quarta-feira, 15 de junho de 2011

Viajando e andando pro serviço público

Informações recebidas pelo blog dão conta de irregularidades que estariam ocorrendo na Secretaria de Trabalho e Ação Social.
Segundo essas fontes, a secretária, Virgínia Alcântara, estaria gastando a maior parte do seu tempo em viagens inúteis e sem resultado.
Consta, ainda, que a dita secretária tem feito constantes visitas à zona rural, para tomar café da tarde, levando sua filha à tiracolo. Seriam já visitas pra arrebanhar votos pra 2012?!

25 comentários:

Anônimo disse...

Essa Virgínia Alcântra é aquela que foi candidata a vereadora e que muitos diziam que estavam comprando votos? Ainda dizia ser evangélica?

garliene arts disse...

=( >>> Ferindo a democracia .

Aristeu disse...

Deve ser secretária de turismo!

Anônimo disse...

Gostaria que a Virginia viesse aqui dar algumas respostas como fez muito bem por sinal a Secretária Thereza Christina Griep. Este é um governo de monstros escondidos, que nunca aparecem, ficamos sabendo apenas dos seus mals feitos, e nunca dão resposta aos cidadãos. Claro está que a Virgínia já está em campanha eleitoral sim. Quero saber que espécie de ligação a Virgínia tem com a Ludmila, uma pessoa manipuladora, falsa, que vive puxanndo o saco da secretária a fim de se manter diretora do bolsa familia. Muito feio o papel da virgínia em deixar isso, poois acaba adquirindo inimizades, pois todos tem ódio dessa ludmila. Quero saber da virgínia o que a atual diretora do bolsa familia faz e presta contas sobre o programa federal, que aliás anda uma zona, muita coisa errada existe neste program.

Tome cuidado hein virgínia, vc acabará queimada por conta dessa Ludimila, pois ninguem gosta dela. Aposto que ela vai te dar uma rasteira qualquer hora dessas, pois pessoas falsas e manipuladoras são assim, quando nao convem pra elas elas descartam as pessoas como se fossem lixo;

Anônimo disse...

Segundo ela, a sua paixão pelo serviço social.
A palavra secretária é sinônimo de estar a serviço e eu estou a serviço da comunidade, por isso me coloco sempre a disposição e convido a todos a virem a Secretária do Trabalho e Ação Social para conhecer e acompanhar as nossas ações.
O telefone para contato é 36903063

Virgínia Alcântara - Secretária do Trabalho e Ação Social

Anônimo disse...

Essa portagem anterior foi incompleta, peço desculpas e a seguir segue o texto completo.

Virgínia Alcântara
Secretária do Trabalho e Ação Social

Anônimo disse...

Acredito que seja mesmo a minha função prestar contas a comunidade sobre as ações desenvolvidas pela Secretaria do Trabalho e Ação Social durante minha gestão.
Tenho viajado e continuarei viajando sempre que for do interesse do município e que, por esse motivo, tenha a anuência do Prefeito.
As viagens realizadas estão documentadas na secretária e são literalmente legais, morais e principalmente estratégias para captação de recursos, implantação de programas, projetos e serviços de cunho social, que têm como objetivo amenizar as desigualdades sociais, mesmo que para isso eu tenha que reorganizar minha vida, pois tenho um lar e filhos para cuidar, aos quarenta e seis anos de idade não estou para brincar de viajar, e muito menos com o dinheiro publico.
Muitas são viagens são realizadas de forma “relâmpago”, como da última quinta-feira (16) que saímos às três horas da manhã para BH e na sexta (17) pela manhã eu já estava na secretaria em reunião, com o recurso garantido.
Essas viagens são trabalho e não lazer.
(Continua a seguir)

Anônimo disse...

