sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Mutirão contra dengue é feito em Araguari

Agentes de saúde fizeram nesta sexta-feira (02) um mutirão contra a dengue em Araguari. A preocupação é com o alto índice de infestação do mosquito Aedes aegypti na cidade.

Uma tenda vermelha foi a base de combate ao mosquito inimigo. Após algumas orientações, uma turma com mais de 100 agentes de saúde saiu às ruas para uma difícil batalha contra a dengue. E o que não faltou foi disposição. Divididos por setor eles fiscalizaram e limparam lotes vagos, quintais.
Ao todo, 128 casos de dengue foram registrados em Araguari de janeiro a julho deste ano. Mesmo com o calor e a baixa umidade o índice de infestação do mosquito transmissor é alto: 4% - bem acima do que é preconizado pelo Ministério de Saúde, que é de 1%.
Leia o restante da reportagem no Megaminas.

40 comentários:

Anônimo disse...

'' E o que não faltou foi disposição''

Errado! O que não faltou foi revolta dos agentes que tiveram que trabalhar como catadores de lixo (nada contra quem faz isso) o dia inteiro depois de uma semana estafante debaixo do sol. Depois querem que os agentes trabalhem motivados.

Anônimo disse...

Esse trabalho não teve a organização de um mutirão, e até acho desnecessário expor aqui todos os elementos no minimo razoáveis para que um trabalho seja considerado "mutirão".
O que ocorreu foi apenas um aglomerado de agentes sanitários numa determinada localidade, qual? Novo Horizonte para servirem de propaganda para o governo. Lembra dos R$120,00 investidos em troca de publicidades?
Outro fato a ser lamentado foi o ponto de encontro no Ginásio Poliesportivo, de onde partiriam os agentes até ao bairro Novo Horizonte. O ônibus que iria conduzir os agentes apareceu após uma longa espera, e mesmo assim aconteceu algo inexplicável que fez com que todos os agentes fossem retirados do interior do ônibus,ou seja das suas acomodações e o deslocamento feito por viaturas apertadas e desconfortantes.
A falta de planejamento e organização com o trabalho ultrapassa as barreiras da incompetência e aloja na burrice mesmo.
1ª colocar as equipes apenas para fazerem eliminação em terrenos baldios é infrutifero, já deveriam iniciar os trabalhos em todos os imóveis dos quarteirões, pois já iriam eliminando o tratamento por quarteirão. O que ganhariam com isso: maior produtividade e menos desgaste.
2ª Foi recomendado o trabalho apenas em terrenos baldios, e fez a distribuição não dos terrenos e sim de quarteirões, ou seja, muitas equipes ficaram dando voltas em quarteirões sem encontrar terrenos para serem trabalhados porque simplesmente eles não existiam. Como são gênios!

"Após algumas orientações, uma turma com mais de 100 agentes de saúde saiu às ruas..."
Qual orientação? A não ser a pérola: "Agora vai ser dividido as equipes que já estão divididas".

No mais foi um trabalho inócuo ao vetor com gastos desnecessários.

Anônimo disse...

Precisa explicar mais ou todos já entenderam?!

EDILVO MOTA
Araguarino genérico

Aristeu disse...

É bem capaz que o dinheiro do iptu, se todos pagarem o aumento absurdo, dê pra pagar braçais pra limpar os quintais dos cidadãos. Assim sendo um percentual enorme dos casos seriam resolvidos. "Povo Desenvolvido é povo limpo". Quem lembra disto? Agente sanitário é pra áreas comuns. Vão limpar seus quintais, honrados cidadãos.

Colenghi disse...

O prefeito do Rio de Janeiro fez um pronunciamento essa semana, onde convoca a população ao combate ao vetor e prevê a maior epidemia da História do Rio em 2012. Bem veremos aqui como será.

