quarta-feira, 28 de setembro de 2011

O Retrato de um Preconceito

     Os Agentes de Combate às Endemias ou Agentes de Zoonoses ou Agente Sanitário ou ainda Agentes de Controle da Dengue (todos se resumem a uma única função) são profissionais de extrema necessidade à saúde pública. Bem, essa deveria ser a visão de qualquer gestor público que seja no mínimo um pouquinho capacitado para o seu cargo. Porque digo isto? O trabalho destes profissionais é de prevenção contra as doenças, trabalhando de forma a evitar o contagio da população, que, além de provocar um grande incomodo, leva até ao risco de morte. Também, gera grandes gastos com verba pública: o gasto com uma pessoa doente, que precisa de internação, medicamento e talvez ate cirurgia, nem se compara com o gasto de prevenção se esta fosse levada em consideração.
     Porém, infelizmente aqui em Araguari quando tive a oportunidade de analisar o projeto de revisão do plano de cargos e salários, não levei nem cinco minutos para ver a falta de respeito para com estes profissionais e com muitos outros também, porém neste desabafo, cito esta categoria.
     Primeiro, somos regidos pela Lei nº 11.350/2006, juntamente com os agentes comunitários de saúde. Esta lei determina nossa atribuições e requisitos:

“Art. 3o O Agente Comunitário de Saúde tem como atribuição o exercício de atividades de prevenção de doenças e promoção da saúde, mediante ações domiciliares ou comunitárias,individuais ou coletivas, desenvolvidas em conformidade com as diretrizes do SUS e sob supervisão do gestor municipal, distrital, estadual ou federal.
Art. 4o O Agente de Combate às Endemias tem como atribuição o exercício de atividades de vigilância, prevenção e controle de doenças e promoção da saúde, desenvolvidas em conformidade com as diretrizes do SUS e sob supervisão do gestor de cada ente federado.”

Art. 6o O Agente Comunitário de Saúde deverá preencher os seguintes requisitos para o exercício da atividade:
I - residir na área da comunidade em que atuar, desde a data da publicação do edital do processo seletivo público;
II - haver concluído, com aproveitamento, curso introdutório de formação inicial e
continuada; e
III - haver concluído o ensino fundamental.
Art. 7o O Agente de Combate às Endemias deverá preencher os seguintes requisitos para o exercício da atividade:
I - haver concluído, com aproveitamento, curso introdutório de formação inicial e
continuada; e
II - haver concluído o ensino fundamental.
     Como percebemos, atribuições e requisitos são muito semelhantes. Segundo a Constituição Federal, a CLT e a própria Lei Orgânica do Município de Araguari, temos direito à isonomia salarial em relação aos nossos colegas agente comunitários. Não que para eles o plano seja uma maravilha. De forma alguma. Também ficaram defasados. Porém, quando comparado com o de agente de controle da dengue, é de dar gargalhadas ou de chorar de tristeza:
- AGENTE COMBATE AS ENDEMIAS OU AGENTE SANITÁRIO APROXIMADAMENTE: R$ 572,00
- AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE: APROXIMADAMENTE: R$ 714,00.
     Agora pergunto por que esta diferenciação entre categorias altamente semelhantes? Será por que esta categoria é vista apenas como pessoas vão a casa da população para limpar seus quintais? Como furadores de latinhas? Será por que nunca reconheceram a importância de seu trabalho enquanto funcionários que fazem educação, orientação e prevenção de doenças? Ou ainda será por que é uma categoria que lutou por seus direitos e por isso sempre é tão perseguida? Ficam as questões.
     Nem mesmo a nomenclatura desta função querem mudar, por que será? Será por causa de uma emenda constitucional que está a caminho e beneficiará a categoria? Não sei. Será que alguém tem a resposta? Espero poder contar com os vereadores na questão da nomenclatura, visto que em questões salariais eles não podem fazer nenhuma emenda no plano. Questões salariais de pessoal têm que ser resolvidas com luta da categoria. Sei que a enfraqueceram bastante, com um enorme numero de contratados a quem, infelizmente, são vedados os direitos do plano. Porém, os poucos concursados que sobraram eu convoco a virem a luta por melhorias. Se não, serão mais anos e anos de injustiças com esta tão importante categoria para a saúde pública.
     Agradeço a quem teve a paciência de ler e ao blog pela oportunidade de postar. Peço que me perdoem pelos prováveis erros de português no texto.


Antônia de Cácia Martins Arruda

Pitaco do Blog
Eu é que agradeço à Antônia pela participação. Este espaço é de todos. Serve justamente para reflexão e debate acerca dos temas relevantes para os leitores.
Em especial, quanto ao novo plano de cargos e salários, espero que o texto fomente uma discussão mais ampla. Isso porque os funcionários foram praticamente alijados do processo de elaboração dessa revisão. Além disso, muito pouco poderá fazer o Legislativo, seja por vedações legais, seja pela complexidade do projeto, que tem 239 artigos e alguns anexos. 
Clique aqui e veja o projeto de lei do novo plano de cargos e salários.

