domingo, 7 de agosto de 2011

Cartão vermelho

Número de servidores públicos federais expulsos bate recorde. Segundo a Controladoria-Geral da União, em junho 98 servidores foram excluídos do serviço público por envolvimento em irregularidades. É o  maior número de exclusões desde janeiro de 2003, quando começaram a ser computados esses dados.
Só no primeiro semestre deste ano, foram registradas 328 expulsões. Desde janeiro de 2003, 3.297 servidores federais foram expulsos.
Enquanto isso, em Araguari, as sujeiras são varridas para debaixo do tapete. Mesmo as tímidas medidas adotatas pela Câmara (CLI do Tratamento Fora de Domicílio) e pelo Ministério Público (termos de ajustes de conduta) não são capazes de fazer o Executivo dar um passo em direção à moralidade e à legalidade.
O caso do TFD, por exemplo, é emblemático. Em vez de reconhecer erros e tomar medidas para melhor controlar os gastos, o governo preferiu usar seus vereadores para transformar a CLI em pizza. E nós ainda temos que ouvir a ladainha de que o governo é honesto. Ao que tudo indica, em Araguari, quem merece cartão vermelho são os próprios governantes coniventes com irregularidades.

15 comentários:

Iconoclasta disse...

É Marcos, infelizmente as coisas funcionam assim mesmo em Araguari. Mas como ainda estão no poder gozam de certas vantagens. Acredito que se o caso como esse do TFD foi levado para outros orgãos futuramente vai dar problema para os atuais gestores.
Lembra do ex-prefeito Milton Lima que após deixar o poder foi julgado e perdeu os direito politicos.
Temos um exemplo da saúde também, o Edilvo pode esclarecer melhor. Foi o caso da ex-secretária de saúde Dr. Penha que teve que devolver dinheiro aos cofres públicos. Mas a ex-secretária cometeu um erro administrativo de locação de verbas ao que me parece. Não que ela desviou recursos, isso não ficou evidenciado. Mas de toda forma teve problema na justiça.
Então que essa turminha da CLI que se cuide.

garliene arts disse...

Mas tenho comigo uma frase de um ditado popular : "A JUSTIÇA TARDA MAS NÃO FALHA"

Quero sempre acreditar nisto =)

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 7 de agosto de 2011.

Prezado Marcos,

(...)
Ao que tudo indica, em Araguari, quem merece cartão vermelho são os próprios governantes coniventes com irregularidades
(...)

Permita-me uma pequena correção:

Ao que tudo indica, em Araguari, quem merece cartão vermelho são os próprios governantes, e os solidários e coniventes com as irregularidades.

Você esqueceu o ponto final, no final do parágrafo!

IMPERDOÁVEL.

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Anônimo disse...

Iconoclasta.

O problema enfrentado na Justiça pela secretária de saúde que me antecedeu (e que é uma pessoa idônea) foi o seguinte:

- os recursos federais do SUS são repassados do Fundo Nacional de Saúde para o Fundo Municipal, com destinação definida. Ou seja, são verbas carimbadas que somente podem ser utilizadas nos programas específicos pré definidos;

- programas: ATENÇÃO BÁSICA (ações primárias em saúde, como imunizações, atendimentos básicos em postos de saúde, consultas básicas, etc). MÉDIA COMPLEXIDADE (exames, consultas especializadas, internações, cirurgias, internação em UTI, etc). Há inúmeros outros programas: ALTA COMPLEXIDADE, VIGILÂNCIA EM SAÚDE, DST/AIDS, etc;

- no caso citado, aconteceu o seguinte: quando atrasava pagamento de hospitais (internações/Média Complexidade), a secretaria de saúde utilizava dinheiro da Atenção Básica para pagar os hospitais;