ESPECIAL: GLOBO COMUNIDADE SOBRE PLANO DE COMBATE À DENGUE 2012
Domingo, Setembro 04, 2011 | Postado por Marcio Dias |
O secretário de saúde e o prefeito do Rio falam da importância da população ajudar os órgãos públicos no combate e na prevenção contra uma epidemia de dengue. Para tal, eles esclarecem os principais cuidados e serviços que os cariocas devem procurar.
Leia na integra:
http://www.blogdoavs.com/

Dilson Martins disse...

Para aqueles que vêem este blog e os servidores públicos da prefeitura que nele postam como inimigos deste honesto e competente modelo de administração, dois pontos intrigantes escancaro aqui:

1º - Todos os posicionamentos foram objetivos, contundentes e práticos na direção de alertar, ajudar e amenizar este grave problema (dengue).

2º - As falhas foram infantis e, deste modo, a conclusão da total falta de planejamento é algo óbvio. Claro, estou analisando a ação em direção à eliminação do mosquito, pois, se formos pelo lado do "show"...

Dilson Martins disse...

Esqueci:

Nós servidores continuamos sendo desrespeitados e usados! Este é mais um governo que nos ignora e, um detalhe perigoso:

ESQUECEM QUE VOTAMOS JUNTO COM NOSSOS FAMILIARES!

antonia disse...

ISSO MESMO DILSON DISSE ISSO UMA VEZ NA CAMARA NO ULTIMO MANDATO E NÃO ME LEVARAM A SÉRIO. RESULTADO SE CONCRETIZOU A MAIORIA DOS QUE LÁ ESTAVAM SAIRAM E OS QUE FICARAM CONSEGUIRAM VAGA PELA RABEIRA.

antonia arruda disse...

Dengue é algo muito sério e infelizmente está muito mais relacionados com fatores de circulação do virus que geralmente fica por dois anos circulando o mesmo virús, foi o que aconteceu no Brasil ano passado quando a reintrodição do tipo 1 da dengue após mais de uma decada fora de circulação resultado todo o país sofreu muito com a dengue, este ano como o continua o tipo 1 em circulação o problema foi menor, o que o prefeito do Rio de Janeiro quis dizer foi exatamente isto provavelmente no proximo ano teremos outro tipo de virus em circulação como o tipo 4 que praticamente nenhum brasileiro está imune, visto este tipo de virus ter tido os primeiros casos no ano passado e ainda não chegou com força no sudeste do país. Logo o trabalho contra a dengue necessita de ser feito, porém com mais EDUCAÇÃO EM SAÚDE QUE COM MUTIRÕES PATERNALISTAS QUE DEIXAM AS PESSOAS MAIS E MAIS DEPENDENTES DO PODER PÚBLICO SEMPRE A ESPERA DE ALGUÉM PARA LIMPAREM SEUS QUINTAIS E TERRENOS BALDIOS ONDE DEPOSITAM LIXO E MATERIAIS RECICLÁVEIS,O PROBLEMA É QUE MULTIRÕES CHAMAM A ATENÇÃO SEM SEREM EFICIENTES E FAZER EDUCAÇÃO NÃO DA IBOPE, INFELIZMENTE ESTA É A VERDADE.Palavra de quem entede do assunto e que sempre trabalhou com respeito e responsabilidade com este trabalho tão importante que é o controle da dengue, porém que infelizmente tem que ouvir de alguns membros da administração através da midia não confiável de que FUNCIONÁRIO CONCURSADO É RUIM PARA A POPULAÇÃO, fico triste após anos de dedicação ao ter nenhum reconhecimento por parte do poder publico.

Dilson Martins disse...

Antônia;

O funcionalismo público do nosso município está se organizando!

Pelas mãos do nosso vereador Sebastião e da próxima equipe do SINTESPA (espero que você esteja nela) escreveremos uma nova e promissora histôria! Tanto para nós como para nossos irmãos araguarinos!

Anônimo disse...

"Mesmo com o calor e a baixa umidade o índice de infestação do mosquito transmissor é alto: 4% - bem acima do que é preconizado pelo Ministério de Saúde, que é de 1%."