57 comentários:

Aristeu disse...

A maioria de funcionários públicos ficam a catar moscas e certamente sobra pouco trabalho aos encarregados deste ofício.

Zimiro disse...

Primeiro gostaria de parabenizar a Antônia pelo belíssimo texto. Aproveito também para fazer algumas considerações que acho pertinentes.
Quando o plano de carreira foi elaborado, em meados de 2006 o salário do agente sanitário sofreu um aumento de 20% nesse ano, mas sem a revisão anual nos anos subsequentes não demorou muito para que o salário dessa categoria retornasse ao valor do mínimo novamente.
Agora com praticamente seis anos sem revisão o plano é apresentado com apenas 5%.

Então eu pergunto, que revisão é essa que não conseguiu fazer nem mesmo uma recomposição salarial com os 20% para pelo menos segurar sua estabilidade financeira? Mas nem isso conseguimos!!!

Para piorar a situação, os 5% oferecidos pelo plano de carreira vai ter vida curta, pois no próximo ano o governo federal provavelmente vai aumentar o minimo em 13% qualquer pessoa com um intelecto mediano sabe que 13% > 5% ou seja, a tal revisão do plano já nasce defasada.

Outra situação constrangedora, é que a própria administração reuniu com cada categoria separadamente onde os servidores oportunamente apresentaram suas pautas de reivindicações e esperavam a posição da administração frente as essas reivindicações e consequentemente a contra-proposta do governo municipal. Ou seja, os servidores esperavam um campo mais amplo para discussões em torno desse projeto, mas infelizmente o plano de carreira subiu para o legislativo com um feição unilateral decepcionando nós servidores públicos.

Anônimo disse...

ANTÔNIA....

PARABÉNS!!!

Parabéns pela clareza do texto, pela lucidez e coragem de manifestar sua opinião mesmo sabendo que caminha num campo minado. Minado pela falta de tradição no respeito ao debate e ao contraditório, especialmente no âmbito político.

Tendo servido ao município como gestor da saúde, pude conhecer e compreender a exata dimensão do trabalho desempenhado por vocês, Agentes de Controle de Endemias; inclusive acompanhando, pontualmente, o trabalho de campo e reunindo com as equipes.

Tenho orgulho de estampar em meu currículo a condição de ex-servidor público nomeado/temporário. Como também tenho orgulho de, sempre que posso, reiterar minha condição de ex-colega e sempre amigo da maioria de vocês, servidores municipais da saúde. Pautamos nosso relacionamento profissional no respeito, na cordialidade e na serenidade, mesmo nos momentos de divergências conceituais.

Recebam, você e os demais ACE's do município minha SOLIDARIEDADE e meu incondicional APOIO. Isto representa, na prática, quase nada. Mas não me furtaria de trazer a público meu respeito e minha admiração pelo trabalho de vocês; ainda que isto incomode a alguns.

EDILVO MOTA
Ex-secretário municipal de saúde
Araguarino genérico

Iconoclasta disse...

Mas apenas os ingenuos poderiam acreditar numa revisão do plano de carreira realmente benéfica ao servidor. A admnistração do "Novo Modelo" sempre insinuava através do seu orgão de imprensa contra os funcionários de carreira, quantas e quantas vezes nós não debatemos artigos, colunas publicadas no jornal O CORREIO com matérias depreciando os servidores concursados. Assim como esperar alguma coisa favorável aos servidores de carreira com a revisão do plano de carreira?

Colenghi disse...

Antônia.
Também vejo a procrastinação em desfavor de nossa categoria. Acredito que estamos sendo punidos por lutar pelo que temos direito. Ainda somos uma pedra no sapato do "Novo Modelo", o qual, por mais que tente, não terá apoio dos concursados que visitam 20 casas dia e tomam cafézinho na casa do morador. Nossa reposta efetiva se dará no próximo ano.
Sé espero melhorias através da regulamentação da EC 63/10. Já expliquei nossa condição aos sindicatos de ACEs e já me adiantaram que se aprovada, por mais que a administração barre e independente da nomenclatura, não conseguirá nos excluir desse direito.

Anônimo disse...

Já de saída do trabalho ficamos sabendo que o secretário adjunto ou interino sei lá ao certo, foi num programa de rádio e fez elogios a categoria dos agentes sanitários, mas nossa categoria gostaria que os elogios fossem tangiveis, expressos em melhorias para a categoria. Gostaríamos do maior envolvimento dos nossos gestores como da coordenação do programa, intervindo junto a administração a nosso favor, será que eles sabem quanto é o salário de um agente sanitário hj? Será que tem conhecimento da forma com que a categoria está sendo tratada no plano de carreira?
Poderiam mostrar o seu respeito levando a admnistração já que são partes do executivo a importância de também valorizar esses profissionais com um salário mais digno com as tarefas que executam.