- o dinheiro foi utilizado na Saúde; não houve roubo nem desvio de dinheiro pra beneficiar qualquer pessoa da secretaria. Mas o recurso teve DESVIO DE FINALIDADE, contrariando o Manual da Atenção Básica, do Ministério da Saúde. O problema foi identificado pela CGU, em 2004;

- foi apresentada a defesa, que inclusive EU ajudei a preparar. Conversei pessoalmente, em 2005, com o diretor do Fundo Nacional de Saúde, em Brasília. Mas, segundo ele, mesmo tendo sido constatado que não houve MÁ FÉ nem DOLO, ficou evidenciada a IRREGULARIDADE;

- o Fundo Nacional de Saúde determinou a DEVOLUÇÃO DOS RECURSOS, sob responsabilidade da ex-secretária de saúde (ordenadora das despesas) e do Prefeito (por reflexo);

- na época, o valor a ser devolvido montava a R$ 528 mil; este valor deve estar corrigido hoje, claro;

- neste caso específico, não houve desonestidade da ex-secretária que, repito, é pessoa idônea e digna de todo respeito; mas houve erro formal, por desconhecimento da lei e por confiar demasiadamente na assessoria. Quanto ao ex-prefeito, NESTE CASO ele entrou de gaiato, como chefe do Executivo e responsável por todos os atos de todos os seus subordinados;

Foi por estas e outras que ganhei a fama de intragável, linha dura, intransigente, "pouco político", rabugento, etc, etc, etc...
Nunca transigi com o cumprimento da lei. Respeitei a liturgia do cargo e nunca descuidei de minhas atribuições, mesmo pagando caro por isto.

Estudei a fundo o SUS e suas normas, me dediquei 24 horas por dia à função. Saí pobre, como entrei, mas com a consciência tranquila.

Daí, não preciso recear quanto a debates ou provocações anônimas.

ESCOLHI NÃO VIVER À SOMBRA DE TERCEIROS...


EDILVO MOTA
Ex-secretário municipal de saúde
Janeiro/2005 a Março/2008

* Quanto ao atual prefeito, urge tomar pé dos desmandos na Secretaria de Saúde, que ocorrem desde o início de 2009. No final das contas, ele, prefeito, responderá judicialmente por tudo que seus subordinados andam fazendo. Vale lembrar que padrinho ou madrinha não respondem pelas cagadas dos apadrinhados.

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 7 de agosto de 2011.

Prezado Edilvo,

Você e suas informações sempre elucidadoras...

Se um DESVIO DE FINALIDADE promoveu tamanho desconforto, o que está acontecendo hoje, com o absoluto desvio de tudo, inclusive, moral ?!

E tome VISTA GROSSA, CONLÚIOS & CONCHAVOS, e muita IMPUNIDADE.

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Anônimo disse...

Concordo com o senhores. Realmente, o pecado cometido pela Dra. Penha foi venial, leve. No máximo, receberá uma multa do Tribunal de Contas da União. Cabe ao município corrigir essa falha, recompondo o "caixa" da Atenção Básica.
Realmente, como afirmou o Janis, é estranho o quadro. Tem gente pagando o pato por "crime" pequeno. Enquanto isso, estamos vendo inúmeras irregularidades na gestão atual.
Estou chegando a uma triste conclusão. É muito fácil administrar municípios no Brasil. A maior parte dos recursos são federais e estaduais. A União simplesmente repassa esses valores, mas não tem condições de ficalizar as respectivas despesas, como reconhece o próprio Controlador-Geral, Dra. Jorge Hage. Sem a presença do gato, alguns ratos fazem a festa.
Então, só nos resta torcer que, a exemplo do que aconteceu em 2004, Araguari seja sorteada pela CGU e sofra uma auditoria nos gastos com recursos federais. Torcer para o Ministério Público Estadual e para o Tribunal de Contas do Estado é, como diziam os velhinhos, igual a torcer para o jacaré em filme de Tarzan.
Marcos, o neófito blogueiro anônimo

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 7 de agosto de 2011.