(Continuação- Virginia Alcântara)
Quanto aos congressos e conferências onde as políticas públicas são discutidas e construídas, Araguari, hoje participa do debate a nível nacional, garantindo o melhor uso dos recursos recebidos do governo federal e estadual e apresenta novas propostas a serem implementadas.
Hoje estou presidente do CIAS-AMVAP (Conselho Intermunicipal de Assistência Social da Associação da Microrregião do Vale do Alto Paranaíba) no segundo mandato; estou membro do Conselho Fiscal do COGEMAS MG (Colegiado de Gestores Municipais de Assistência Social de Minas Gerais) e fui delegada pela segunda vez, na nacional, por Minas Gerais representando todo o Triângulo Mineiro, creio que dar voz e vez a nossa região seja um ato de exercício da democracia.
È um privilégio para um município ter seu gestor na mesa de debates, garantindo que os pequenos e médios municípios tenham oportunidade de apresentar suas demandas e mais a sua real necessidade, pois as realidades dos grande municípios e das regiões metropolitanas são diferentes das nossas.
(Continua a seguir)

Anônimo disse...

(Continuação-Virginia Alcântara)
Devemos nos envolver e participar dos instrumentos de controle social, como os Conselhos, eles são abertos a participação da sociedade civil.
Em Araguari temos 11 conselhos.
O Conselho Municipal de Assistência Social acompanha e aprova as contas e o trabalho da secretaria e vocês que estão questionando o trabalho realizado, não só podem como devem participar.
O endereço da Casa dos Conselhos é Rua Luiz Shinnor n197, centro.
Os conselheiros têm funções importantes entre elas não permitir que nenhum órgão público possa ser usado em beneficio próprio.
Participe. È importante se informar para continuar participando de forma produtiva do processo que garante a seriedade nas ações desenvolvidas pelo governo
A assistência social é uma política nova que esta sendo estruturada e a nossa participação ativa de hoje é que vai permitir que no futuro outros colham os frutos.
Quanto às idas para a zona rural, devo sim ir sempre, temos dois equipamentos respectivamente nos distritos de Amanhece e Piracaiba, em Araguari temos dois assentamentos que têm reivindicado atendimento, no caso Ezequias dos Reis e Bom Jardim, realmente tenho feito as visitas, por ser minha obrigação como gestora e principalmente, porque tenho sido requisitada pelos assentados, enquanto secretária, e por serem eles tão acolhedores eles nos servem mesmo um cafezinho, preparado com todo carinho.
Sobre ser cristã, sou mesmo, isso não quer dizer que eu seja perfeita, mas que busco não permanecer no erro.

Anônimo disse...

(Continuação- Virgínia Alcântara)
A palavra diz que quando sou fraco, ai é que sou FORTE, porque não espero em mim mesma, mas NELE, o AUTOR e COMSUMADR da minha fé.
O homem vê a aparência, mas JESUS conhece os corações, e por isso eu descanso em paz com minha consciência.
Quanto à servidora Ludmilla Penna, como funcionária ela tem se mostrado eficiente e dedicada.
Tenho visto no decorrer desse período, várias propostas de trabalho chegarem a ela, muitas vezes bem melhores do que ela desfruta hoje e ela tem se recusado a deixar o trabalho que já executa, a quase 10 anos, onde faz o serviço com maestria, pela experiência acumulada ao longo desses anos em que foi gestora do Programa Bolsa Família e lugar em que ocupa hoje a pedido das equipes técnicas dos equipamentos ligados ao programa.
Se não é para garantir o seu emprego, o que ela esperaria dessa Secretária?
Porque ela não aceita as propostas?
Segundo ela, a sua paixão pelo serviço social.
A palavra secretária é sinônimo de estar a serviço e eu estou a serviço da comunidade, por isso me coloco sempre a disposição e convido a todos a virem a Secretária do Trabalho e Ação Social para conhecer e acompanhar as nossas ações.
O telefone para contato é 36903063

Virgínia Alcântara - Secretária do Trabalho e Ação Social

Anônimo disse...