O índice de 4% aponta que há uma ENORME PRESENÇA DO VETOR NA CIDADE, o que revela que os resultados do trabalho de combate ao vetor não está sendo satisfatórios,já que não conseguem manter o índice de infestação abaixo de 1% que é preconizado pelo Minstério da Saúde. No entanto com esse índice alto a probabilidade de uma situação epidêmica é enorme, basta a introdução e circulação de um novo sorotipo.
Dessa forma a qualidade do trabalho de combate ao vetor deve ser analisado não no prisma de maior ou menor contaminação, mas sim dos indicadores de infestação,são esses que mostram realmente os resultados das tarefas executadas.
Infelizmente pouquíssimas pessoas entendem esse procedimento.

Anônimo disse...

Pois é,mutirão de limpeza sem a valorização do agente de saúde no combate a dengue. É preciso apoio da população,que já se acomodou a espera deste, para a limpeza do seu quintal. Não se tem projetos,cursos de reciclagens,nem recursos para o desenvolvimento do trabalho, que é de fundamental importância. O que acontece é que a saúde do trabalhador, ficou um zero a esquerda,sendo que o sol está super quente. Os educadores são os agentes sanitários. É PRECISO APOIO DE TODAS AS SECRETARIAS,COMUNIDADE E PARTICIPAÇÃO DE TODOS SEM EXCEÇÃO.Não a exploração dos agentes que nem sequer são reconhecidos, apenas executores de trabalho.

Anônimo disse...

Engraçado como tudo que é falado aqui sempre aponta para uma enorme incompetência da coordenação do Controle da Dengue.
1) Não faltou mesmo disposição de muitos agentes!!! (não de todos, claro). No final muitos estavam satisfeitos com o que foi feito, mesmo casados.
2) Catadores de lixo? Errado. Primeiro nada contra catadores de lixo e o famoso lixeiro que passa com o caminhão nas residências. Reparo diversas vezes neles e já me deparei com muitos “cantarolando” e de bom humor, enquanto trabalham (um comentário a parte). Um agente sanitário do combate a dengue passa sim ser um catador de lixo na medida em que entra em uma residência e somente recolhe os criadouros sem fazer as devidas orientações. Alguns agentes optam por recolher, já sabendo que os proprietários não irão fazer (lamentável), mas mesmo assim não se deve deixar de explicar como e onde acondicionar. Vai que, depois que ele pegar a @#$%* dengue, ele não repensa um pouquinho nas palavras do agente.
3) “o dia inteiro depois de uma semana estafante debaixo do sol.” Sabe a famosa sexta-feira? Pois então, ela ainda faz parte da semana de um agente público, deve ser produtivo tanto quanto qualquer outro. Mas também acho que poderia se repensar no dia exato do mutirão. “o dia inteiro?” o tão falado retorno das 8 horas diárias, que como já sabem não é o ideal para o controle da dengue (Definitivamente, nãããão mesmo, deixaria mais um imenso post sobre este tema, mas vou somente postar esta e única vez no blog. E nada, absolutamente nada contra o blog! Estava vendo hoje aqui e há muitas coisas e informações interessantes.), porém é a carga horária do concurso prestado. “debaixo do sol”? É dessa forma que é feito o trabalho de agente de combate dengue. Há outra?

Anônimo disse...

1) Infelizmente, foi lamentável o ocorrido com o ônibus. Existe certa falta de comprometimento quando se fala em "parcerias". Foi combinado pontualmente com o ônibus às 07:15, porém mandaram um senhor que mal sabia onde ficava o Bairro Novo Horizonte e muito menos sabia que horas marcava o seu próprio relógio, além de alegar que o ônibus não podia entrar no Bairro. Por quê? Todos ficaram sem entender. O jeito era correr com o que tinham. “os agentes fossem retirados do interior do ônibus, ou seja das suas acomodações e o deslocamento feito por viaturas apertadas e desconfortantes." Tiveram que levantar após sentar (é muito trabalhoso, ôh vida!!!) e foram transportados apertados. (mas nada além da quantidade que uma Kombi comporta.) Que tal uma Van luxo com ar condicionado? Nada mal! (sem ironia, juro!) Podiam tentar conseguir para o Controle da Dengue!
2)O evento foi sim um mutirão de limpeza, e não tratamento focal em residências. Um dia somente de trabalho não se conseguiria passar por todas as residências do Bairro. O escolhido foi, realmente, fazer todos os Terrenos baldios do bairro, e recolher somente criadouros e não todo o lixo. Durante a manhã foi feito este procedimento, e graças à colaboração e empenho dos agentes, foi como esperado, e em todos os terrenos baldios. Na parte da tarde, teve-se a colaboração da maioria dos agentes (que permaneceram e não foram embora) e assim começou o tratamento focal, educação em saúde nas residências além de trabalhos com os alunos da escola do Bairro. Realmente foi bem produtivo! (Palmas para os agentes!)