Prezado Dr. Marcos,

Estou evoluíndo e tento ser o mais humano possível. Mas, na arena, sempre torceirei pelo Touro, e me lembrarei de cada um, de cada lança fincada neles, quando um(a) Toureiro(a) sair carregado(a) esguichando-se em sangue...

(...)
Araguari seja sorteada pela CGU e sofra uma auditoria nos gastos com recursos federais.
(...)

Modus operandi, tem jeitim de fraudar este sorteio naum ?! ( sic )

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Aristeu disse...

Estão tentando dar cartão vermelho aos funcionários de carreira...

garliene arts disse...

"Então, só nos resta torcer que, a exemplo do que aconteceu em 2004, Araguari seja sorteada pela CGU e sofra uma auditoria nos gastos com recursos federais. Torcer para o Ministério Público Estadual e para o Tribunal de Contas do Estado é, como diziam os velhinhos, igual a torcer para o jacaré em filme de Tarzan.
Marcos, o neófito blogueiro anônimo"

P.S =Mas não se esqueçam pra desenrolar este novelo ,a ponta principal sai do DF , corte isto , que automaticamente enfraquece o rolo. =)

Anônimo disse...

"Estão tentando dar cartão vermelho aos funcionários de carreira...
7 de agosto de 2011 17:40"

enquanto nao consegue, cospe no funcionário, chuta a canela, xinga a mãe, zomba, e tudo mais

novo modelo de humilhação

Dilson Martins disse...

Caros debatedores:

Quando o governo tem problemas, de praxe, dá-se uma fritadinha de leve em algum secretário e tostam alguns servidores concursados.

Quando o governo vai mal e o secretário é íntimo do prefeito, arruma-se um bode, digo, um leitão, um amendoim para ir pra frigideira, é claro, servidores concursados não podem faltar.

Quando o governo vai mal e, de tão frito, ficou queimado, corre-se atrás da oposição e tenta-se fritá-la, novamente, sem esquecer de levar junto alguns concursados.

E se a oposição é ligeira e o governo vai mal com tanta queimadura e está todo de calças arriadas, a mídia oficial, oficiosa e qualquer outra di$ponível entra em campo.

Quando a mídia entra em ação, carbonizam logo os servidores, afinal: Quem irá nos defender? EI CHAPULIN COLORADO?

Alessandre Campos disse...

Este post acabou de ser lido (14:00h em 08/08) na íntegra no "Guardiões da Noticia" da Radio Vitoriosa, sem, é claro, citarem a fonte.

garliene arts disse...

KKKKKK Alessandre sem fonte é plágio =)) Eitaaa será que deu medo de dizer a fonte??

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 8 de agosto de 2011.

Prezados Srs.,

(...)
Este post acabou de ser lido (14:00h em 08/08) na íntegra no "Guardiões da Noticia" da Radio Vitoriosa, sem, é claro, citarem a fonte.
(...)

Êbba!!!

Grande oportunidade para - novamente - abrirmos mão de nossos Direitos, AUTORAIS é claro, e disponibilizar todo o conteúdo de nossas postagens aos moldes do Creative Commons...

Fonte, para irradiar, transmitir e divulgar à vontade. Em algum momento chegará aos ouvidos & olhos de quem terá que agir:
http://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/deed.pt

E por falar nisso, quem se interessar pelos trabalhos de outro ilustre Araguarino:

Fonte Ronaldo Lemos:
http://ismaelcarvalho.com/2011/05/04/araguarino-apresenta-programa-no-canal-mtv-brasil/

Na Rádio Vitório S/A...
ARAGUARI, o Observatório e você !!!

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Anônimo disse...

Po caras, Udi já tem todo o secretariado, Araguari fica essa coisa de especulação... Uma cidade bem menor como é Araguari em relação a Udi, não poderia anunciar antes dela o seu secretariado? Mesmo que seja pra acabar com este disse me disse chato que tá existindo...