terça-feira, 12 de julho de 2011

Mais uma falha de atendimento do PSM?

Segundo a Rádio Onda Viva, tivemos mais uma falha na prestação de serviços no Pronto Socorro Municipal. De acordo com a reportagem da emissora, uma senhora de 60 anos faleceu, vítima de pneumonia, enquanto aguardava atendimento. Afirmou-se que apenas dois médicos estavam atendendo no momento, em vez dos quatro previstos para atuar naquele local.
Nesse tipo de episódio, temos que ter cuidado redobrado. Primeiro, é preciso ouvir também os profissionais que atendem no local e buscar encontrar a verdade possível. Segundo, não se pode admitir a exploração, para fins políticos, da dor que os familiares e amigos estão sentindo nesse momento.
A minha opinião? Infelizmente, casos semelhantes vêm ocorrendo com frequência no PSM. Não somente no governo atual. Já presenciei falhas de atendimento a alguns familiares em diferentes gestões. Há quatro meses, perdemos um parente próximo, que faleceu na porta do PSM aguardando o preenchimento de uma ficha. Isso revela, até mesmo, uma certa falta de humanidade no atendimento. Por mais escassos que sejam os recursos, é preciso ter um pouco mais de amor ao próximo e desburocratizar o atendimento, encaminhando rápida e corretamente os pacientes.
Atualização em 15/07/2011: segundo informações do secretário-adjunto de Saúde, Ronaldo César Borges, a informação veiculada pela Rádio Onda Viva não é verídica. A senhora que foi internada com pneumonia não veio a óbito. Recebeu o atendimento, foi encaminhada à Santa Casa de Misericórdia, onde se encontra internada. A senhora que faleceu no PSM seria outra, vinda de Cascalho Rico já em estado crítico.
Por sorte, o post não foi peremptório em afirmar a veracidade do fato. Quanto aos fatos ocorridos com um familiar no PSM, reitero na íntegra o post.

10 comentários:

Iconoclasta disse...

Ah Marcos! Pra que polemizar tanto, morreram apenas 2 em 4 meses poxa! Qualquer coisinha vc fica pegando no pé da administração.

Iconoclasta disse...

Os vereadores que votaram contra a CLI deveriam também ser responsabilizados por essas vitimas e todos os maus-tratos que o usuários dos SUS recebem diariamente. Pois abdicaram do instrumento fiscalizador -CLI- para fazerem conchavos políticos com a saúde do cidadão que necessita da saúde pública. Pois se fossem apuradas as inumeras irregularidades no sistema de saúde de Araguari, como a não prestação de contas dos recursos do TDF, compra de medicamentos superfaturado, prestação de serviço sem licitação como é o caso da fisioterapia, perda de recursos como o descredenciamento do PSF e tantas outras mazelas, caso fossem investigados seriamente essas e tantas outras vidas poderiam ser salvas e o atendimento poderia prestar um serviço de melhor qualidade para todos os cidadãos araguarinos.

VERGONHA ESSE "NOVO MODELO"

garliene arts disse...

Eu ouvi a reportagem , foi deprimente =(

Anônimo disse...

Postei hoje, no meu blog, sobre o Orçamento para a Saúde no município de Uberlândia. E também teci comentários sobre gestão.

http://saudenatela.blogspot.com/2011/07/uberlandia-orcamento-2012-prioriza.html

Porém, HUMANIZAÇÃO independe de orçamento.

Quanto ao caso concreto, noticiado pelo blog, necessário prudência na apuração dos fatos.

Terrível pensar que, após mais uma ocorrência, nem a Câmara Municipal, nem o Conselho Municipal de Saúde irão tomar qualquer providência a respeito.

Se foram todos ELEITOS, o que quer que façam (ou não façam) será sempre em nome e com o aval do povo.

EDILVO MOTA

Aristeu disse...

Esse pessoal é que é muito morredô.

Anônimo disse...

Gostaria de reivindicar uma coisa, na data de hoje o vereador Werley Macedo tentou invadir o hospital municipal, pois ele não quer que o Pronto Socorro passe a funcionar no Hospital. Isto está acontecendo neste momento, que triste.

Enquanto não temos estrutura nenhuma para nos moradores de Araguari no Hospital, e ainda temos que aguentar um vereador que só quer prejudicar o municipio.

Desta forma com o povo e os politicos jogando contra a populaçao e a cidade, Araguari continuará para sempre sendo chacota em rede nacional.

Sandra Santos disse...

Ele deve estar fazendo isso, pois ele quer ser prefeito, segundo ele mesmo já manifestou em vários jornais.

Nos vamos querer um prefeito que só quer o mal da população.

Ele nao precisa de atendimento no pronto socorro, por isso ele está tentando intervir para que nao funcione o Hospital

Iconoclasta disse...

O que resolveria a transferência do Pronto-Socorro para onde deveria funcionar o Hospital Municipal se o "Novo Modelo" é incompetente para melhorar a prestação do serviço? Apenas vai deslocar um problema de um local para outro e pessoas continuando morrer na fila de espera e tantas outras continuando sem receber atendimento adequado e humano.

Quem apoia esse governo ou é CORRUPTO ou ALIENADO!!! Isso quando não é a somatória dos dois.

Iconoclasta disse...

Quanto esse governo continuar no poder a nossa cidade vai continuar realmente sendo chacota nacional, como foi a reportagem do mamógrafo, descredenciamento do PSF...

FORA 15! FORA PMDB! FORA "NOVO MODELO"!

Aletéia disse...

Queridinhos quanto a transferência do PSM para o HOSPITAL MINICIPAL não há uma questão judicial? Ao que parece Araguari deve pagar o valor exato da verba para a União.
Portanto, não há necessidade de ninguém atrapalhar, outra coisa impediram a entrada de um cidadão(vereador continua cidadão) em um local público?
Além do mais o local não irá fazer diferença quanto aos defeitos no atendimento do PSM, os quais muitos parece ser de HUMANIDADE E RESPONABILIDADE DOS MÉDICOS E FUNCIONÁRIOS, E PROBLEMAS DE ESTRUTURA E BURROCRACIA( REALMENTE BURROCRACIA.)