Anônimo disse...

ACREDITO QUE VOCÊS DEVEM SIM BRIGAR PELOS SEU DIREITOS, POIS TODAS AS CATEGORIAS FORAM DEFAZADAS POR IGUAL, MAS AGORA QUESTIONAREM O REAJUSTE DOS ACS'S NAO ESTÃO SENDO COERENTES, POIS ESTA CATEGORIA TEVE O MESMO REAJUSTE QUE AS DEMAIS, QUANDO FIZERAM O CONCURSO TIVERAM A OPORTUNIDADE DE ESWCOLHER QUAL FUNÇÃO GOSTARIAM DE EXERCER NAO FOI? PORQUE ENTAO NAO ESCOLHERAM SER ACS??? CADA UM TEM SUA IMPORTÂNCIA, NÃO DESMEREÇENDO OS ACE POIS CONHEÇO BASTANTE O TRABALHO QUE REALIZAM COM MUITO ESFORÇO MAS O TRABALHO DOS ACS É BEM DIFERENTE E NÃO SEMELHANTE COMO ESTAM COLOCANDO, OS FUNCIONÁRIOS TEM DE BRIGAR PELO COLETIVO E NÃO PARA UMA CATEGORIA OU AQUELA, ENQUANTO FOR ASSIM OS GOVERNANTES VÃO ADORAR POIS PERDEMOS MUITA MOBILIDADE COM ESSAS PICUÍNHAS ENTRE CLASSES.

ANTONIA ARRUDA disse...

Acho anonimo acima que vc nao entendeu o testo deixa que eu te explico não questionei o aumento para os agentes comunitarios muito pelo contrario acho que vcs também estão prejudicados, o que disse é questão da isonomia salarial, nunca em toda minha vida de funcinario publico tive picuinha com nenhuma categoria se os agentes comunitarios foram citaos é apenas porque são o paramentro para a isonomia salarial, da proxima vez leia e interprete primeiro o texto para depois criticar se for uma critica pautada em verdades pode ter certeza que nao refutarei.
Não me lembro de escrever que o salario de vcs deveria cair e do agente saniotario subir se prestar atenção no texto irá ver qu escrevi isto em seu conteúdo, nunca fui individualista e não estou sendo no momento, tambem relatei no texto que a maioria dos servidores foram prejudicados, porém este texto era um desabafo.
Tenho orgulho em dizer que jamais luto por uma unica CATEGORIA E SIM SEMPRE LUTO POR TODA CLASSE DE FUNCIONÁRIOS PUBLICOS, MESMO ESTANDO AFASTADA NO MOMENTO.
cONHEÇO MUITOS AGENTES COMUNITARIOS E TENHO CERTEZA QUE ELES SABEM MUITO BEM DA MINHA POR TODOS.

Anônimo disse...

O problema é que muitos AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE se julgam como a ELITE DA SAÚDE, já tive oportunidade de participar de reuniões onde estavam presentes alguns servidores dessa categoria e vc logo identifica a ARROGÂNCIA de muitos deles. Menos viu... Menos... Já está com dificuldades de interpretar um texto básico desse imagina alguma coisa de maior complexidade, vcs não são isso tudo que julgam ser não. Menos... Baixem a bolinha!

Anônimo disse...

antonia parabens me orgulho de vc mesmo longe esta perto e sabe de nossa dificuldade de ser valorizado o nosso servico

antonia arruda disse...

Sabe acho que este anonimo é gente do governo querendo causar discordia entre os funcionarios quem leu o texto, sabe muito bem qual o objetivo dele, é melhor mudarmos o foco.
Mesmo porque estava analisando este plano é para entrar em vigor no proximo ano, a maioria dos servidores vão continuar com o minimo , pois em janeiro o salario provavelmente vai ser R$ 619 reais, ou seja esta proposta é apenas mais uma forma de enganar o funcionário, na verdade niguém vai receber R$572 reais pois o minimo será maior, GENTE ESTE PESSOAL É PIOR QUE FITA SÓ ENROLA!!!!!!!!!

Iconoclasta disse...

A SAE já ensaiando a sua privatização.

http://www.gazetadotriangulo.com.br/novo/index.php?option=com_content&view=article&id=17096:sae-pretende-firmar-convenio-com-arsae&catid=18:geral&Itemid=162

Anônimo disse...

Antônia mas é claro que que voce nao pediu para o salario dos acs abaixar porque isso seria impossivel, e como vc mesmo disse tambem ja participei de várias reuniões onde voce estava presente e pra ser bem sincera quando te via ja sabia que não seria uma reunião proveitosa, pois voce nao escuta ninguém, não dá a oportunidade de ninguém expressar sua opinião e tudo que voce sugere que todos entrem em greve, as que as coisas tem de serem discutidas mas com vc náo dá, pois não tem o mínimno de educação para escutar, gosta de falar bonito mas só pra fazer baderna.