Anônimo disse...

3) Para cada supervisor de turma, foi entregue um Croqui e um RG do Bairro mostrando quantos imóveis e quantos terrenos haviam em cada quarteirão. Cada supervisor de turma ficou responsável por um número x de quarteirões. Conclusão: ele deveria saber qual quarteirão tinha terrenos e quantos tinham, para assim poder distribuir seus agentes. Se realmente houve turmas que ficaram rodando quarteirões, é muito lamentável, muito. Inexplicável um supervisor de turma, ou até mesmo um supervisor geral, ter deixado acontecer isso. Mas tudo bem, a culpa é da Coordenação da Dengue.
4) A respeito da pérola, He He He realmente engraçado! Acho que quem disse isso, não precisa ser necessariamente burro (a), quem não comete um errinho de >>>>>>> de vez em quando. Ha Ha Ha Garanto que a pessoa deve ter rido depois, duro são as pessoas que ficam criticando e colocando em evidência isso. Vou me contentar só com o “DURO” mesmo, para não gerar polêmica, porque caberia muita coisa aí. Mas felizmente, não estou aqui para atacar ninguém.

Anônimo disse...

ninguém e principalmente pessoas prepotentes que se acham perfeitas. Quem disse que não se pode achar isso de nós mesmos ne!?
5) Antônia, você está longe de ser uma funcionária ruim. Creio que a maioria das pessoas com quem você trabalhou te conhece e sabem do seu comprometimento. Os moradores das casas que você visitava provavelmente são os maiores reconhecedores disso.
Mas o interessante é ver como algumas pessoas ficam coordenando a dengue de longe, ou online (He He), criticando todas as ações de campo, fazendo um esboço de como deveria ser e o principal de como era. Tipo aquela conversa que é famosa na Dengue, mas tem em todos os locais da prefeitura....” se fosse eu, ou quando era eu, ou eu faria assim e assim e assado e pronto acabaria com os problemas somente desta forma, eu faria melhor, eu isso, eu sou isso, eu sou aquilo, eu fui (ex) isto eu fui aquilo, quando fui eu era melhor, se fosse feito assim seria melhor...” Ah, já deu NE!

Anônimo disse...

Ah, outra parte produtiva do mutirão, mesmo sabendo que o que a Antonia falou sobre mutirão de limpeza está correto, é melhor nem citar em meio a tantas criticas.
Alguém se sentiu ofendido? Desculpa, sinceramente não era minha intenção.
Anônimo, porque prefiro não ficar em evidência no meio de tantas criticas destrutivas e pessoas maldosas. Uma boa segunda-feira a todos, com muita disposição.

Anônimo disse...

Fala sério quem é esse ser que escreveu isso, deve ser alguém que ta em dificuldades. Quanta ironia! Alguém pode me explicar estou com dificuldades para entender isso.
Agente ta dengue morrendo de rir(KKKKKKKKK)

Anônimo disse...

Ao anônimo das 12:46 Blá... Blá...Blá... Blá...Blá... Blá...Blá... Blá...Blá... Blá...Blá... Blá...Blá... Blá...Blá... Blá...

