quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Desperdício e oportunismo?


Panfleto que teria sido distribuído a moradores de bairros próximos ao "Hospital Municipal"
Esse tipo de atitude nos obriga a uma reflexão sobre os limites éticos e legais que deveriam ser seguidos por nossos vereadores.
Onde são feitos esses panfletos? Quem os confeccionou? Foram impressos com dinheiro público? Retratam a verdade?
Devido a essas e outras dúvidas, devemos exigir prestação de contas das atividades e dos gastos parlamentares.

18 comentários:

garliene arts disse...

Uma das melhores definições de desperdícios que conheço é:
“É A DIFERENÇA ENTRE A FORMA COMO AS COISAS ESTÃO SENDO FEITAS AGORA E A FORMA QUE PODERIAM SER, SE TUDO ESTIVESSE PERFEITO.”
FONTE: WILLIAM CONWAY, O SEGREDO DA QUALIDADE. Agora Oportunismo além de usar as pessoas, para se dar bem.
Esta sempre a procura de uma oportunidade, para entrar em ação. =S
Neste caso ele encontrou uma oportunidade, que na verdade foi um desperdício,não autorizou a transferência. =S

Zimiro disse...

Não enxergo o referido panfleto nem como desperdício e nem como uma jogada oportunista do vereador Tiãozinho, o qual respeito muito pelo seu comportamento e seriedade na Câmara.
Ao observar pela imagem do panfleto, podemos ater que é um panfleto simples sem muito custo. Sem falar que o numero de examplares do mesmo se limitou apenas aos moradores de uma determinada região. Acho que está havendo um certo exagero pra isso virar tópico. Pelo que conheço do Tiãozinho, ele nunca se posicionou contra a transferência do atual Pronto-Socorro para o prédio do Hospital Municipal, dessa forma não podemos dizer que ele está sendo oportunista.
Em momentos oportunos o Tiãozinho sempre esteve aberto a soluções para remover qualquer entrave a transferência do Pronto-Socorro para o prédio do Hospital, mas que essa solução fosse feito de modo transparente e que de fato permitisse a melhora na qualidade do atendimento. Inumeras vezes ele chegou afirmar da necessidade de contratar mais médicos e especialistas na área da saúde para que essa transferência pudesse realmente ter êxito.

Colenghi disse...

Não vejo irregularidade na panfletagem. O vereador Tiãozinho sempre foi à favor de solucionar o problema do hospital municipal, desde que fosse feito com transparência. O Vereador em questão é o mais atuante da Comissão de Saúde da Câmara visto que os outros membros são omissos ou passivos.
Fato é que Tiãozinho foi o vereador que mais lutou pela CLI da Saúde, que foi arquivada graças à manobras dos outro pares, utilizando-se de um ardil do vereador Tibazinho que engavetou à CLI. Merecem mérito também nesta questão O vereador Werley Macedo e Wesley Lucas.
Sei que o Tiãozinho não se furtará a dar esclarecimentos. Porém há maneiras melhores do verador mostrar seu trabalho e aí já merece um puxão de orelha a acessoria do vereador. Num site que de ontem para hoje teve quase 1000 acessos é peremptório que homens e mulheres do meio público venham esclarecer a comunidade.

EM tempo:
Marcos, no próximo ano, eu e alguns amigos estaremos panfletando contra o "NOvo Modelo", já lhe adianto que será com nosso dinheiro...RSSSSSS!

garliene arts disse...

Colenghi>>>>> “É A DIFERENÇA ENTRE A FORMA COMO AS COISAS ESTÃO SENDO FEITAS AGORA E A FORMA QUE PODERIAM SER, SE TUDO ESTIVESSE PERFEITO."
Como vc mesmo disse a CLI que foi arquivada. Guardaremos os nomes e não votaremos na próxima eleição FATO. Agora quanto a publicação do blog e a publicação do jornal, de FATO gerou oportunismo e não aconteceu que gerou desperdício FATO. Meramente resultado de uma observação DO ATO do Vereador. Portanto os que estão la pra ajuda-lo , verificar e editar e planejar antes de soltar alguma coisa sobre o VEREADOR. BOM DIA =)

Morador do Bairro Paraiso disse...

Olha este mesmo vereador nos enganou, soltou um abaixo assinado para que viesse o pronto socorro para o hospital municipal. Mal informado assinei esse papel. Com isso ele fica aparecendo, caso desse certo a transferêcia ele ia falar para todo mundo que foi ele que conseguiu, duro hem!

Anônimo disse...

Colenghi,

Já que o Plenário da Câmara resolveu arquivar o relatório da CLI do TFD. Questiono a você que deve ser um de seus seguidores diretos. Por quê o próprio Edil, que foi relator da CLI não enviou cópia do relatório para autoridades que ele nomeou no final do documento?

Colenghi disse...