Colenghi disse...

Anônimo do dia 29 de setembro de 2011 17:24
"MAS O TRABALHO DOS ACS É BEM DIFERENTE E NÃO SEMELHANTE COMO ESTAM COLOCANDO,"
Nota-se claramente seu desconhecimento e falta de capacidade de compreender um simples texto. Talvez você não saiba, por falta d e interesse ou capacidade de pesquisa e interação dos fatos, que existe uma Emenda Constitucional que quando regulada, legislará sobre as duas categorias. Há ainda proposta para integração das duas categorias, visto que trabalham com prevenção e visitas domiciliares.
A diferença entre o cargo de ACE e o seu, é que o ACE além da promoção da prevenção, dentro de suas atribuições, está a função de eliminar possíveis focos de vetores, mecânica ( Coleta), ou quimicamente ( uso de larvicida).
Informo ainda aos companheiros ACE, que há a possibilidade de formação de um sindicato esécífico para nossa categoria, o que tornará mais forte nossa categoria.
Quanto ao anônimo do dia 30 de setembro de 2011 10:04, os argumentos de vocês nunca mudam hein? Somente acusam os valentes de baderneiros e encolhem-se na covardia do anonimato e na bajulação de chefias. A Antônia é até recatada, por mim, faríamos é a luta armada.

Colenghi disse...

Em tempo:
Aos companheiros ACEs E ACS que quiserem informações, há um grupo d emobilização da categoria no facebook com as propostas e reivindicações da categoria. quem se interessar:

http://www.facebook.com/groups/agentesdesaude/

antonia arruda disse...

Quando falo ou escrevo anonimo digo meu nome , pois nao sou covarde, tenho coragem o bastante para me identificar , realmente acho que vc não é agente comunitario e nem mesmo funcionário público concursado, vc mais uma vez errou não falo bonito, pelo contrario até peco bastante no português e baderna tenho certeza que não faço, greve é difícil vc me ouvir dizeno para entrar de greve, pois sei que infelizmente não se faz greve com poucos e infelizmente, pouco tem coragem de lutar por seus direitos, agora como tenho certeza de vc não é um funcionário público, pouco me importa o que pensa de mim, vc apenas quer ser polêmica(o), sem dizer seu nome claro atrás da covardia, apenas isso mostra o que vc é e o que eu sou.

antonia arruda disse...

Bem lembrado vc ainda está blogando em horário de serviço, isso demostra o trabalhador que é!!!!!!!!!!
Em tempo este é meu horário de almoço.

antoniaarruda disse...

Pessoal acho melhor não estendermos esta discução, sabemos que este anonimo trata-se de uma pessoal que usa seu horario de serviço para blogar e o computador também deve ser do trabalho e tbm sabemos que não é um de nós e sim alguém querendo tumultuar.Combinamos é melhor ignorar, quer apenas jogar funcinário contra funcionário e nessa não podemos cair, é o que eles querem.

Anônimo disse...

Colenghi, enquanto a Emenda Constitucional nao seja aprovada nao tente igualar as categorias ta bom, depois de ser aprovada ou não é outra história, outra coisa voce apenas sabe a teoria do serviço de ACS pois na prática não tem conhecimento algum de como funciona, então nao diga aos quatro ventos que são semelhantes porque não são, hah voce vai me dizer que tambem nao sei o que é ser ACE, sei muito bem, pois fui uma ACE muito dedicada e agora sou ACS a 6 anos e sei como os trabalhos são diferentes, volto mais uma vez a afirma que as DUAS classes são merecedoras de salários dignos pois trabalham muito de sol a sol. O que me chateia é que por várias vezes os ACE axam que o salário dos ACS é bom e tudo mais. Como voce é uma pessoa que sempre esta atenta as coisas deve ter notado que SEMPRE houve uma diferença entre os salários das duas categorias, então voce nao axa que é jogar sujo colocar o salário de uma categoria em evidencia para conseguir vantagens a outra categoria??? Voce também axa que seria justo com TODAS as outras categorias das um reajuste para os ACE para equiparar os ACS???? Porque vcs merecem 2x de reajuste enquanto as outras categorias merecem apenas X????
Me desculpem mas eu volto a dizer, enquanto nao pensar no coletivo o funcionalismo público não terão beneficios reais

ANTONIA disse...

IGNORAR, IGNORAR E IGNORAR, REALMENTE QUER DISTORCER O ASSUNTO.

ANTONIA disse...

PENA QUE PARA IRMOS NESTES ENCONTROS É MEIO COMPLICADO, LI UM AGENTE DE bRASILIA SE NAÕ ME ENGANO DIZENDO QUE TEMOS QUE IR E DEPOIS NEGOCIAR COM OS GESTORES, ELE NÃO CONHCE ARAGUARI HIHIHI

Anônimo disse...