Chamar essa nova coordenação de incompetente é até um elogio. Vcs falavam dos antigos supervisores, mas nunca vi tanta bagunça, tanta falta de organização como está o serviço da dengue atualmente.
Dentro do PA Central privilégios transbordam, não cumprem horário, não usam uniformes, internet o dia todo etc... Na rua, basta qualquer agente pedir para ser liberado um pouco antes do horário que o mundo cai!

Anônimo disse...

"um agente sanitário do combate a dengue passa sim ser um catador de lixo na medida em que entra em uma residência e somente recolhe os criadouros sem fazer as devidas orientações"

Vc não resolveu nada, a orientação é um complemento e não elimina a primeira consideração. Então que legal! O agente entra recolhe o lixo e depois diz assim: "agora vou passar as orientações para aquela senhora e deixarei de ser lixeiro como num passe de mágica".

"Alguns agentes optam por recolher, já sabendo que os proprietários não irão fazer (lamentável), mas mesmo assim não se deve deixar de explicar como e onde acondicionar."

Alguns agentes optam por recolher?! Como assim? Explica isso melhor. Então o trabalho de eliminação é facultativo? Quando passou essa nova norma técnica?

"o tão falado retorno das 8 horas diárias, que como já sabem não é o ideal para o controle da dengue"

Realmente não é mesmo satisfatório para o serviço uma carga horária menor que 8 horas. Os resultados atualmente comprovam isso, já estão CONCLUÍNDO O 6 CICLO, ÍNDICE LARVÁRIO MENOR QUE 1%, E o ÍNDICE DE IMOVÉIS FECHADOS ESTÁ DENTRO DO ACEITAVÉL, ISTO É, A COBERTURA DE 80% EM TODOS OS IMÓVEIS DO MUNICIPIO ESTÁ PERFEITO.

"Infelizmente, foi lamentável o ocorrido com o ônibus."

Lamentável apenas? Só com o ônibus? Tá bom...
Tá certo que o problema na dengue é condução mesmo, mas não de ônibus...

"Que tal uma Van luxo com ar condicionado?"

Bastava apenas ter mais responsabilidade e respeito com os funcionários e não tratá-los como gado.

"O escolhido foi, realmente, fazer todos os Terrenos baldios do bairro."

Duvido que visitaram todos os terrenos do bairro apenas na parte da manhã, ainda mais pelo horário que começaram a trabalhar, já que a espera do ônibus atrasou em muito a chegada dos agentes no bairro e fazer eliminação em todos terrenos do bairro Novo Horizonte não é obra apenas para algumas horas.

"Para cada supervisor de turma, foi entregue um Croqui e um RG do Bairro mostrando quantos imóveis e quantos terrenos haviam em cada quarteirão."

Não é verdade, foi entregue apenas um croqui de quarteirões, não teve nenhum RG que idenficasse a quantidade de imóveis por quarteirão e muito menos identificando terrenos. Não seja hipócrita!

Cada supervisor de turma ficou responsável por um número x de quarteirões. Conclusão: ele deveria saber qual quarteirão tinha terrenos e quantos tinham, para assim poder distribuir seus agentes. Se realmente houve turmas que ficaram rodando quarteirões, é muito lamentável, muito. Inexplicável um supervisor de turma, ou até mesmo um supervisor geral, ter deixado acontecer isso.

Como sempre a culpa são dos supervisores novamente. São incompetentes em oferecer todos os recursos necessários e a culpa é dos agentes compartilhada com os supervisores.

"Mas felizmente, não estou aqui para atacar ninguém."

Vc não deveria nem estar aqui e nem lá!

"Mas o interessante é ver como algumas pessoas ficam coordenando a dengue de longe, ou online"

Vc deve tá falando daqueles que ficam dentro do escritório como os computadores ligados, correto?
Mas tome cuidado viu, acho que nem online estão focados na dengue.

"Anônimo, porque prefiro não ficar em evidência no meio de tantas criticas destrutivas e pessoas maldosas."

Que isso! Vc deve ser uma pessoa maravilhosa! Indicada pelo Novo Modelo só pode ser uma pessoa ética, séria e comprometida com o trabalho. Pessoas que vivem ao lado de Iara, Lúcia, Iolanda ou melhor respirando o mesmo ar daquela "turminha da CLI" só pode ser uma pessoa do bem, do mais nobre espiríto.

