada aqui em Araguari o FOTOGRAFAÇO,um meio já estudado que estamos semeando , fotos estão sendo expostas no MP até sexta feira,esperamos o apoio de todos em ir visitar e ver as fotos que mostra a realidade de nossa Araguari. =D

garliene arts disse...

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA: A CULPA É DO FOTÓGRAFO.
Acontecendo de hoje até sexta-fei...ra, dia 16, na sede do Ministério Público Estadual em Araguari-MG. (Esquina da Av. Theodolino P. de Araújo com Cel. Lindolfo R. da Cunha).

São 48 fotos de 17 pessoas diferentes, referentes ao 1º Fotografaço da cidade.
Essa é a primeira exposição de arte que acontece dentro do Ministério Público, desde quando o prédio foi inaugurado.
A exposição pode ser visitada por qualquer pessoa em horário comercial (das 8 até às 18hs).
Quanto: grátis.

http://aculpaedofotografo.wordpress.com/Ver mais
De: Glaucio Henrique Chaves..

Aristeu disse...

Sou a favor da marcha contra a corrupção desde que tal marcha seja realizada por uma multidão e por sobre os pescoços dos corruptos.

Ianis disse...

Antônimo diz:

#baixaUmidade

#DotôTambémSurtô

Atenciosamente,
Antônimo. Pela vaporização de corruptos. Já!

Rodolfo Paranhos disse...

Acho que a manifestação deveria mobilizar todo o Brasil, aí sim tem possibilidade de produzir bons resultados.

Anônimo disse...

Sereno, contundente, franco. Como sempre, o discurso do senador Pedro Simon (PMDB-RS) na tribuna do Senado nesta quarta-feira, deveria servir de modelo para político sde meia-pataca que inundam o país.

Aos 80 anos, Simon esbanjou espírito crítico e analteceu as REDES SOCIAIS da Internet e os jovens que produzem, na sua opinião, uma nova forma de democracia.

Simon exortou a todos os brasileiros a se engajarem no combate à corrupção.

Entre tantos canastrões e picaretas, Pedro Simon tem sido uma voz dissoante num Senado enxovalhado pela tramóia, pelo cinismo e pela ineficácia.

Ainda restam alguns brasileiros decentes por aí...

EDILVO MOTA
Araguarino genérico

João disse...

estou decepcionado com DR José Flavio e Dr Marcos que não me responderam sobre a omissõ do MP (Ministério Publico) em relação a caso do relatorio do municipio que os vereadores denunciaram do super faturamento e pagamentos de serviços não prestados e corrupção na SAE será que os senhores também tem medo do MP mesmos sendo operadores do direito e pessoas integras a qual nós confiamos e botamos a cara a tapa.

Jose Flavio de Lima Neto disse...

Joao,

Não entendi sua colocação. Outrora falei que os Vereadores deveriam submeter a denúncia ao Chefe do Ministério Público, o Procurador-Geral de Justiça do Estado de Minas Gerais, inclusive falando da omissão de um dos seus membros. Caso o Chefe do MP/MG também ficasse omisso, o problema deverá ser submetido ao CNMP - Conselho Nacional do Ministério Público. Quanto ao modo de concretizar essas medidas, basta os edis acionar suas assessorias que são exímios operadores de direito. Ressalto que, os vereadores são muito bem remunerados e possuem assessores de altos níveis, basta seguir minha orientação.

Iconoclasta disse...

Fazer a denúnica no Ministério Público aqui de Araguari é perca de tempo. Deve-se buscar orgãos que atuam fora do domicílio araguarino, aqui tudo funciona no conchavo político.
Denúncias graves como essas que o João reportou existem outras tantas irregularidades que comportam a mesma natureza, no entanto nenhuma ação é tomada. Contraditoriamente o Ministério Público com a voz da promotora Leila estaria operando uma forma de buscar punições a servidores que estavam reivindicando por seus direitos.
É o cúmulo do absurdo!!!

Anônimo disse...

Edilvo Mota o senhor que foi gestor da saúde me responda no Contra-Cheque veio que o meu pagamento esta sendo retirado do Fundo Municipal de Saúde eu te pergunto isto é legal?
Aguardo resposta sua ou de quem possa me exclarecer por favor!

Jose Flavio de Lima Neto disse...

Iconoclasta,
Se você ler atentamente minha resposta ao João, poderá concluir que minha idéia é a mesma sua. Até porque eu oriento ao João (irmão de um vereador) para que os vereadores denunciem a omissão do membro do Ministério Público ao seu superior, em Belo Horizonte, caso ele fique omisso em mandar apurar, deverá ser denunciado ao CNPM - Conselho Nacional do Ministério Público. Foram os vereadores quem iniciaram a denúncia, portanto, eles devem ir até o fim, inclusive levar ao conhecimento das autoridades superiores as omissões daqueles que necessariamente tem o dever de zelar pelo patrimônio público e pela moralidade. A Instituição Ministério Público não tem cara, ele apenas é representado por pessoas que tem o dever de fiscalizar a correta aplicação das leis.