"Novo Plano de Cargos e Salários do Funcionalismo traz grande impacto na folha de pagamentos com aumento real de cerca de 12%"

http://www.correiodearaguari.com/correio/index.php?option=com_content&task=view&id=4695&Itemid=29

Quanta ética nessa informação. Esse lixo deveria ser proibido de circular.

Anônimo disse...

Anônimo do dia30 de setembro de 2011 13:50
Só esclarecendo sua falta de informação. A Ec já foi aprovada, só falta ser regulamentada. E vcs são um bando de frustrados, pois antes recebiam atenção do governo federal, pois eram um programa considerado " a menina dos olhos do govrno federa". agora com o advento do bolsa família, vcs caíram do cavalo.

Anônimo disse...

hum ta bom será que os acs é que são frustados, então tá, acho que não... quem será que quer equiparar os salarios???

Anônimo disse...

Modo de preparar o soro caseiro:
Coloque uma pitada de sal, e três pitadas de açúcar. Misture bem.
Você pode tomar o soro caseiro a cada 20 minutos.
Caso os sintomas persistirem, VOCÊ DEVE PROCURAR UM MÉDICO!

antonia arruda disse...

Realmente eu vi estampado em um jornal tedencioso, os numeros exorbitantes que apresentaram de gasto com os funcionários, apenas esqueceram de revelar que aqueles gastos acumulam em mãos de poucos e muitos poucos na maioria cargos de confiança, pois acredito que mais de 90% do funcionalismo público de Araguari concursado possui como salario base o mínimo, se gasta tanto pode ter certeza que não é com a maioria.

Anônimo disse...

Esses Agente Comunitário se jugam superior. Já vi eles fazerem entrevista com morador até quando encontram eles no açogue ou no mercado, só pra fazer produção rápido.

Anônimo disse...

Anônia
È claro que ela está blogando em horário de serviço. Eles correm pra fazer suas visitas e depois ficam o dia todo à toa. Ainda se sentem ofendidos quando comparados a agente de endemias...
Estou blogando em férias antes que falem algo.

Anônimo disse...

engraçado acho que alguém falou que nao tinha problema algum com os acs.... e que se dava muito bem com eles, antonia vc é uma fracassada e mal amada fica destilando seu veneno e fazendo intrigas, arrume algo mais importante para fazer, não generalize a classe, porque assim como vcs tem muita gente competente e dedicado com seu trabalho e muitos que so reclamam sem trabalhar como vc

Administrativo disse...

Prezados funcionários públicos,
novamente o Prefeito Marcos Coelho inova e mostra seu compromisso com todos vocês. Depois uma minuciosa análise e priorizando sempre a lei de responsabilidade fiscal, está em andamento a liberação do vale-alimentação do nosso servidor. Inova-se outra vez mais. Logo, nossos servidores terão em mãos um cartão com seu limite, podendo realizar suas refeiçoes ou compras. È o prefeito cumprindo suas promessas junto ao funcionalismo. Juntos conseguiremos sempre mais.

Ianis disse...

Antônimo surpreendido:

#Issa !!!

Atenciosamente,
Antônimo mais surpreso ainda.

Iconoclasta disse...

"Depois uma minuciosa análise e priorizando sempre a lei de responsabilidade fiscal, está em andamento a liberação do vale-alimentação do nosso servidor."

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
KKKKKKKKKKKKKKKKK

Depois de uma minuciosa analise?! Permita-me que falo a verdade sobre o vale-alimentação?

1ª A própria administração fez uma manobra para travar a liberação do vale-alimentação, porque não tinha interesse de manter o benefício para os funcionários.

2ª A lei que regulariza o vale-alimentação já existe há um ano, porque então a prefeitura não vinha liberando o beneficio para os funcionários? Já que é uma adminstração preocupada com bem-estar dos seus funcionários.

3ª A PREFEITURA FOI OBRIGADA PELA VIA JUDICIAL, ISTO É, POR DETERMINAÇAÕ NA JUSTIÇA A LIBERAR O VALE-ALIMENTAÇÃO PARA OS FUNCIONÁRIOS! NAÕ TEM NADA DE BENEVOLÊNCIA NO ATO. MUITO PELO CONTRÁRIO, FORAM ALGUNS SERVIDORES QUE INGRESSARAM NA JUSTIÇA CONTRA A PREFEITURA E ESTA OBRIGOU A PREFEITURA A CREDITAR O BENEFICIO.

4ª TODOS OS SERVIDORES TEM DIREITO AO RETROATIVO, OU SEJA, DESDE QUE A LEI FOI CRIADA O MUNICIPIO ESTAVA FALTANDO COM OS SEU COMPROMISSOS COM OS FUNCIONÁRIOS. MAS AGORA VÃO TER QUE PAGAR ATÉ OS ATRASADOS!!!

OBS: VCS QUE DEFENDEM O "NOVO MODELO" DEIXEM DE HIPOCRISIAS! FALEM A VERDADE!!! CHEGA DE MENTIRAS!!!! CHEGA!

