terça-feira, 30 de agosto de 2011

Ainda o show...

Pra matutar...
O show da dupla Milionário & José Rico em Araguari custou 97 mil reais (clique aqui e veja o post sobre o assunto).
Outros municípios foram mais cuidadosos e econômicos,  pagando bem menos pelo show da dupla. Vejam:
   (cidade/data do show/valor pago)
- Bastos-SP/17 de agosto de 2011/R$ 88 mil
- Água Boa-MT/10 de julho de 2011/R$ 80 mil;
- Itajubá-MG/04 de março de 2011/R$ 84 mil;
- Indianópolis-MG/30 de maio de 2011/R$ 70 mil;
- Anhembi-SP/15 de abril de 2011/R$ 60 mil.
A FAEC continua devendo uma explicações à sociedade.

8 comentários:

Anônimo disse...

Mania de grandeza é isso aí !!!

Ianis disse...

UBERLÂNDIA-MG, 30 de agosto de 2011.

Prezado Auditor,

Tudo há de se ter uma explicação coerente...

Para Indianópolis-MG, cidade vizinha, foi contratada uma Dupla Cover... e ninguém percebeu a diferença.

Ê ARAGUARI... Viver aí é bom demais. Mesmo tudo sendo mais caro do que na região!

Vamo cantá, CAIPIRADA DANADA, de feliz !!! (sic)

Atenciosamente,
Janis Peters Grants.

Anônimo disse...

"compreendi que nem tudo é dinheiro-o
que nem tudo se pode compraaaaarrr
o amor quando é verdadeiro-o
é de graça pra quem sabe amar"

Aristeu disse...

É Araguari vivendo na "esperança de ser campeão, alcançando o primeiro lugar"

Anônimo disse...

Pior que pagam um preço desses para serem vaiados.
Cena rídicula quando a dupla de cantores pegaram o microfone e pediram o público para não vaiar o prefeito e nem o vice, quando estes subissem ao palco. Com já previam as vaias passaram a orientação para a dupla tentar amenizar o impacto das vaias pelo menos. Esse governo é rídiculo!

Anônimo disse...

e no domingo à noite na porta do Palácio depois da apresentação do TREM DAS GERAIS o Nando Mineiro pedindo o povo pra APLAUDIR OS FOGUETES.

Pra piorar, numa mancada fenomenal, Nando Mineiro, o locutor de todos os prefeitos, olhou pro Dr. Mauro Dias (secretário de governo do Marcos Alvim) na platéia e falou bem alto: "PADRINHO... QUE SAUDADES!!!"

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

garliene arts disse...

O primeiro do nada né Aristeu, pois o valor que se pagou foi pra fora e fez um voo razaante pra outros ladosss, o FATO que pra dentro do municipio num foie nem fez a economia circular, pois aos arredores do palco?? Tem que fomentar e no municipio todo. =S

Anônimo disse...

Aposto, o quanto e o que quiserem, que era preferível inaugurar uma sala de tomografia por 60 mil do que uma besteira destas superfaturada de 97 mil.
ah esqueci, vai funcionar o Hospital, ele vai conseguir transferir... um dia...
Porém, a incompetência dos assessores não orienta o desorientado.
Em tempo, rola nos bastidores um baita barraco com artistas daqui que deveriam subir no palco, antes.