(Continuação-Virgínia Alcântara)

Quanto ao Programa Bolsa Familia, toda prestação de contas e desenvolvimento do programa em Araguari, está a disposição da comunidade na Secretaria e também existe o Conselho de Controle e Participação Social do Programa Bolsa Familia, que também aprova e fiscaliza as ações do programa, que realiza suas reuniões na Casa dos Conselhos, sediada na Rua Luiz Shinnor n 197,fone 3690-3154, centro.
Antes de afirmar devemos verificar a veracidade das afirmações, as documentações e todo desenvolvimento do trabalho esta a disposição da comunidade.
A transparência é direito do cidadão e dever do governo, volto a convidar, participe conosco.

Virgínia Alcântara-Secretária do Trabalho e Ação Social.

Iconoclasta disse...

Loading...

Iconoclasta disse...

"As viagens realizadas estão documentadas na secretária e são literalmente legais, morais e principalmente estratégias para captação de recursos, implantação de programas, projetos e serviços de cunho social"

Quais foram os recursos conseguidos para obras de cunho social? qual programa foi implantado em Araguari para amenizar as desigualdades sociais? Quais foram os projetos desenvolvidos que foram materializados para o bem da comunidade?
Nem eu, nem ninguém consegue exergar esses programas sociais.


"Araguari, hoje participa do debate a nível nacional, garantindo o melhor uso dos recursos recebidos do governo federal e estadual"

Ai já é apelação! Como garantir melhor uso dos recursos recebidos se o governo municipal perde verbas por falta de projetos eficientes como o SOMMA por exemplo. Como garantir melhor uso dos recursos recebidos se o governo municipal teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas, não podendo nem mesmo fazer empréstimos.
O seu discurso não encontra correspondência com a realidade dos fatos.

Leia um trecho do que foi publicado no Gazeta do Triângulo:

"Pavimentação das principais avenidas da cidade: no mês passado, o governador do estado Antônio Anastasia (PSDB) liberou recursos do projeto Novo Somma para vários municípios. No entanto, Araguari ficou de fora e não pode realizar o empréstimo no BDMG no valor de R$ 5 milhões, para a revitalização das avenidas Theodoreto Veloso de Carvalho; Mato Grosso; Coronel Belchior de Godoy; Vereador Geraldo Teodoro da Silva e as ruas Bias Fortes; Padre Anchieta e a praça Juvenil Alves de Melo."

Dessa forma, posso garantir que essas conferências, congressos para melhor saber como aplicar recursos está sendo infrutiferas para a atual gestão.

Anônimo disse...

Seria muito bom que em nossa cidade as pessoas fossem realmente comprometidas com a verdade e que acompanhasse os atos da Administração Pública de perto para evitar todo e qualquer tipo de desmando. Ah, como seria bom para o município se todas as pessoas questionassem os agentes políticos por força de cidadania e não política. Acredito que a secretária realmente devem satisfações e que todas as pessoas têm o direito de cobrá-las, questioná-las. Mas, me intriga muito o fato de as mesmas pessoas que cobram tanta transparência, fazer seus questionamentos de forma anônima e não pessoal. Mais ainda: de denúncias aparentemente tão graves não serem tratadas de maneira séria e muito menos levadas aos órgãos competentes. A nota fala em irregularidades. Ora, em se tratando de matéria tão relevante e que preocupa dos "cidadãos de bem" da cidade por que estas mesmas pessoas não procuraram os órgãos competentes para a apurar ou então denunciaram pública e notoriamente a situação em uma demonstração legítima de defesa dos interesses da cidade? Acredito que quem pretende fazer análises políticas ou mesmo acompanhar, de fato, os principais acontecimentos na cidade, deve se posicionar de maneira clara, sem ataques e ofensas gratuitas, oferecendo sempre à outra parte o direito de se defender ou, pelo menos, tentar se explicar. Ao que me consta, em relação a este assunto, nada disso foi feito. O prefeito e seus cargos de confiança são empregados do serviço público. Estão lá a serviço de todos nós e, portanto, devem corresponder às expectativas da comunidade. Se isso não acontece, como empregadores de cada um deles, temos o direito e o dever de ir até eles e exigir uma conduta diferente. Se não adiantar, as consequências devem ser explicitadas nas urnas, na próximo pleito, e não nas ofensas gratuitas e na divulgação de informações oficiosas que não são objeto de investigação e que, muito menos, foram apuradas por quem as reproduziu imprudentemente. Comunicar é mais que lançar palavras ao vento para ver o que acontece. Questões pessoais, opção religiosa, nada têm a ver com a posição política e qualquer pessoa com bom senso e o mínimo de capacidade intelectual sabe disso. O que está em jogo não é a conduta pessoal da secretária e, sim, política. É lamentável que as pessoas ainda não tenham aprendido essa diferença e que continuem se escondendo atrás da tela de um computador ou mesmo de um codinome para ofender PESSOALMENTE de forma gratuita alguns profissionais simplesmente porque eles fazem parte de um "novo modelo de administração" que, para a maioria, não tem dado muito certo.