Iconoclasta disse...

O "Novo Modelo" mostra tanto respeito pelos funcionários públicos que o plano de carreira foi um dos episódios mais lamentáveis e absurdos dessa administração.

Administrativo disse...

Iconoclasta,
Você já provou não gostar do governo com suas críticas infundadas. Se você não está satisfeito por motivos particulares, não é culpa do governo. Me diga o que outros governos fizeram, já que parece conhecer tanto sobre adm publica e funcionalismo.

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 6 de outubro de 2011.

Prezado Quebrador de Ícones,

Gostei do desafio que lhe foi proposto...

ACEITE-O. ( se estiver com tempo ! )

Um pequeno auxílio:
http://www.araguari.mg.gov.br/2010/index_historia.php?pg=ex-prefeitos

Das Gestões de 1983-1988 até a atual, gostaria de conhecer um pouco mais de seu ponto de vista...

Boa dissertação!

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Anônimo disse...

Crianças não briguem, a coisa vai piorar bem mais agora, pois a chefinha de vcs bem provavel será a Iolanda Coelho.... Tão tudo ferrado!!
Bom mesmo seria se todos os funcionários da saúde fizessem um protesto contra essa pessoa nesse cargo, e paralizassem todo o atendimento. Queria ver se ela assumiria!! Ia ser escurraçada a vassouradas da cidade.
Parem de brigar e vão lutar com unhas e dentes para melhorias de vcs, isso só acontecerá qdo aquele grupo não mais estiver na saúde.
Elas não gostam de vcs!! Pensem nisso!!

Colenghi disse...

O "vale-alimentação" ao contrário da propaganda que o "Administrativo" aqui fez, é do valor d e R$ 35,00 mensais. Isso mesmo, não se espantem.
Agora me vem um desgraçado qualquer aqui fazer campanha por causa de R$ 35,00? Esse governo é realmente surreal. Bando de loucos sonhando com reeleição.
O que se faz com R$ 35? E o servidor ainda tem de entrar na justiça para receber. Marcão, vai fazer falta não os 35 conto?

Administrativo disse...

Desgraçado??
Vocês estão perdendo a linha aqui. Sé tentamos esclarecer as dúvidas de vocês que nada entendem de ADM.

Iconoclasta disse...

Querido Administrativo(a) o que vc está tentando esclarecer a final? Pois a postura sobre o vale-alimentação estava sendo omissa, ninguém do "Novo Modelo" esclarecia sobre assunto aqui no blog, olha que já faz dois anos que a lei existe, e nada era dito até então, mas bastou a justiça determinar o seu pagamento ai vc vem se manifestar com uma interpretação totalmente fora da realidade dos fatos. Então que esclarecimentos são esses? Vc não tem vergonha quando se olha no espelho e pensa: "nossa fui antiético"
Realmente a questão deveria ser mesmo esclarecida, não só essa mas muitas outras coisas.
Apenas para finalizar, realmente não sabemos nada de administração, mas o pouco que sabemos já foi o suficiente para acionar a justiça e esta determinar que a administração pague o benefício.

Agente sanitária disse...

Primeiramente quero parabenizar a Antônia, que mesmo de licença e já trabalhando na CEMIG ainda participa e traz à público as demandas e mazelas de todos nós agentes sanitários, sempre maltratados, enganados e preteridos no que tange ao respeito e dignidade como servidores e seres humanos mães e pais de família. Andei afastada um tempo, pois faço faculdade e estou terminando minha monografia, por isso só agora tive tempo de comentar.
Há algum tempo atrás, éramos mais tranquilos em relação às condições de trabalho, pois tínhamos colegas que lutavam por toda à categoria. Colegas que mesmo na condição de chefia jamais deixaram de ouvir e levar adiante nossos anseios, procurando sempre melhorar a situação e condição de trabalho de todos. Negociavam em favor de nossa categoria e tinham argumento para tanto. Hoje vemos o quanto faz falta o Cláudio, o Claudemir, o Flávio, O Marcio( que aliás hoje aceita tudo calado), a Ana Paula, Júlio e Wellington. Esses nos amparavam.
Hoje em dia, gostaria de saber se as coordenadoras de nosso trabalho, se elas pelo menos sabem quanto é nosso salário. Gostaríamos de saber delas, se elas tiveram a decência de procurar o Prefeito e falar de nossa situação, de promover a melhoria de nosso salário e condições de trabalho com propostas e emendas ao plano de cargos e salários. Será que elas sabem que além de cobrar é preciso oferecer condições dignas e humanas de trabalho? Que precisam vir ao campo para oferecer e não só para apontar erros no nosso trabalho? Elas sabem o que é levantar cedo sabendo que estamos indo para um serviço para ganhar 545 reais? Elas sabem o que é trabalhar? Não sabem, pois são criadas em berço de ouro e certamente nunca precisaram ralar para sobreviver.
Por isso, homenageio meus colegas, que há exato um ano atrás sofreram nas mãos dos carrascos do novo modelo, e que mesmo muitos afastados de nosso convívio, ainda faremos muito juntos. Que Deus abençoe.