Iconoclasta disse...

E a Analfabeta Política heim! Bem que tentou dar o pulo do gato, mas coitada, pouco habilidosa. Foi exonerada mesmo com apadrinhamento forte.
Sai deixando a saúde muito pior que quando a encontrou. Que lástima! Para amenizar o impacto inventou uma estórinha de licença médica, o mesmo artificio quando instaurou a CLI na sua pasta, saiu também de licença médica. Coitada da Analfabeta Política, quem sabe futuramente terá uma nova chance, não perca as esperanças minha "amiga" sempre aparece um péssimo administrador querendo F*** com a saúde, e tenho certeza que o teu nome vai ser lembrado, pois para esse tipo de serviço vc foi exemplar.

Anônimo disse...

Até onde eu sei...e pouco entendo hauiahahuauhaa primeiramente deve se tentar fazer com que o proprio morador recolha os criadouros do seu quintal. Deve se pedir para q ele acompanhe o agente para ir eliminando tudo que e criadouro. Mas a maioria dos moradores nao fazem isso, assim os agentes acabam recolhendo tudo. E passam a ser somenteeeee catadores de lixo na medida em que somente recolhem e nada orientam. E isso que entendi!!!!
Acabam catando lixo mesmo, fazer o que...é esse o serviço na dengue pra isso que se presta o concurso ou processo seletivo para a dengue neeee!? Mas então vamos falar mais bonito, "recolhedores de criadouros do Aedes Aegypti o dia interim, no sol" uhauaahaiaa resolveu o problema. Não sei porque reclamam tanto entao.

Anônimo disse...

A atual coordenação do controle do dengue sofre de acefalismo agudo! Na verdade a atual coordenação foi jogada lá de qualquer jeito pela aquela "turminha da CLI" (Iara,Rodrigo,Iolanda) sem nenhum planejamento e conhecimento prévio do trabalho. Podemos afirmar que essa é a raiz de toda a desorganização do trabalho da dengue atualmente.
Mas em algo temos que concordar, isso tudo é bem alinhado com a atual administração, assim não é de assustar.
Ainda bem que falta apenas 1 ano para isso tudo acabar! Aproveite bem esse tempo.

Anônimo disse...

"Pois então, ela ainda faz parte da semana de um agente público, deve ser produtivo tanto quanto qualquer outro."
Mais uma vez remetem à infantilização para tratar com o servidor. Textinho de auto ajuda esse que o anônimo do dia 5 de setembro de 2011 12:46. Mas o que esperar de pessoas que estão na coordenação apenas por que o papai arrumou o carguinho naqueles supostos processos simplificados? Olha o tipo 4 aí gente.

Anônimo disse...

Não entendo é o descaramento de certos supervisores. Antes para trabalhar na rua como agentes não queriam, arrumavam atestados, laudos e apadrinhamentos para ficar fora da dengue. Bastou um convite para ser supervisor por parte da analfabeta política e socaram a faca nos colegas. Pra trabalhar então só em cargo de chefia, pois fora isso alguns dos atuais supervisores estavam na secretaria de saúde morgando, depois do convite vieram pra ser supervisor, alguns há anos fora do serviço.
Falando em analfabeta pol´tica< A Iolanda tinha garantido que se a Iara saísse, ela também saíria em solidariedade, junto com a equipe toda. Kd a solidariedade da turma da NIcinha?

Anônimo disse...

Vc acha anonimo das 15:49 que essa corja é solidaria que nada olham só pros seus umbigos e depois ela acredita piamente que a outra vai voltar eles só saem de la se for na marra, ali tem jeito não enquanto o prefeito não concientizar que eles estão destruindo a saude de araguari e coloca los no olha da rua não precisamos ter esperança com a saude da nossa araguari.Detalhe a culpa é nossa que não fazemos nada pra mudar essa realidade, só ficamos aqui falando, falando, agir que é bom ninguem age. Forma um grupo bom ai e ve se não tira esse povo de la. Que tal fazermos um abaixo assinado e começarmos urgente? Quem topa?