Anônimo do dia 5 de agosto de 2011 19:27:
Respondendo à sua pergunta esclareço que não sou seguidor de ninguém, assim como não espero ser seguido. Apenas luto da minha maneira.
Esclarecendo outro ponto, o relatório final da CLI foi enviado para autoridades de outras instâncias, segundo fui informado pelo vereador. Mas como todos que participam das discussões aqui sabem, em Araguari essas outras instâncias são travadas. Aqui se faz o Laissez-faire, laissez-passer por algumas autoridades.
Agora me responda você, qual o motivo do anonimato? Sou apenas um servidor público subalterno e ainda assim me teme?

Anônimo disse...

Jogo sujo do Tiãozim inganar o pessoal do Miranda.
Ele, o Werlei de Macedo e o Weslei Lucas sacanearam o Marcão de todo jeito pra não sair o hospital.
Depois veio dizer que é a favor do pronto socorro no nosso bairro.

Colenghi disse...

Parei no "Inganar". Só com processo escolhitivo para passar em alguma coisa mesmo.

Anônimo Vivo disse...

É melhor um anônimo vivo e seguro. Deve ter muita gente necessitando das migalhas deste vereador e pode ser perigoso. Ele é a decepção do bairro.

Dilson Martins disse...

O panfleto conta as ações do vereador no sentido de reivindicar melhorias na saúde, uma delas é a ocupação do prédio do "Hospital Municipal".

Acredito que usam (os parlamentares) as armas disponíveis. No caso do vereador, como não possui emissora de rádio, uma das saídas é o panfleto. Não foi apócrifo e pode até ser confrontado com os seus requerimentos e as atas da Câmara. Em minhas idas à Câmara pude algumas vezes presenciar ações do vereador neste sentido.

"...Onde são feitos esses panfletos? Quem os confeccionou? Foram impressos com dinheiro público?"

Com a palavra, escrita e devitamente documentada, o vereador.

"...Retratam a verdade?"

Todos nós, araguarinos, diante das afirmativas do prefeito e secretários, não tinhamos como duvidar. Infelizmente...

"...Devido a essas e outras dúvidas, devemos exigir prestação de contas das atividades e dos gastos parlamentares.

SIM, EXIGIMOS! Falando nisso, como é feita a apresentação de contas da nossa Câmara?

Aproveitando o assunto, perguto ao Marcos:

Qualquer um dos veredores, de preferência o presidente, respondeu às denúncias de superfaturamento feitas por este Blog?

Para quem ficou surpreso com minhas palavras, digo que:

Não tenho compromisso com nenhum agente político!

Sigo meus princípios, meus valores, minha consciência, meus ideais!

Não há santos nem demônios na política! Existe sim, uma liberdade excessiva destes. Resultado da omissão e nenhuma vigilância do povo.

Zimiro disse...

O vereador Tiãozinho é o mais atuante entre os vereadores. O Tiãozinho é autêntico, não teme expor suas idéias e opiniões, sem falar do seu companheirismo. O problema da frustração de muitos eleitores com o Tiãozinho é de um problema cultural, isto é, acham que vereador tem a obrigação de satisfazer interesse pessoal e individual daqueles que o ajudaram a elegê-lo.
O meu respeito pelo Tiãozinho é por sua postura contra tudo aquilo que está errado na máquina pública e oferecendo soluções capazes de beneficiar a coletividade. Aqueles que absorvem a cultura de olhar para o próprio umbigo vão realmente refutar o Tiãozinho , mas aqueles que sabem que política é o espaço para que se discuta o que é melhor para o todo coletivo vai respeita-lo em muita coisa. É claro que haverá divergências, até porque a democracia permite o confronto de idéias. Mas o que é inaceitável são pessoas que dizem que estão frustradas com certo vereador porque ele não arruma tijolos, areias, britas, remédios, consultas, fogão para o casamento, horinhas extras na prefeitura e por ai vai.

Marcos disse...

Senhoras e senhores pitaqueiros,
Quero deixar claras algumas posições acerca do post e de alguns comentários:
1º não sou contra vereador divulgar as suas atividades durante o mandato. Discordo,isto sim, da utilização de determinados meios de divulgação e a ausência de prestação de contas desses gastos. Por exemplo, não concordo com a utilização de emissoras de rádio para alavancar pretensões políticas de seus proprietários e/ou funcionários.
2º Não tenho nada contra a pessoa de um outro político. A minha divergência ou dúvida é com relação a certas condutas públicas.
3º Quanto à conduta do Tiãozinho, acredito que realmente é um vereador atuante (a exemplo dos outros oposicionistas). Como toda atuação, ele tem altos e baixos. Altos: questionamento das contratações temporárias, apuração dos gastos irregulares no TFD. Baixos: postura sindical relativamente branda em face dos absurdos praticados contra os funcionários municipais, ausência de questionamento da permanência das empreiteiras (que retiram cargos públicos e enfraquecem as carreiras).
4º Especificamente, ao Dilson. De fato questionei compras aparentemente irregulares na Câmara. Como sempre, ninguém falou nada. Apenas retiraram o relatório de compras do site. Agiram como vem agindo a Prefeitura, jogando a sujeira para debaixo do tapete. O que vou fazer? Vou denunciar ao Tribunal de Contas do Estado. Pode virar pizza? Pode, mas não contem com minha ajuda na hora de salpicar o orégano.
Essa é apenas a minha opinião. Posso estar certo, mas posso perfeitamente estar errado.
Boa noite a todos.