Anônimo disse...

Anônima do dia 7 de outubro de 2011 17:19

Dos supervisores que vc falou um deles não aceitou o que aconteceu e até hoje tenta provar que era um profissional competente.
Ouvi dele próprio, que mesmo com um ofício do próprio prefeito em mãos autorizando seu retorno para o cargo de supervisor geral, na secretaria de saúde não o aceitaram de volta e ainda sentiu que estavam usando o fato dele já ter tido problemas com depressão como mais um argumento para rejeitá-lo. Foi dito a ele que o serviço estava funcionando muito bem e que o retorno dele atrapalharia tal funcionamento e que a coordenadora da epidemiologia sairia se ele retornasse.
Eu que trabalhei com ele por pelo menos 4 anos, como meu supervisor, posso dizer que ele era um ótimo profissional, nunca deixou, que eu saiba, de olhar o trabalho, mas também sei que foi um dos mais participativos na nossa luta por uma carga horária de 6 horas. Pelo que sei ele até conseguiu sozinho um acordo na época do Marcos Alvim para fazermos 6 horas, na época ele me disse que foi criticado por isso, até mesmo por colegas de trabalho por ter feito um acordo com o governo, mas eu pergunto agora: Quem de nós agentes de campo não se beneficiou com isso que ele fez? E não foi só isso, Sei que minha turma teve alguns problemas com ele sim, mas o que ele fazia por nós superava tudo isso. Hoje eu vejo a falta que ele faz. Ele trabalhava como ninguém, juro que não estou puxando saco, até não gostava muito dele pois ele pegava no meu pé por conta das viradas de quarteirões, mas tenho que dizer a verdade que quando vi seu depoimento acima, me lembrei dele. Espero sinceramente que o prefeito faça valer sua autoridade e se de fato tiver autorizado seu retorno, saiba que o serviço só tem a ganhar. Realmente vc tem razão, os supervisores antigos fazem muita falta. Todos eles.

Anônimo disse...

A categoria dos Agentes Sanitários certamente vai lembrar no próximo das promessas que o senhor prefeito "MARCOS COELHO e o seu vice JUBERSON DO SANTOS MELO" fez diante da categoria.

1- A escolha do coordenador do PNCD seria feito por um processo eletivo envolvendo toda a categoria;

2- Revisão do Plano de carreira ainda em 2009. O prefeito Marcos Coelho chegou a dizer nessa mesma reunião que nenhum funcionário da sua empresa particular ganhava inferior a mil reais;

3- Juberson afirmou que implantaria para os servidores o mais avançado PLANO DE SAÚDE.

Estas foram as principais promessas de Marcão e Jubão com a categoria dos AGENTES SANITÁRIOS, pode perguntar qualquer um dos agentes sanitários nessa época. A reunião contou com mais ou menos 70 agentes sanitários.

De fato aconteceu:

1- A escolha da coordenação não respeitou a decisão da maioria. Ainda nas vesperas das eleições de 2010 com intenção puramente política, a administração ofereceu novamente a oportunidade de escolher um novo coordenador da dengue, todos os agentes sanitários participaram dessa escolha que aconteceu no interior do Ginásio Poliesportivo, mas após as eleições de outubro a admnistração não quis reconhecer mais o acordo e para deteriorar ainda mais a relação com a categoria exonerou todos os outros supervisores.

2- A revisão do Plano de Carreira não foi feito em 2009 e apenas perto do último ano do governo que foi feito sua proposta. Mas que infelizmente está longe das reivindicações e das necessidades da categoria. Ofereceu apenas 5% que com o aumento do salário minimo para 13% no próximo ano, a categoria dos agentes sanitários na prática vai ter ZERO porcento de aumento.

3- Não temos plano de saúde

Claudimir disse...

Eu fui dos que participei dessa reunião, foi a noite, próximo a Câmara Municipal.
Lembro também da outra reunião que aconteceu em outubro de 2010 no Ginásio, onde foi legitimado o ex-supervisor geral Júlio para o cargo de coordenador da dengue.

Membros do governo que participaram da reunião e da votação no Ginásio onde o Júlio foi eleito por maioria absoluta mas que nunca chegou a assumir a função:

A secretária de saúde Iara Borges
O secretário Adjunto Rodrigo Póvoa
A diretora da Epidemiologia Lúcia Hirono
A diretora da saúde Iolanda Coelho
O secretáiro de Administração Levi Siqueira
O procurador do municipio Leonardo

Participaram também:
O presidente do SINTESPA Cristiano
O vice-presidente Tiãozinho

Claudimir disse...

Para lembrar os nosso companheiros, hoje 08/10/2011 está completando exatamente um ano que fomos exonerados.

Colenghi disse...