Anônimo disse...

O comentário acima é de minha autoria, pois, por descuido postei antes de me identificar. Como manda o bom jornalismo e a própria Constituição Federal, jamais faria algo apócrifo ainda mais criticando alguém. Coragem e cidadania andam juntas, pois, de nada vale a segunda se não houver a primeira para exercê-la. Quanto aos comentários dirigidos à servidora Ludmila, a qual, ao meu ver, desempenha suas atividades com eficiência sobretudo no trato com a imprensa, sinto que são puramente pessoais. Parece-me postados a mando de alguém ou mesmo um ataque de uma pessoa que deseja desmoralizá-la por alguma razão. Algo que, no debate sadio e relevante, não pode ser considerado. Ter espaço para discussão e colocar a comunidade a par de tudo que acontece com essa interação que a internet proporciona é algo incrível que, infelizmente, a mídia impressa não oferece. Mas é lamentável ver que, às vezes, ele é mal utilizado. Certamente, a profissional Ludmila não é perfeita assim como nenhum de nós é. Também como pessoa ela deve ter suas dificuldades como todos nós (inclusive os anônimos) temos. Então como apontar o dedo para ela enquanto outros quatro se voltam para nós? Se ela é um mal para a secretaria de Ação Social não é com atitudes assim que o problema será resolvido. O primeiro passo é se identificar, depois procurar os superiores dela e pedir providência. Se não adiantar, procure os órgãos competentes porque, com certeza, algo irá acontecer. Só não dará em nada se a matéria em questão não passar de pura leviandade ou injúria. Sejamos como o polêmico Ludmar Claury, que acabou com a zona azul, com os traillers de lanche instalados na cidade, denunciou o britador do batalhão e criou inúmeras inimizades ao ponto de ter que sair de Araguari, mas, que mostrou a sua cara, exerceu sua cidadania, se posicionando contra tudo que, em se entendimento, feria o que estava disposto em lei e os direitos do cidadão. Se é para participar do processo que seja de maneira efetiva e legítima e não de forma manipuladora.
Abraço a todos,

Sávia de Lima - jornalista

Iconoclasta disse...

"Se é para participar do processo que seja de maneira efetiva e legítima e não de forma manipuladora."

Pena que os nossos veículos de comunicação estão todos corrompidos, nenhum têm a coragem de expor de forma bastante clara e crítica as mazelas do prefeito. O máximo que conseguem é ficar em cima do muro, talvez esperando qual lado sobrepõe para se posicionar.

Colenghi disse...