Anônimo disse...

Em tempo: Prometo que no abaixo assinado eu colocarei meu nome em letras grandes. Deixarei de ser anonimo e terei uma voz no meio da multidão.

Anônimo disse...

alguem ai do blog ja teve um chefe que caiu de paraquedas justo no setor onde vc trabalha? e pior do que isso é que nao é só um chefe e sim duas chefes, e pra piorar as coisas mais ainda nenhuma delas sabe sobre o serviço, e aqueles que tem 10,11,12,15 anos de dengue nao servem pois foram expulsos de seus cargos, coloca as "pseudas coordenadoras" da dengue para falar sobre o trabalho, sobre o mosquito, sobre a prevencao do mesmo, e depois se vc quiser saber mesmo sobre o trabalho coloque o Claudimir ou o Colenghi eles sim irao te dar uma aula de conhecimento especifico do trabalho relacionado a dengue, sao duas pessoas com extrema competencia! que foram despostos de seus cargos sem mais e sem menos!

Anônimo disse...

O que vcs não entendem é que tem que tirar as pessoas que ocupam esses cargos como Claudimir, Colengui, etc e colocar as pessoas que eles querem pra fazer parte do jogo deles, só ficam as pessoas que fazem o que a Io e cia ltda querem pois assim tem como eles manipularem, então eles tiram quem trabalha corretamente para colocar pessoas que vão jogar no msm time. Assim eles terão o poder todo monopolizado o que vai deixa los em destak em td. Acho que é por ai o jogo deles, como ex o caso do TFD, precisa falar mais. Vamos esperar pois nada que é do mal permanece para sempre, o prefeito ainda deve acordar não é possível, ele não pode ser tão cego assim. Ainda tenho esperança que a justiça seja feita. pois isso td é muito antigo, lembram de quando a carta aberta ao prefeito, pessoas sendo humilhadas, maltratadas, inclusive uma senhora do cafezinho que durante anos trabalhou no café da saúde, a dona Io gritou com ela e disse que o café dela era uma porcaria, parece que foi por ai.JUSTIÇA!!!

Anônimo disse...

Justiça!!! Abaixo assinado pra tirar essa corja de la já.
Avante!!! vamos todos juntos numa corrente para uma Saúde decente.

Bete

Colenghi disse...

Agradeço ao pessoal que lembra de mim. tentaram destruir minha imagem junto aos colegas e pelo visto nem me arranharam. Agradeço aos manifestos a favor de minha pessoa, mesmo sendo anônimos.

Anônimo disse...

Falando em Dengue , tem coordenador de dengue usando moto pra interesses proprios, dar carona pra uma grande paixao, acorda zoonoze

Claudimir disse...

Também agradeço pelos elogios e o reconhecimento do meu trabalho quando estava na supervisão.
Mas infelizmente fui preterido pela atual administração na sua rígida insipidez,aproveito a oportunidade para deixar claro que não tenho NENHUMA intenção de reassumir o cargo de supervisor nessa atual gestão. Afirmar isso é importante para evitar certas provocações do tipo: "ainda chora pela supervisão até hoje" ou coisas do gênero. Nunca chorei pelo cargo de supervisor, e aqueles que me conhecem sabem muito bem que já cheguei a recusar posições ou funções maiores dentro da própria dengue quando convidado. Mas nunca deixei de lutar por melhorias e pela humanização do serviço de combate a dengue em Araguari.

Claudimir disse...

Detalhe: Não é por não chorar pela supervisão e também ter recusado outras oportunidades que não deixo de contestar a forma que foi feita as mudanças. Pois é inadmissível valer-se da truculência para atingir certos objetivos, sem nenhuma dúvida isso empobrece a democracia.

Anônimo disse...