Eita..eu to tontim comemorando um ano de minha forca. Mas ano que vem tá aí e deixa o Jubão vir pedir voto de novo aqui na dengue!

Anônimo disse...

Até de cachorra fui chamada pelo veterinário do Novo Modelo e não deu nada pra ele.

Anônimo disse...

Agora com a nova secretária fiquem bem ela não vai gritar mais, não vai fazer mais nada de errado, ela vai ate amar vcs, sabe pq ela so agia daquele jeito pq ela precisava tirar os outros secretários agora que é ela... vai ser td ligth. Aproveitem isso, ela vai ficar boazinha vcs vão ver, vai ficar com medo de cair. não sei se ela vai conseguir fazer isso por muito tempo kkkkkkkkkkk

Vera disse...

ACS 20% de insalubridade
Agente Sanitário 40% de insalubridade>

Anônimo disse...

ACS 20% de insalubridade: Não trabalha com LARVECIDAS e nem Adultecidas. Não estão expostos a CONTAMINAÇÃO proveniente do LIXO onde são ELIMINADOS os CRIADOUROS. Trabalham diretamente com PESSOAS. Não fazem visitas em TERRENOS BALDIOS com MATOS ALTOS e com grande acumulo de lixo.


Agente Sanitário 40% de insalubridade: Usam LARVECIDAS E ADULTECIDAS e estão expostos a tantos outros riscos.

Anônimo disse...

É pra ser considerada boa durante esse 3 meses, até o fim do ano, se mostrar serviço ela fica, se não ela roda. Então aproveitem, ela vai ser SUPER gente boa com vcs!

Anônimo disse...

e ainda querem comparar ACS com ACE, são totalmente diferentes seus trabalhos cada com sua atividades e com seu salario né, pois de semelhantes nao tem nada...

Anônimo disse...

Existe uma diferença entre ser IGUAL e ser SEMELHANTE. A semelhança entre as duas categorias é o trabalho de PROMOÇÃO e PREVENÇÃO a saúde.
Mas infelizmente existem pessoas com cérebro do tamanho de uma ervilha com dificuldades para enxergar esse processo de semelhança entre as duas categorias.

Colenghi disse...

Não entendo o motivo de discórdia, principalmente por parte dos ACS. Parecem que se sentem inferiorizados quando comparados com ACEs. È por essa desunião que o novo modelo fa o que quer com todas as categorias.

Colenghi disse...

CCJ aprova nova regra para remuneração de agentes comunitários de saúde


Divulgação do Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou nesta terça-feira a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 22/11, do deputado Valtenir Pereira (PSB-MT), que fixa regras para a remuneração dos agentes comunitários de saúde e dos AGENTE DE COMBATE Á ENDEMIAS. Pelo texto, o vencimento desses agentes não será inferior a dois salários mínimos, mais o adicional de insalubridade. Agora será criada uma comissão especial para analisar o mérito da proposição. Em seguida, a matéria será votada em dois turnos pelo Plenário.

O relator, deputado Mauro Benevides (PMDB-CE), recomendou a aprovação. Pela proposta, os agentes também terão direito a aposentadoria especial, devido aos riscos inerentes às atividades desempenhadas. Os recursos para pagamento dos profissionais serão consignados no Orçamento Geral da União com dotação própria e exclusiva e serão repassados pela União aos municípios, estados e Distrito Federal. Esses recursos não serão incluídos no cálculo para fins do limite de despesa com pessoal, para cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/00).

O texto diz ainda que caberá aos municípios, estados e Distrito Federal estabelecer incentivos, auxílios, gratificações e indenizações a fim de valorizar o trabalho desses profissionais.

Regras atuais
Segundo a Constituição Federal, uma lei federal deve tratar do regime jurídico, do piso salarial, das diretrizes para os planos de carreira e da regulamentação das atividades de agente comunitário de saúde e do agente de combate às endemias.

Conforme a Constituição, compete à União, nos termos da lei, prestar assistência financeira complementar aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios para o cumprimento do piso salarial.

PEC-22/2011
Reportagem – Oscar Telles
Edição – Marcelo Westphalem

Colenghi disse...

Alguns querendo ou não, estamos caminhando para o mesmo piso salarial. È só ler o texto acima, se alum ACs não entender, devido a dificuldade de interpretação é só perguntar.

Colenghi disse...

Samuel Camêlo Olá, nobre Wellington Colenghi! Na verdade os agentes de endemias recebem diversas nomenclatura por todo o Brasil. A exemplo, no Recife são denominado de ASACE. Apesar de tal fato, em nada são excluído da categoria a qual pertencem. Há reconhecimento, pelo MS, que todos são ACE (Agentes de Combate às Endemias). Lembrando que já existe a proposta de integração entre ACS e ACE, ok? Abs!

Colenghi disse...

Em tempo:
Samuel camêlo é um dos mais envolvidos na luta pelo piso Salarial e atuante Coordenador Geral na empresa MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde do Brasil