Wellington Colenghi disse...

Marcos
Aprendi que na política não podemos reduzir tudo a dicotomias. Certo ou errado, bom ou mal. Sempre há meio-termo, desde que não seja imoral. O Tiãozinho foi o único que não abandonou a mim e outros colegas perseguidos por Iara Borges e suas diretoras.
Quanto ao sindicato, manobraram contra o Sebastião. Compraram os outros membros e deixaram o Tião sozinho, sobrecarregando-o e prejudicando a luta.
Por isso, nas próximas eleições sindicais, pensemos em sindicalistas, e não em oporunistas que caçam trampolins políticos.

reporter olho vivo disse...

E fiquei sabendo que uma vez o Dilson Martins deu uma entrevista no radio falando verdades sobre o vereador sindicalista. Resultado jogaram uma bomba na casa do Dilson!

Anônimo disse...

"reporter olho vivo"?????????????????? é o capacho do Werley Macedo? que mete o pau em bandido pelo microfone mais quando a polícia prende a mãe dele por tráfico de droga fica calado??? ah tá então tá

Dilson Martins disse...

Caro Repórter olho vivo

reporter olho vivo disse...
E fiquei sabendo que uma vez o Dilson Martins deu uma entrevista no radio falando verdades sobre o vereador sindicalista. Resultado jogaram uma bomba na casa do Dilson!
6 de agosto de 2011 19:29


Não sei quem você é, mas, separemos os assuntos, as matérias!

Não foi apenas uma ou dez entrevistas falando do SINTESPA e principalmente da “Máquina Pública”. Perdi a conta! Quanto ao que falo, procuro sempre estar resguardado em calhamaços de documentos e/ou afins.

O fato da bomba é verdade e o resto, é comigo! Mas, obrigado por lembrar o episódio.

Nunca pensei em benefícios pessoais e nunca os tive estando na luta sindical. Convites e propostas até hoje recebo, assim como, as perseguições e ameaças. Aliás, em certa ocasião precisei chamar a polícia, pois, o Sr. Ubaldo em alto e bom tom ameaçou quebrar minha câmera e me atirar pela janela do andar de cima do palácio.

Contudo, sendo meu único objetivo, o fortalecimento, crescimento e progresso dos trabalhadores públicos da prefeitura dentro da "Maquina Pública", procuro não fechar portas e mesmo, manter qualquer fresta que norteia esta direção.

Nunca ataquei pessoas e sim, suas posturas, principalmente, neste caso, às adotadas pelo presidente do SINTESPA e seu vice.
Ainda quando da administração da ex-presidente Solange, fui o pivô junto aos demais diretores que pressionou a mesma a mudar de atitude ou renunciar. Ela renunciou!

Nunca precisei de mandato ou status para lutar contra o que desaprovo. Sempre me posiciono politicamente e sou fiei às disposições do grupo enquanto não conflitam com minha consciência e princípios. Razão pela qual, na época, deixei a entidade.
Antiético da minha parte seria permanecer no grupo, falando mal do mesmo. E vale ressaltar, renunciei dias após a vitória do nosso presidente, Sebastião, para vereador pelos trabalhadores do serviço público da prefeitura e quando este (SINTESPA) encontrava no seu auge.

Estando assim, fora da diretoria do SINTESPA Iniciei sozinho, dentro das minhas possibilidades, junto aos filiados, ações de conscientização acerca do ultrapassado estatuto que ordena a entidade e seus membros. Questionei e reclamei a falta de clareza das regras para a eleição. Da falta de informações oficiais. Do distanciamento cada vez maior da entidade com seus filiados e a interferência de outras políticas nas diretrizes do grupo. Mesmas posições e idéias, insistentemente trabalhadas também quando membro da diretoria.

Fui pré-candidato à presidência do SINTESPA, mas, acabei apoiando o Sr. Paulo, vulgo PC, que, abandonou, traiu misteriosamente todo um grupo na exata hora do registro da chapa. Tenho documentos e inúmeras pessoas como prova.

Para finalizar, não estou amarrado ao passado. Não me arrependo das escolhas que fiz, aliás, sinto orgulho delas e, sou o mesmo de dantes, claro, sem a mesma ingenuidade e inexperiência.
Caso não tenha êxito de atuar na direção do SINTESPA, continuarei presente nas audiências e em ações pela DIGNIFICAÇÃO, CRESCIMENTO E VALORIZAÇÃO da principal engrenagem da maquina pública: OS TRABALHADORES E SERVIDORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAGUARI. E sempre, somarei forças com qualquer um que caminhar nesta direção, também, combaterei com fervor ainda maior as mentiras, perseguições e injustiças a nós dirigidas.

Que Deus abençoe e proteja todos nós!

Anônimo disse...

Colenghi disse...5 de agosto de 2011 20:09. Se houve realmente a remessa do relatório aos órgãos fiscalizadores, porque o vereador não publica as cópias dos ofícios ou os transforma em panfletos.