Claudimir, Colenghi, Miriam, entre outros foram perseguidos sim isso pq trabalham não para um governo e sim para a coletividade. Eles tiveram a ousadia e coragem de não abaixar a cabeça e lutar por melhores condições para todos. Mesmo os gritos não os calavam, mesmo as ameaças não os fizeram desistir, sinto muito honrada em ser companheira dessas pessoas que para mim viraram exemplo. Sei que muita coisa poderia ter sido evitada, se o governo tivesse escutado a voz daqueles que lutavam pelos interesse de todos e não pelo interesse de um grupo. tenho medo do que pode acontecer no próximo ano com relação a dengue, muitas pessoas podem ser atingidas, muitas vidas em risco.É uma pena que eles não enxergam essa realidade que ta ai bem no nariz deles. Eu ainda tenho fé que estas pessoas serão reconhecidas por todos um dia. Sei o que aconteceu com cada um deles por isso sou solidaria e companheira. Claudimir, Colenghi, Miriam sei que a justiça sera feita. Quero aproveitar o momento para dizer para a Miriam que ela não esta sozinha e que um dia todos saberam o que aconteceu de verdade, só posso dizer que ela é sim uma guerreira e que tudo que ela fez foi para o bem de todos e não para favorecer um grupo de pessoas e quero dizer que agora ela ta passando por um momento dificil, mas a vitória essa vai ter e sei que vai ser de todos nós. Fica firme amiga, vc ja é uma vencedora. Lembra se vc não esta sozinha.

Fuuncionaria da Secretaria de Saude que escuta tudo pelos corredores. Cada coisa que nem queiram imaginar.

Colenghi disse...

Agradeço novamente. Saliento que neste governo não aceitaria qualquer posição de chefia devido à falta de estrutura que se encontra na saúde. Lutei por simples melhoras nas condições de trabalho e melhorias para os agentes de endemias, fui escorraçado como um cachorro pela turma da Nicinha. Ano que vem,pretendo trabalhar ativamente contra a reeleição de Marcos Coelho que terá a máquina píblica à seu favor, mas acredito que informando a população conseguiremos tirar essa turma do poder para nunca mais retornarem.

Anônimo disse...

Graças à Deus consegui sair da dengue. Lugarzinho ruim de trabalhar, onde a gente quer crescer e o povo não deixa. Tentava trabalhar certo e as coordenadoras não deixavam. Só picuinha e quando aqueles que achavam que seriam eternos supervisores saíram, pensei que ia melhorar. Ficou pior. Eles não eram isso tudo que escrevem aqui não, mas pelo menos sabiam o serviço. Fui para um lugar melhor e a dengue que exploda com as brigas e picuinhas.

Anônimo disse...

Corre por ai que a Secretária de Saúde não foi exonerada ela esta aplicando o mesmo golpe da época da CLI,esta afastada por motivo de doença, enquanto isso ganha tempo para maquiar documentos, só não pode esquecer que a justiça tarda mais não falta. Ora ou outra tudo isso virá a tona não adianta nada ficar passando batonsinhos em documentos de tão relevante importância, resta saber se realmente esta sendo auditado mesmo os documentos de prestação de contas da CLI de acordo com que os próprios funcionários da Saúde estão dizendo por ai. Um detalhe o prefeito se fosse mais inteligente não aceitaria uma situação nesta condição. Ele tem que tomar uma posição, ta passando da hora de colocar pessoas que realmente possam ajuda lo, a Saúde é uma pasta de extrema importância dentro de um governo. Uma sugestão forma uma equipe nova para a Secretaria de Saúde com pessoas honestas e capacitadas e que realmente tenham interesse em trabalhar no governo para o bem coletivo. Isso fara com que vc prefeito possa ser reeleito, pois o que mais tem desgastado seu governo são as sandices cometidas pela turma da CLI.

Anônimo disse...

Em tempo: Todos da Secretaria sabem que essas pessoas que la estão não trabalham para o governo. Então prefeito eles não estão nehum pouco preocupado com sua imagem perante ao público que acreditou e te elegeu.

Anônimo disse...

Que eles não trabalham para o Marcão todos sabem, só não da entender pq eles continuam la.