Sávia:

È redundante um membro da corrompida impressa Araguarina falar em manipulação, afinal a cor marrom faz parte do cotidiano das "redações" dos folhetins e dos estúdios de rádio locais.
Fico impossibilitado de acreditar em propostas por parte dos membros da imprensa local, que simplesmente bajulam o poder em troca de migalhas.
Lamento, mas infelizmente e com sólidos motivos, me tornei cético quanto ao "4º poder" em nossa cidade. Os anônimos por motivo ou outro optam por não se mostrar, enquanto em Araguari a imprensa opta em mascarar a incapacidade do governo M. Coelho.

garliene arts disse...

Sávia Obrigado por me proporcionar uma doce leitura, amiga assim posso te chamar pois ja nós conhecemos a tempo , digo a você que enquanto você estuda a noite as coisas acontece do lado de fora, ou seja seus olhos não vai ao alcance do fato veridico, O POVO já esta cansado de tanta mentira me surpreende você ser uma jornalista e agora futura advogada não receber denuncias graves , pois eu uma pessoa comum vejo e ouço,recebo,denuncias de situações desagradáveis de minha cidade e jamais aqui deixei de colocar meu nome nos assuntos abordados.Reavalie a forma de como você deseja o crescimento de sua cidade. Pois estamos num estado democrático , onde trazendo pro dialogo a discussão é uma forma de tentar resolver os assuntos pertinentes ao GOVERNO. Questão politica como você coloca não posso concordar pois eu CIDADÃ da minha bela cidade não tenho partido politico, venho até aqui neste blog por amor a minha cidade e questão de JUSTIÇA com o POVO de nossa cidade. Chega de mentiras e enganação. Abraços amiga , qualquer coisa vc sabe ond eme encontrar Abraços.

Anônimo disse...

Prezada Sávia:
Se fosse uma jornalista interessada na verdade, trabalharia as denúncias, mesmo sendo anônimas. Um bom repórter investigaria, mesmo por que, aqui em Araguari sabe-se que boa parte é verdade. Tanto é que duas secretárias do governo já postam aqui tentando justificar o injustificável.
Uma das premissas do jornalismo é de nunca revelar suas fontes, portanto, o anonimato não seria problema. Mas aqui em Araguari, por causa de uns trocados, a imprensa não revelaria só a fonte, mas o lençol freático todo. Talvez por essa falta de confiança, alguns prefiram o anonimato.

Maria Tereza disse...

Essa Ludimila é um encosto fez campanha para Marlos entrou no governo Marcos Alvim e está lá, aquela falsa puxa saco do poder,agora boneca quero saber qual será seu próximo trabalho...qual governo vc vai agir com falsidade para permanecer na mamata... estamos de olho sua falsa...define qual seu palaque... já sei de quem ganha.

Anônimo disse...

mesma Savia que fazia campanha de corpo a corpo pra candidata Virginia em 2008

Anônimo disse...

uma coisa é verdade. a ludimila é uma vira-folha. puxava o saco da antiga secretária de ação social, Carmem . Era inclusive amiga íntima também. frequentava igrejas com ela, cuidava dos filhos dela... tudo pra se manter vantajosa no "poder" do bolsa familia. depois era pra ela sair quando o Zé vitor era secretário, pois ninguem aturava ela, daí ela fez umas ameaças e conseguiu ficar. agora é amiga íntima da virgínia e até evangélica virou, tudo pra de nov se manter no poder. com certeza tem muita tramóia nesse bolsa familia, pois acho que se essa ludimila ainda se mantém no poder é por que sabe de muitos desvios feitos no programa, desvios esses que podem até dar cassação ao prefeito. uma coisa é certa: ela sabe de muita coisa e usa o que sabe pra se manter no poder. sugiro a imprensa que verifique, que investigue, pois se falo o que falo é porque sei de muita coisa também, só que fica difiícil me expor pois todos sabemos da perseguição forte que existe nesse governo. e a corda arrebenta sempre do lado mais fraco.então sávia,e imprensa, investiguem... nao puxe o saco...

Anônimo disse...

Queridos conterrâneos,

Somente hoje tive a oportunidade de ler os comentários postados depois dos meus. Respeito e agradeço a todos, inclusive, o seu Gabi que é minha amiga. A única coisa que tenho a dizer é: jamais disse que vcs estavam errados. Disse apenas que não concordava com o anonimato. Quanto ao meu desempenho como jornalista, quem me conhece sabe o que penso do governo e quem me acompanha viu que muitas vezes me posicionei de forma contrária. Relembrem os casos da passarela do São Sebastião, a situação da Avenida São Paulo, os desmandos em relação ao funcionalismo, a ineficiência da Secretaria de Planejamento em relação ao ginásio e tantas outras coisas...Acontece que eu sou apenas uma jornalista e não empresária da comunicação. Aquilo que eu posso, eu faço. Muitas vezes, bato de frente e corro riscos por me posicionar contra essas coisas. Meu comentário aqui foi como uma jornalista cidadã e não como funcionária de um veículo. Não defendo esse governo. Não sou assessora de imprensa deles e não tenho nenhum rabo preso. Mas pensei que, assim como vcs, eu também teria o direito e o espaço para me manifestar aqui no blog. Imagino que estava enganada. No mais, quero dizer ao anônimo que fiz sim campanha para a Virgínia em 2008 assim como fiz para o Tiãozinho do Sintespa, para a Eunice Mendes e para o Jasmiel que eram meus amigos pessoais e candidatos nos quais eu acreditava. Pelo menos eu assumo o que faço. Verdade não me falta. Talvez o que falte é espaço para me manifestar e falar abertamente sobre tudo o que penso e o que sei, pois, não sou leviana para falar daquilo que não sei ou de quem não conheço. Abraços a todos.
Sávia Lima

Anônimo disse...

Sávia Lima, você e os demais leitores serão sempre bem-vindos neste espaço. Não falo somente por mim, mas por todos, já que este blog é uma espécie de praça pública virtual. Talvez parecido com o Bar do (meu tio) Pedro (Edifício Araguari), uma das bocas malditas da cidade...rs
Lamento se, em algum momento, você foi ou se sentiu ofendida por alguma postagem ou comentário. Estamos procurando evitar esse tipo de problemas sem, necessariamente, afastar os anônimos.
Precisamos de manifestações qualificadas, como a sua. Serve como reflexão e pode indicar a necessidade de adequações. Às vezes, nos excedemos nas críticas a pessoas ou condutas. Contudo, a intenção jamais será a de ofender, causar dano. Será sempre a de melhorar a cidade.
Ainda, quero dizer que admiro o seu trabalho no Gazeta do Triângulo. De uns três anos pra cá, quando voltei a ler com mais frequência os jornais da cidade, notei o surgimento e a presença de grandes talentos. Torço para que o número de bons jornalistas aumente cada vez mais. Isso é essencial para a democracia.
Por fim, saiba que, por definição, este espaço virtual estará sempre aberto, à sua disposição para críticas e sugestões.
Marcos, anômino por força do Google

Anônimo disse...

Prezado Marcos,

Valeu pelo comentário e pelo espaço. Quero, sim, continuar participando. Como disse, dentro das minhas possibilidades, também tento colaborar através do meu trabalho. Mas, infelizmente, nem sempre as pessoas conseguem enxergar um pouco mais além. De qualquer forma, estou satisfeita com a sua manifestação e sinta-se à vontade para discordar de meus posicionamentos ou de algum trabalho. Estamos aqui para isso. Assim como vc, o que eu tento é acertar, contribuir, mas, muitas vezes, isso não é possível. Quanto aos comentários, penso que toda a crítica é bem vinda. A única coisa que não dá para tolerar são comentários infundados, levianos, hostis e gratuitos. Mas isso é de cada um e fico feliz em saber que você não comunga com este tipo de ato. Abraço! Sávia